Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Catalunha alarga prazo do aborto medicamentoso das 9 para as 14 semanas

O método medicamentoso é um processo “mais seguro” e “menos invasivo”, que se assemelha ao processo natural do aborto, explicou o secretário de Saúde Público da Catalunha.

Catalunha alarga prazo do aborto medicamentoso das 9 para as 14 semanas
Notícias ao Minuto

18:40 - 28/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

O governo da Catalunha aprovou, esta quarta-feira, um protocolo que alarga o prazo da interrupção voluntária da gravidez por via medicamentosa das nove para as 14 semanas de gestação. Segundo anunciou o Departamento de Saúde da comunidade autónoma, será realizado um teste piloto em três centros de saúde.

Em Espanha, a interrupção voluntária da gravidez é permitida, desde 2010, até às 14 semanas de gestação, prazo que é prolongado para as 22 semanas se existirem razões médicas, como riscos para a saúde da gestante ou anomalias graves no feto.

Com o novo protocolo, a Catalunha torna-se a primeira comunidade autónoma a permitir o aborto medicamentoso a partir das 10 semanas, quando o Ministério da Saúde já recomenda intervenções cirúrgicas.  

O ‘Protocolo de Cuidados para a Interrupção Voluntária da Gravidez na Catalunha’ estabelece ainda que são as mulheres que devem ter a última palavra sobre o método de aborto a que serão submetidas, sempre aconselhadas por médicos.

Na apresentação do novo protocolo, que atualiza o em vigor desde 2014, o secretário de Saúde Pública, Josep Maria Argimon, referiu que o método estará disponível em hospitais, mas será testado antes em três centros. 

O método medicamentoso é um processo “mais seguro” e “menos invasivo”, que se assemelha ao processo natural do aborto, explicou o responsável.

No entanto, as grávidas que optarem por abortar com medicamentos entre a 10.ª e a 14.ª semana, terão de o fazer num hospital público, num ambiente mais controlado. Já até à 10.ª semana de gestação, o medicamento é administrado em ambulatório e o processo de expulsão do embrião ocorre em casa. 

Leia Também: Casa Branca condena decisão "catastrófica" do Arizona sobre aborto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório