Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 17º

AO MINUTO: Kyiv pede "mais apoio"; 'Sim' vence em todos os referendos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Kyiv pede "mais apoio"; 'Sim' vence em todos os referendos
Notícias ao Minuto

07:46 - 27/09/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Com a guerra quase a entrar no seu oitavo mês, sabe-se que terminarão hoje os referendos na regiões separatistas de Donetsk, Lugansk, Zaporíjia e Kherson, que serão, depois, objeto de discussão em reunião no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Caso estes territórios sejam anexados, já foram vários os países a condenar esta intenção. Os Estados Unidos já indicaram estar dispostos a aumentar as sanções à Federação Russa.

A superpotência rival da Rússia anunciou, ainda, que levam "muito a sério" a ameaça do presidente russo, Vladimir Putin, de que a Rússia conta com um arsenal nuclear "sem paralelo", que lhe permitiria contrariar qualquer ameaça ocidental, e sublinharam que caso este seja usado terá "consequências catastróficas" para a Federação Russa.

Fim de acompanhamento

Carmen Guilherme | há 1 mês

Boa noite. Encerramos aqui este acompanhamento AO MINUTO de todas as notícias relacionadas com a guerra na Ucrânia. Iniciaremos um novo registo na manhã de quarta-feira. 

China pede respeito à "integridade territorial de todos os países"

Carmen Guilherme | há 1 mês

O embaixador chinês nas Nações Unidas (ONU) pediu, esta terça-feira, perante o Conselho de Segurança, respeito pela "integridade territorial de todos os países", numa reunião sobre os referendos de anexação levados a cabo pela Rússia na Ucrânia.

ONU. China pede respeito à "integridade territorial de todos os países"

O embaixador chinês nas Nações Unidas (ONU) pediu, esta terça-feira, perante o Conselho de Segurança, respeito pela "integridade territorial de todos os países", numa reunião sobre os referendos de anexação levados a cabo pela Rússia na Ucrânia.

Lusa | 23:45 - 27/09/2022

Comissão aprova projetos da IL e PAN de protesto contra embaixada russa

Carmen Guilherme | há 1 mês

Os deputados da comissão dos Negócios Estrangeiros aprovaram hoje as propostas da Iniciativa Liberal e do PAN para que o parlamento manifeste um protesto pelas críticas da embaixada russa ao cantor Pedro Abrunhosa, disse à Lusa o presidente da comissão parlamentar.

Comissão parlamentar aprova projetos de protesto contra embaixada russa

Os deputados da comissão dos Negócios Estrangeiros aprovaram, esta terça-feira, as propostas da Iniciativa Liberal e do PAN para que o parlamento manifeste um protesto pelas críticas da embaixada russa ao cantor Pedro Abrunhosa, disse à Lusa o presidente da comissão parlamentar.

Lusa | 00:02 - 28/09/2022

Letónia decreta estado de emergência na fronteira com a Rússia

Carmen Guilherme | há 1 mês

O Governo da Letónia decretou esta terça-feira estado de emergência na região fronteiriça com a Rússia, em resposta à "mobilização parcial" anunciada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, que tem originado um movimento de pessoas para fora do país.

A medida permite às autoridades letãs concentrarem recursos adicionais para proteger a fronteira, caso mais pessoas tentem entrar no país báltico desde o lado russo, um movimento que foi registado nos últimos dias após o anúncio de Putin.

Zelensky parabeniza Meloni e espera colaboração com novo governo italiano

Carmen Guilherme | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, congratulou, esta terça-feira, à noite a líder do Irmãos de Itália (FdI), Giorgia Meloni, pela sua vitória nas legislativas italianas no domingo, aguardando uma boa colaboração com o novo governo daquele país transalpino.

"Parabéns a Giorgia Meloni e ao seu partido por ter vencido as eleições. Agradecemos o apoio contínuo de Itália à Ucrânia contra a agressão russa. Contamos com uma colaboração frutífera com o novo governo italiano", publicou no Twitter Zelensky, em duas mensagens em ucraniano e italiano.

Sabotagem no Nord Stream? Bruxelas dará "resposta mais forte possível"

Carmen Guilherme | há 1 mês

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, assegurou, esta terça-feira, que, caso as três fugas detetadas nos gasodutos submarinos Nord Stream no mar Báltico sejam uma "ação de sabotagem", haverá "uma forte resposta".

"Agora é primordial investigar os incidentes, obter total clareza sobre os eventos e porquê. Qualquer interrupção deliberada da infraestrutura energética europeia ativa é inaceitável e levará à resposta mais forte possível", disse Von der Leyen.

A presidente da Comissão Europeia fez estas declarações depois de falar por telefone com a primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, cujo governo, como o da Suécia, indicou que as fugas identificadas nos gasodutos que ligam a Rússia à Alemanha são o resultado de "atos deliberados".

Resposta à "audácia" da Rússia é "ainda mais apoio" a Kyiv

Carmen Guilherme | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, defendeu, esta terça-feira, que a "única resposta racional" que pode ser dada à "audácia" da Rússia é dar "ainda mais apoio" à Ucrânia. 

Resposta à "audácia" da Rússia é "ainda mais apoio" a Kyiv

Zelensky fala numa "farsa" levada a cabo nos territórios ucranianos ocupados, que nem a Rússia está a esconder.

Notícias ao Minuto | 23:18 - 27/09/2022

Lágrimas, sorrisos e beijos. As imagens que chegam de Izyum

Carmen Guilherme | há 1 mês

Lágrimas, sorrisos e beijos. As imagens da chegada de ajuda a Izyum

A emoção é clara nos rostos daqueles que se reuniram para receber ajuda humanitária na cidade.

Notícias ao Minuto | 18:59 - 27/09/2022

Autoridades russas anunciam vitória ampla do "sim" em todos os referendos

Carmen Guilherme | há 1 mês

As autoridades pró-Rússia nas regiões ucranianas de Zaporijia, Kherson e Lugansk reivindicaram hoje uma vitória do "sim" à anexação pela Rússia, estando ainda a aguardar-se pelos resultados da quarta região ucraniana ocupada pela Federação Russa.

De acordo com autoridades eleitorais instaladas pela Rússia nas quatro regiões, 93,11% dos cidadãos de Zaporijia votaram a favor da anexação à Rússia, após a contagem de 100% dos boletins de voto.

Na região de Kherson, a administração de Moscovo informou que 87,05% dos eleitores votaram a favor do "sim" à anexação, tendo sido também contados todos os votos.

Pouco depois, as autoridades em Lugansk também anunciaram a vitória do "sim", enquanto a contagem na quarta região ucraniana onde também se realizou um "referendo", o Donbass (leste), continua, apesar de as autoridades já terem anunciado que "o sim prevaleceu largamente".

Leia mais aqui.

Dinamarca considera "ações deliberadas" fugas nos gasodutos Nord Stream

Carmen Guilherme | há 1 mês

A primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, considerou, esta terça-feira, as fugas identificadas nos gasodutos submarinos Nord Stream no mar Báltico "ações deliberadas" por criminosos desconhecidos, juntando-se assim a outros líderes que apontaram para uma possível sabotagem.

Questionada se um incidente constituiu um ataque à Dinamarca, Frederiksen respondeu que não, porque as fugas aconteceram em águas internacionais.

 A primeira explosão foi registada na segunda-feira a sudeste da ilha dinamarquesa de Bornholm, segundo o diretor da Rede Sísmica Nacional Sueca, Bjorn Lund.

Um segundo rebentamento mais forte a nordeste da ilha naquela noite equivaleu a um sismo de magnitude 2,3 na escala de Richter.

As estações sísmicas na Dinamarca, Noruega e Finlândia também registaram as explosões.

Ucrânia confirma cortes de energia após ataque em Kharkiv

Carmen Guilherme | há 1 mês

Ihor Terekhov, autarca de Kharkiv, informou que há relatos de cortes de energia em vários bairros da cidade, após um ataque à cidade de Kharkiv na noite desta terça-feira, confirmado pelo governador regional Oleh Syniehubov. 

Já Maria Avdeeva, especialista ucraniana em desinformação e segurança, disse que cinco mísseis caíram nas proximidades da cidade. 

"Subestação elétrica atingida. Não há eletricidade em muitas áreas. Fogo intenso nas proximidades", escreveu no Twitter. 

"Não há nada a negociar" em caso de anexação, diz Zelensky

Carmen Guilherme | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse, esta terça-feira, na Organização das Nações Unidas (ONU), que uma eventual anexação de territórios da Ucrânia pela Rússia, através de referendos, significará que "não há nada a negociar" com o seu homólogo russo, Vladimir Putin.

Numa declaração por videoconferência ao Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), Zelensky disse que os eleitores ucranianos "foram forçados a votar sob a mira de armas" e que os resultados "foram escritos com antecedência".

No depoimento, a que a delegação russa se opôs, o chefe de Estado ucraniano pediu ainda um reforço de sanções contra a Rússia, assim como sua expulsão da ONU e de todas as organizações internacionais.

Referendos "não podem ser considerados legais sob direito internacional"

Carmen Guilherme | há 1 mês

A subsecretária-geral para Assuntos Políticos e de Consolidação da Paz da ONU disse, esta terça-feira, que os referendos da Rússia para anexação dos territórios ucranianos "não podem ser chamados de expressão genuína da vontade popular".

Referendos "não podem ser considerados legais sob direito internacional"

A subsecretária-geral para Assuntos Políticos e de Consolidação da Paz da ONU disse, esta terça-feira, que os referendos da Rússia para anexação dos territórios ucranianos "não podem ser chamados de expressão genuína da vontade popular".

Lusa | 21:20 - 27/09/2022

Novas explosões perto da central nuclear de Zaporíjia

Carmen Guilherme | há 1 mês

Várias bombas deflagraram, esta terça-feira, perto da central nuclear ucraniana de Zaporíjia, ocupada por tropas russas, e estilhaçaram vidros em alguns edifícios, mas com danos limitados, indicou a Agência internacional de Energia Atómica (AIEA).

Os inspetores da agência da ONU que permanecem nas instalações indicaram que foram registadas esta manhã novas explosões perto do canal que fornece água ao sistema de refrigeração da central, uma componente essencial para a segurança da instalação.

 "Não se registaram danos na estrutura ou na equipa presente na central, mas duas janelas da sala do reator da unidade ficaram partidas", assinalou a AIEA em comunicado.

Leia mais aqui.

Referendos na Ucrânia? "Israel não vai reconhecer resultados"

Carmen Guilherme | há 1 mês

Israel disse, esta terça-feira, que não vai reconhecer os resultados dos referendos de anexação iniciados na passada sexta-feira em quatro regiões ucranianas sob controlo total ou parcial da Rússia.

Referendos na Ucrânia? "Israel não vai reconhecer resultados"

Israel disse, esta terça-feira, que não vai reconhecer os resultados dos referendos de anexação iniciados na passada sexta-feira em quatro regiões ucranianas sob controlo total ou parcial da Rússia.

Lusa | 20:52 - 27/09/2022

Autoridades pró-russas anunciam vitória do 'sim' à anexação em Zaporíjia

Carmen Guilherme | há 1 mês

As autoridades pró-Moscovo anunciaram hoje que os cidadãos da região ucraniana de Zaporíjia, uma das quatro ocupadas pela Rússia, aprovaram a anexação à Federação Russa no referendo organizado pelo Kremlin e que decorreu nos últimos quatro dias.

De acordo com autoridades eleitorais instaladas pela Rússia na região, 93,11% das pessoas votaram a favor da anexação.

 Num processo de referendo considerado sem credibilidade pelos países ocidentais e grande parte da comunidade internacional, os resultados de três outras regiões ucranianas devem divulgados em breve.

CIA alertou a Alemanha para possíveis ataques a gasodutos

Carmen Guilherme | há 1 mês

A Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) tinha alertado o governo alemão, há semanas, para possíveis ataques a gasodutos no Mar Báltico durante o verão. 

 A notícia é avançada pela revista alemã Der Spiegel após ter sido noticiada a fuga de gás dos gasodutos Nord Stream.

A Alemanha recebeu a referida pista durante o verão, acrescentando que Berlim assumiu um ataque direcionado aos gasodutos Nord Stream 1 e 2.

Um porta-voz do governo alemão recusou comentar após ter sido confrontado pela revista.

Leia mais aqui.

NATO analisará "de perto" fugas nos gasodutos russos Nord Stream

Carmen Guilherme | há 1 mês

O secretário-geral da NATO considerou hoje "extremamente importante" esclarecer todos os factos sobre as fugas detetadas nos gasodutos russos Nord Stream 1 e 2, afirmando que a organização "acompanhará de perto" a questão nos próximos dias.

NATO analisará "de perto" fugas nos gasodutos russos Nord Stream

O secretário-geral da NATO considerou hoje "extremamente importante" esclarecer todos os factos sobre as fugas detetadas nos gasodutos russos Nord Stream 1 e 2, afirmando que a organização "acompanhará de perto" a questão nos próximos dias.

Lusa | 19:53 - 27/09/2022

Três explosões em Kharvik levam a cortes de eletricidade

Carmen Guilherme | há 1 mês

Uma testemunha, citada pela Reuters, indicou que foram ouvidas três explosões na cidade de Kharkiv, esta terça-feira. 

Há registos de cortes de eletricidade na sequência destas explosões.

 

Parlamento eslovaco aprova adesão de Finlândia e Suécia à NATO

Carmen Guilherme | há 1 mês

O parlamento eslovaco aprovou, esta terça-feira, a entrada da Suécia e da Finlândia na NATO, indicou o ministro dos Negócios Estrangeiros e Europeus, Ratislav Kacer, em mensagem no Twitter.

"O Conselho Nacional da República Eslovaca acaba de aprovar a adesão da Finlândia e Suécia à NATO", revelou.

 O primeiro-ministro Eduard Heger saudou de imediato a decisão do parlamento, ao sublinhar que com estes dois países "a capacidade de defesa [da NATO] será consideravelmente reforçada".

Senado russo vai discutir anexação de territórios a 4 de outubro

Carmen Guilherme | há 1 mês

O senado da Federação Russa vai debater, em 4 de outubro, a anexação de quatro territórios ucranianos controlados pelo Exército russo e que realizaram referendos sobre a integração na Rússia.

"Acredito que nos próximos dias os resultados dos referendos estarão disponíveis. Estamos prontos. Por enquanto, não vejo necessidade de realizar reuniões extraordinárias. A reunião está prevista para o dia 4 de outubro", disse a presidente do senado, Valentina Matviyenko.

 "Respeitaremos a vontade do povo das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk e das regiões de Zaporíjia e Kherson. Se a vontade deles for fazer parte da Rússia, nós iremos apoiar essa decisão", garantiu Matviyenko.

EUA vão receber russos que procurem asilo

Carmen Guilherme | há 1 mês

A Casa Branca revelou, esta terça-feira, que os russos que fugirem do país devido à mobilização militar parcial poderão requerer asilo nos Estados Unidos. 

"Acreditamos que, independentemente de sua nacionalidade, eles podem requerer asilo nos Estados Unidos e ter sua solicitação analisada caso a caso", disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

A porta-voz notou ainda que a guerra de Vladmir Putin é "impopular", tendo em conta os milhares de russos que estão a fugir do país.

Estados Unidos vão receber russos que procurem asilo

Informação foi confirmada pela porta-voz da Casa Branca.

Notícias ao Minuto | 19:02 - 27/09/2022

Blinken: "Nunca reconheremos" anexação de território ucraniano à Rússia

Carmen Guilherme | há 1 mês

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, reiterou, esta quarta-feira, que o Ocidente nunca reconhecerá a anexação de território ucraniano pela Rússia.

"Nós e muitos outros países já fomos muito claros. Não reconheceremos – na verdade, nunca reconheceremos a anexação do território ucraniano pela Rússia", disse Blinken aos jornalistas, segundo a AFP, acrescentando, tal como já havia sido dito pelo presidente norte-americano, Joe Biden, que os EUA irão impor "custos adicionais rápidos e severos à Rússia". 

"É importante lembrar o que está a acontecer aqui. A Rússia invadiu a Ucrânia, tomou território e está comprometida num esquema diabólico em alguns dos territórios que apreendeu, de onde tirou a população local", notou, referindo que há pessoas que são deportadas e outras que "simplesmente desaparecem".

"Depois mandam os russos, instalam governos fantoche e envolvem-se no referendo e manipulam, em qualquer caso, o resultado para reivindicar que o território pertence à Rússia", rematou.

Noruega reforça segurança em instalações de petróleo e gás

Carmen Guilherme | há 1 mês

Depois das fugas de gás e de relatos de atividade de drones no Mar Báltico, a Noruega anunciou que vai aumentou a segurança nas suas instalações de petróleo e gás. A informação foi avançada pelo ministro da Energia norueguês.

“Com base nas informações que vimos até agora, muito indica atos de sabotagem”, disse Terje Aasland, num comunicado divulgado pela Reuters.

Segundo o ministro, o governo consultou as forças armadas e operadores de instalações de petróleo e gás, tanto em terra quanto no mar.

Número de russos a entrar na UE aumenta cerca de 30%

Carmen Guilherme | há 1 mês

Desde que foi anunciada a mobilização militar parcial na Rússia que o número de cidadãos russos a entrar na União Europeia tem vindo a aumentar. Só a semana passada, entraram cerca de 66.000 cidadãos russos  em países da UE. 

"Durante a semana passada, cerca de 66.000 cidadãos russos entraram na UE, mais de 30% em comparação com a semana anterior. A maioria deles chegaram à Finlândia e à Estónia", revelou a Frontex (Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira da UE), num comunicado citado pela Reuters.

Segundo a Frontex, se a Rússia decidir fechar a fronteira, é provável que as travessias ilegais aumentem.

"Os postos fronteiriços ilegais são suscetíveis de aumentar se a Federação Russa decidir encerrar a fronteira para potenciais recrutas", disse.

Polícia sueca abre investigação a "sabotagem grosseira" russa em gasoduto

Carmen Guilherme | há 1 mês

A polícia sueca abriu uma investigação preliminar a uma alegada sabotagem russa que levou à fuga de gás do gasoduto Nord Stream 1 no Mar Báltico. 

Numa declaração citada pela agência Reuters, o porta-voz das autoridades suecas afirma que foi estabelecido um "relatório e a classificação do crime é sabotagem grosseira".

Polícia sueca abre investigação a "sabotagem grosseira" russa em gasoduto

Porta-voz das autoridades suecas afirmam ter estabelecido um "relatório e a classificação do crime é sabotagem grosseira".

Notícias ao Minuto | 17:43 - 27/09/2022

 

Zelensky agradeceu a Stoltenberg condenação de referendos

Carmen Guilherme | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, confirmou, esta terça-feira, que falou com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, tendo-khe agradecido a condenação aos referendos levados a cabo nos territórios ucranianos ocupados.

"Tive uma chamada com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, para agradecer-lhe por condenar decisivamente os 'referendos' ilegais da Rússia. Discutimos os desenvolvimentos atuais no campo de batalha e o apoio adicional dos estados membros da Aliança às Forças Armadas da Ucrânia", escreveu. 

Rússia boicota Óscares pela primeira vez desde fim da URSS

Carmen Guilherme | há 1 mês

A Rússia vai boicotar os Óscares, os maiores e mais reconhecidos prémios do cinema mundial, numa decisão que aumenta ainda mais a isolação cultural criada pela guerra na Ucrânia. É a primeira vez que o país não vai apresentar qualquer filme para a consideração da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas norte-americana desde o final da Guerra Fria, e a queda da União Soviética.

Ucrânia quer condenar cidadãos que cooperaram com referendos a prisão

Carmen Guilherme | há 1 mês

O conselheiro presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak afirmou, esta terça-feira, que a Ucrânia irá condenar os cidadãos que cooperaram com os referendos de anexação de regiões ucranianas à Rússia em até cinco anos de cadeia. 

 Segundo Podolyak, as autoridades ucranianas têm uma "lista de nomes de pessoas que estiveram envolvidas de algum modo" nos ditos referendos, cujas votações terminaram hoje, dia 27.

Ucrânia quer condenar cidadãos que cooperaram com referendos a prisão

Autoridades ucranianas têm uma "lista de nomes de pessoas que estiveram envolvidas de algum modo" nos ditos referendos, cujas votações terminaram hoje, dia 27.

Notícias ao Minuto | 17:28 - 27/09/2022

Moscovo não vai pedir extradição de russos que fugiram do país

Carmen Guilherme | há 1 mês

A Rússia não vai solicitar a extradição dos cidadãos que estão a deixar o país para evitarem ser convocados para combater na Ucrânia, revela um comunicado do Ministério da Defesa russo.

"O Ministério da Defesa russo não enviou nenhum pedido às autoridades do Cazaquistão, Geórgia ou qualquer outro país para o suposto retorno forçado de cidadãos russos a solo russo, e não planeia fazê-lo", informa uma nota da tutela, citada pela AFP.

Moscovo não vai pedir extradição de russos que fugiram do país

Confirmação foi dada pelo Ministério da Defesa da Rússia.

Notícias ao Minuto | 17:43 - 27/09/2022

 

A fuga de gás dos gasodutos no Mar Báltico num vídeo

Carmen Guilherme | há 1 mês

Imagens aéreas mostram fuga de gás dos gasodutos no Mar Báltico

As fugas foram detetadas pela unidade de resposta do intercetor F-16 da Defesa dinamarquesa.

Notícias ao Minuto | 16:50 - 27/09/2022

"Referendos realizados pela Rússia não têm legitimidade", diz Stoltenberg

Carmen Guilherme | há 1 mês

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, revelou, esta terça-feira, que falou com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, tendo-lhe garantido que os países da aliança vão continuar a apoiar a "soberania" da Ucrânia. Stoltenberg voltou ainda a criticar os referendos sobre a adesão à Federação russa dos territórios ucranianos ocupados de Donetsk, Lugansk, Zaporijia e Kherson.

"Acabei de falar com o presidente Zelensky e deixei claro que os aliados da NATO são inabaláveis ​​no nosso apoio à soberania e ao direito de autodefesa da Ucrânia. Os falsos referendos realizados pela Rússia não têm legitimidade e são uma violação flagrante do direito internacional. Essas terras são a Ucrânia", escreveu no Twitter.

Patriarca russo apela a "mobilização espiritual" para "reconciliação"

Carmen Guilherme | há 1 mês

O patriarca ortodoxo russo Kirill voltou a proferir declarações polémicas na Rússia, desta vez sobre a decisão da mobilização parcial. Num sermão feito após a liturgia na Catedral de Cristo Salvador, segundo dá conta a agência russa TASS, Kirill exortou todos os crentes a fortalecer a sua fé e a "mobilização espiritual" de todas as forças.

Manifestando-se a favor da mobilização, que levou à fuga de mais de 260 mil russos, indicou que este poderá ser o passo para a "reconciliação completa da Rússia e da Ucrânia".

Patriarca russo apela a "mobilização espiritual" para "reconciliação"

Manifestando-se a favor da mobilização, que levou à fuga de mais de 260 mil russos, Kirill indicou que este poderá ser o passo para a "reconciliação completa da Rússia e da Ucrânia".

Notícias ao Minuto | 16:26 - 27/09/2022

Facebook interrompe rede de contas falsas que espalhava propaganda russa

Carmen Guilherme | há 1 mês

Foi identificada e interrompida uma extensa rede de contas falsas no Facebook, que espalhavam propaganda russa sobre a invasão à Ucrânia em toda a Europa Ocidental, segundo a Associated Press. 

Segundo a Meta, empresa-mãe do Facebook, foram criados mais de 60 sites falsos de organizações de notícias legítimas e mais de 1.600 contas no Facebook foram usadas para espalhar propaganda russa para públicos na Alemanha, Itália, França, Reino Unido e Ucrânia.

A Meta diz que esta foi a maior e mais complexa rede ligada à Rússia que a empresa identificou desde o início da invasão.

Autoridades confirmam explosões submarinas antes de fugas no Nord Stream

Carmen Guilherme | há 1 mês

A Suécia indicou que detetou duas explosões submarinas, "muito provavelmente devido a detonações", perto dos locais onde foram detetadas fugas nos gasodutos que transportam gás russo para a Europa, anunciou hoje um instituto sísmico sueco.

 Uma primeira "emissão maciça de energia" de uma magnitude de 1,9 foi registada na noite de domingo às 02:03 locais (01:03 em Lisboa), no sudeste da ilha dinamarquesa de Bornholm, disse Peter Schmidt, da Rede Nacional Sísmica Sueca, à agência francesa AFP.

O instituto sueco registou uma segunda ocorrência de magnitude 2,3 às 19:04 locais de segunda-feira (18:04 em Lisboa), no nordeste da ilha.

"Interpretamo-lo como vindo com a maior probabilidade de alguma forma de detonação", afirmou Schmidt.

Drones de fabrico iraniano desafiam eficácia da defesa aérea ucraniana

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Três aviões não tripulados (drones) iranianos Shahed-136 foram destruídos, esta segunda-feira, pela defesa aérea ucraniana, na região de Mykolaiv, segundo fontes militares de Kyiv.

Na declaração das autoridades ucranianas é feita referência ao facto de as suas forças armadas estarem a "procurar métodos eficazes para combater" este tipo de drones.

Fugas em gasodutos? Ucrânia fala em "ataque terrorista"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak , descreveu as grandes fugas observadas nos gasodutos do Mar Báltico como um “ataque terrorista”.

Numa publicação na rede social Twitter, referiu: "A "fuga de gás" do Nord Stream-1 nada mais é do que um ataque terrorista planeado pela Rússia e um ato de agressão à União Europeia". 

Sublinhou ainda que a intensão destas fugas é "desestabilizar a situação económica na Europa e causar pânico pré-inverno" Por isso, refere que a melhor resposta "é o investimento em segurança — nomeadamente tanques na Ucrânia. Principalmente os alemães…".

As imagens das fugas no Nord Steam 2

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Captadas com recurso a um avião F-16 das forças armadas dinamarquesas, é possível ver imagens de uma das fugas do gasoduto Nord Stream 2, no mar Báltico, perto da ilha dinamarquesa de Bornholm.

Estas imagens surgiram depois de um sismógrafo nesta ilha registar duas vezes picos de tremores de terra, segunda-feira, no dia em que os gasodutos Nord Stream 1 e 2 sofreram grandes perdas de pressão.

Veja aqui as imagens:

Autoridades dinamarquesas partilham imagens das fugas no Nord Stream 2

Veja as primeiras imagens das fugas no Nord Stream 2 captadas pelas forças armadas dinamarquesas.

Beatriz Cavaca | 15:28 - 27/09/2022

Resultados parciais dos referendos apontam para adesão à Rússia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A informação está a ser avançada pela agência russa RIA Novosti que refere que os primeiros resultados dos quatro referendos realizados em regiões ocupadas da Ucrânia -  Luhansk, Donetsk, Zaporizhzhia e Kherson - dão um vitória esmagadora à anexação. 

Resultados parciais de referendos dão 'sim' a adesão à Rússia, diz RIA

Agência estatal russa diz que primeiros resultados mostram que mais de 96% dos residentes nas áreas ocupadas da Ucrânia são a favor da adesão à Rússia.

Carmen Guilherme com Lusa | 15:49 - 27/09/2022

Putin. Referendos de anexação visam "salvar a população" russófona

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente russo, Vladimir Putin, justificou hoje a realização de referendos de anexação organizados por Moscovo em quatro regiões da Ucrânia com o objetivo de "salvar a população" russófona desses territórios.

"O resgate das pessoas em todos estes territórios onde se realiza o referendo (...) está no centro das atenções da nossa sociedade e de todo o país", disse Putin numa reunião com membros do Governo, citado pela agência francesa AFP.

Portugal entre os 12 países da UE que defendem teto para preço do gás

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Pelo menos doze Estados-membros da União Europeia, entre os quais Portugal, subscreveram uma carta conjunta na qual defendem a imposição de um teto para o preço do gás, que querem ver discutido já no Conselho extraordinário de Energia.

"[Referendos] não têm nenhum valor. Resultados não serão reconhecidos"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

"[Os referendos] não têm nenhum valor. Estes resultados não serão reconhecidos por ninguém", sublinhou João Gomes Cravinho no Ministério dos Negócios Estrangeiros, esta terça-feira, numa cerimónia de lançamento pelos CTT de um selo solidário com o povo ucraniano

Para o ministro, a "atitude" é de farsa "por parte do poder ilegítimo e ocupante na Ucrânia em partes do território ucraniano", pelo que "o reconhecimento internacional será nulo".

O ministro disse ainda que é "muito importante que os responsáveis russos deixem de falar de forma irresponsável sobre a utilização de armas nucleares".

"É absolutamente incogitável a utilização de armas nucleares e devem abandonar este tipo de ameaça que, aliás, não intimida", afirmou.

"Em relação à escalada [do conflito na Ucrânia], eu creio que seria importante a Rússia procurar uma saída para a situação que criou. Todos já perceberam que a Rússia não vai ganhar esta guerra, logo é preciso encontrar uma maneira de sair da situação que criou e isto, obviamente, tem de começar pela retirada do território ucraniano", declarou ainda.

"[Referendos] não têm nenhum valor. Resultados não serão reconhecidos"

Os referendos em curso nos territórios ocupados ucranianos não terão reconhecimento da comunidade internacional, disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, sublinhando que são uma farsa do poder ocupante e ilegítimo russo.

Lusa | 13:54 - 27/09/2022

Boletins de voto são levados aos doentes em hospital de Donetsk

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Num hospital em Donetsk, os doentes de um hospital também são chamados a votar no referendo imposto pela Rússia.

Veja aqui as imagens captadas pela lente da Reuters:

Notícias ao Minuto Doentes internados votam em Donetsk© Reuters   Notícias ao Minuto Doentes internados votam em Donetsk© Reuters  

Geórgia e Cazaquistão enfrentam êxodo de russos que fogem à guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Ministério do Interior da Geórgia disse que as chegadas de russos quase duplicaram para cerca de 10.000 por dia após o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, ter anunciado a mobilização de 350.000 reservistas.

No domingo, chegaram à Geórgia 11.200 russos e cerca de 10.000 na segunda-feira, em comparação com 5.000 a 6.000 na semana anterior, disse o ministério georgiano, citado pela agência francesa AFP.

Já o Ministério do Interior do Cazaquistão, uma antiga república soviética na Ásia Central, disse que 98.000 russos chegaram ao país desde 21 de setembro.

Geórgia e Cazaquistão enfrentam êxodo de russos que fogem à guerra

A Geórgia e o Cazaquistão, dois dos países vizinhos da Rússia, confirmaram hoje um aumento acentuado da chegada de russos desde 21 de setembro, quando Moscovo decretou uma mobilização parcial para a guerra na Ucrânia.

Lusa | 12:42 - 27/09/2022

Bruxelas diz que é "prematuro" especular sobre fugas do Nord Stream

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Comissão Europeia informou, esta terça-feira, que considera "prematuro" especular sobre a causa das fugas nos dois gasodutos Nord Stream nos últimos dias.

Citado pela agência Reuters, um porta-voz da Comissão referiu em conferência de imprensa que, "nesta fase, é muito prematuro especular sobre quais são as causas".

Sublinhou ainda que "os Estados-membros estão a analisar esta questão, e vamos permanecer em contato próximo com os responsáveis pelos Gasodutos, mas não é realmente o momento para especular", afirmou.

Referendos trarão "segurança" às regiões anexadas, diz Peskov

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Kremlin afirmou que os referendos de anexação que terminam hoje em quatro zonas da Ucrânia controladas por Moscovo terão "consequências profundas" para os territórios, sobretudo no que diz respeito à segurança.

"Nesses territórios, haverá mudanças cruciais dos pontos de vista legal e do direito internacional e todas as respetivas consequências [das medidas tomadas] para garantir a segurança", disse, esta terça-feira, o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov.

"O nosso sistema legal considerará todas as opções e, claro, os nossos deputados, os nossos órgãos executivos e as nossas equipas jurídicas estão prontos", acrescentou.

Kremlin. Referendos trarão "segurança" às regiões anexadas, diz Peskov

O Kremlin afirmou que os referendos de anexação que terminam hoje em quatro zonas da Ucrânia controladas por Moscovo terão "consequências profundas" para os territórios, sobretudo no que diz respeito à segurança.

Lusa | 12:28 - 27/09/2022

Apoiantes de Putin criticam mobilização e pedem castigo para responsáveis

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A mobilização militar parcial anunciada por Vladimir Putin tem gerado muita confusão, controvérsia e críticas um pouco por toda a sociedade russa, e nem os mais fiéis veículos de propaganda do Kremlin escondem o seu desconforto. Num dos mais importantes espaço de comentário da televisão russa, o comentador Vladimir Solovyov e a diretora da televisão RT, Margarita Simonyan, queixaram-se do caos em torno do processo de recrutamento.

"Europa, para de financiar a guerra de Putin", pode ler-se em Bruxelas

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Uma organização de ativistas pela Ucrânia colocou, esta terça-feira, um cartaz de grandes dimensões em frente do Parlamento Europeu em Bruxelas onde se lê: "Europa, para de financiar a guerra de Putin".

O objetivo da organização Razom We Stand é incentivar os líderes europeus a banir o uso de combustíveis fósseis vindos da Federação Russa.

Veja aqui as imagens:

"Europa, para de financiar a guerra de Putin", pode ler-se em Bruxelas

O slogan pode ler-se num cartaz de grandes dimensões colocado esta manhã de terça-feira em frente do Parlamento Europeu.

Beatriz Cavaca | 10:54 - 27/09/2022

Rússia poderá "forçar mobilização de ucranianos" com anexação

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Instituto para o Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês) admitiu hoje que a Rússia poderá anexar regiões da Ucrânia que controla já no fim desta semana, para forçar o recrutamento militar dos residentes ucranianos.

Segundo o ISW, o ciclo normal de recrutamento militar na Rússia inicia-se em 01 de outubro (sábado), e a rápida integração de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia poderá forçar os ucranianos ali residentes a lutar pelas forças russas.

Medvedev. "A Rússia tem o direito de usar armas nucleares, se necessário"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Em mais uma publicação polémica no seu canal da rede social Telegram, o atual vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, afirmou esta terça-feira que "a Rússia tem o direito de usar armas nucleares, se necessário", reforçando as intenções do presidente Vladimir Putin.

O ex-líder russo justificou esta afirmação sublinhando que a utilização de armas nucleares está nos Fundamentos da Política de Estado no Campo da Dissuasão Nuclear e é legítima "se nós ou os nossos aliados formos atacados com esse tipo de armas. Ou se a agressão com o uso de armas convencionais ameaça a própria existência do nosso Estado [a Rússia]".

Afirmou, também, que vão fazer de tudo para "evitar o aparecimento de armas nucleares nos vizinhos hostis [como a Ucrânia]", nomeadamente, "na Ucrânia nazi, que hoje é controlada diretamente pelos países da NATO".

Medvedev. "A Rússia tem o direito de usar armas nucleares, se necessário"

De acordo com Dmitri Medvedev "é inútil contar com a razão e a vontade política do regime de Kyiv. Mas ainda há uma frágil esperança de bom senso e tentativa de autopreservação dos países inimigos que os toleram".

Beatriz Cavaca | 10:42 - 27/09/2022

Êxodo russo continua na Geórgia

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O anúncio de mobilização militar parcial por parte da Rússia causou um êxodo russo que ainda não cessou, de acordo imagens de satélite captadas durante o fim de semana. Em baixo, poderá ver as enormes filas de carros junto da fronteira com a Geórgia.

Na artigo abaixo, poderá ler mais sobre a saída de cidadãos russos:

Êxodo russo. Mais de 260 mil homens terão saído do país

Em diferentes partes da fronteiras há relatos de diferentes tratamentos. Na Geórgia, os residentes conseguem sair da Rússia a pé. No Cazaquistão, são mandados para trás - para os escritórios de alistamento.

Notícias ao Minuto | 18:38 - 26/09/2022

Gasoduto Nord Stream regista falhas nos tubos do Mar Báltico

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O gasoduto Nord Stream 1, que fornece gás da Rússia à Alemanha, está afetado em "dois pontos de fuga" no Mar Báltico, indicaram hoje as autoridades dinamarquesas e suecas, após a descoberta de fugas no gasoduto. Já antes, no domingo, haviam sido detetadas deficiências no gasoduto Nord Stream 2, que funciona em paralelo com o Nord Stream 1.

"As autoridades já foram informadas de que se registam dois pontos de fuga no gasoduto Nord Stream 1, que também não está operacional, mas que contém gás", disse o ministro dinamarquês para o Clima e a Energia através de um comunicado citado pela agência France Press.

Vídeo. Comissão eleitoral de Donetsk canta o hino russo na mesa de votos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Num vídeo partilhado nas redes sociais pela correspondente da BBC Sarah Rainsfor, que foi expulsa da Rússia e agora reporta a partir da Ucrânia, é possível ver os representantes de uma mesa eleitoral na região separatista de Donetsk a cantar o hino da Federação Russa antes do início do processo eleitoral.

Na rede social Twitter, a repórter do canal britânico comenta: "Uma 'Comissão Eleitoral' em Donetsk canta o hino russo antes da 'votação' de mais um dia sobre a adesão ou não à Rússia... Não esperem muitos votos 'não' aqui".

Veja aqui este momento:

Vídeo. Comissão eleitoral de Donetsk canta o hino russo na mesa de votos

No vídeo, é possível ver funcionários de uma mesa eleitoral em Donetsk, de pé, espalhados numa sala, a cantar em frente à bandeira da Rússia.

Beatriz Cavaca | 09:03 - 27/09/2022

Presidente do Cazaquistão disposto a acolher refratários russos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente do Cazaquistão disse hoje que o país vai proteger os cidadãos russos que estão a fugir para território cazaque evitando a incorporação militar em curso na Rússia no quadro da campanha contra a Ucrânia.

A caminho da guerra, reservistas dizem adeus à família na Sibéria

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Desde o anúncio feito por Vladimir Putin, na quarta-feira passada, sobre a "mobilização parcial", muitos são os reservistas que já tiveram de abandonar as suas cidades. Na pequena cidade de Omsk, na Sibéria, as despedidas não escaparam à lente da Reuters.

Além das imagens, o repórter da agência internacional descreveu ainda que entre os choros e abraços dos familiares e amigos dos que partiam para a guerra, se podiam ouvir músicas e canções de guerra soviéticas.

Veja aqui esta galeria:

A caminho da guerra, reservistas dizem adeus à família na Sibéria

Entre os choros e abraços dos familiares e amigos dos que partiam para a guerra, podiam ouvir-se músicas e canções de guerra soviéticas.

Beatriz Cavaca | 08:23 - 27/09/2022

Putin pode anunciar anexação esta sexta-feira, segundo o Reino Unido

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente Vladimir Putin está a programar  discursar em ambas as câmaras do parlamento russo esta sexta-feira, 30 de setembro, e pode usar o discurso para anunciar formalmente a adesão dos territórios russos ocupados da Ucrânia, segundo avança o relatório do Ministério da Defesa britânico, desta manhã.

De acordo com a inteligência britânica, "existe uma possibilidade realista de Putin usar o seu discurso para anunciar formalmente a adesão das regiões ocupadas da Ucrânia à Federação Russa".

Dizem ainda que "é quase certo que os líderes russos esperam que qualquer anúncio de adesão seja visto como uma defesa da "operação militar especial" e consolide o apoio patriótico ao conflito".

EUA prontos a aumentar sanções à Rússia se anexar territórios ocupados

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os EUA avisaram na segunda-feira que estão dispostos a aumentar as sanções à Federação Russa se esta decidir anexar os territórios ucranianos onde estão a ser realizados referendos sobre a integração.

"Estamos preparar para impor um custo económico importante e rápido à Federação Russa, em resposta às ações que estamos a viver se continuarem com a anexação", disse, em conferência de imprensa, a porta-voz da Casa Blanca, Karine Jean-Pierre.

Acrescentou ainda que levam "muito a sério" a ameaça do presidente russo, Vladimir Putin, de que a Federação Russa conta com um arsenal nuclear "sem paralelo", que lhe permitiria contrariar qualquer ameaça ocidental e insistiu que o seu uso teria "consequências catastróficas", também para a Federação Russa.

Terminam referendos de adesão à Rússia de territórios ucranianos ocupados

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os referendos sobre a adesão à Federação russa dos territórios ucranianos ocupados de Donetsk, Lugansk, Zaporijia e Kherson terminam hoje, segundo as autoridades pró-russas, e serão objeto de discussão em reunião no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Para recordar

Beatriz Cavaca | há 1 mês
  • Peskov diz que cidadania é dada a Snowden na sequência de pedido de 2020 - O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse, esta segunda-feira, que Edward Snowden recebeu a cidadania russa - anunciada também hoje - na sequência do pedido que fez em 2020, por forma a facilitar as viagens da sua esposa americana, Lindsay Mills.
  • Número de mortos em tiroteio numa escola russa sobe para 17 - O número de mortos registado esta segunda-feira quando um homem entrou numa escola russa e abriu fogo subiu para 17 pessoas, incluindo pelo menos 11 crianças, registando-se também 24 feridos, anunciaram as autoridades locais.
  • União Europeia e NATO concordam emitir nova declaração conjunta - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, concordaram esta segunda-feira que "chegou a hora" de emitir uma nova declaração conjunta de ambas as entidades para "progredir na sua associação".

  • Países Baixos aumentam apoio à Ucrânia e sanções à Rússia - O primeiro-ministro dos Países Baixos anunciou, esta segunda-feira, que dará mais apoio à Ucrânia. "Estamos a avançar no nosso apoio á Ucrânia. Mais armas, mais sanções e mais isolamento para a Rússia. Sublinhei isto mais uma vez ao telefone com Volodmyr Zelenksy", escreveu Mark Rutte numa publicação partilhada no Twitter.

  • Nord Stream investiga diminuição de pressão - A operadora dos gasodutos Nord Stream emitiu, esta segunda-feira, um comunicado, no qual explicou que os técnicos estão a averiguar problemas com a pressão nas duas ramificações do gasoduto.

     

Início de cobertura

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Bom dia. Recomeçamos aqui a nossa cobertura AO MINUTO dos principais acontecimentos sobre a guerra na Ucrânia. Pode recordar a cobertura anterior aqui.

AO MINUTO: "Donetsk é prioridade"; Nord Stream investiga fugas de gás

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:53 - 26/09/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório