Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Presidente brasileiro recebeu missão de observação da OEA

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, recebeu hoje os membros da missão de observação da Organização dos Estados Americanos (OEA) às eleições do próximo domingo no país.

Presidente brasileiro recebeu missão de observação da OEA
Notícias ao Minuto

18:34 - 26/09/22 por Lusa

Mundo Brasil

"Foi uma reunião em um ambiente muito cordial", disse o ex-ministro paraguaio Rubén Ramírez Lezcano, chefe da missão enviada ao Brasil pela OEA, após encontro com Bolsonaro no palácio presidencial.

"Nossa missão é absolutamente de observação, em total respeito às instituições do Brasil", disse o diplomata, que chefia uma comissão composta por 55 personalidades de 17 nacionalidades.

Os observadores da OEA serão distribuídos por quase todo o país no domingo, quando os brasileiros vão às urnas para eleger um novo Presidente e 27 governadores, além de renovar as câmaras legislativas nacionais e regionais, segundo Ramírez Lezcano.

Jair Bolsonaro aparece nas sondagens com intenção de voto de pouco mais de 30%, ante os 45% que disseram votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato de uma ampla frente progressista que, segundo as mesmas sondagens, poderá mesmo ultrapassar 50% na primeira volta e assim resolver a disputa.

O atual Presidente brasileiro, apoiado por uma emergente extrema-direita, tem feito críticas às missões internacionais de observação, convidadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável pela organização das eleições.

Em várias ocasiões, Bolsonaro disse que essas missões "não terão nada a observar", pois considera que o sistema eletrónico que o país utiliza para eleições desde 1996 não permite nenhum tipo de auditoria.

Na mesma linha, sustenta que as urnas eletrónicas favorecem possíveis fraudes, embora, desde que foram adotadas, não tenha havido uma única denúncia de irregularidades.

Além da OEA, o TSE convidou missões de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), da União Interamericana de Organismos Eleitorais (Uniore), da Fundação Internacional para Sistemas Eleitorais e do Carter Center.

A eleição presidencial no Brasil tem a primeira volta marcada para 02 de outubro e a segunda, caso seja necessária, para 30.

Às presidenciais brasileiras concorrem 11 candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D'Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Leia Também: Filho do Presidente do Brasil comemora vitória de Giorgia Meloni

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório