Meteorologia

  • 31 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Orban. Sanções da UE à Rússia "foram um tiro pela culatra"

"Podemos dizer com segurança que, com resultado das sanções, o povo europeu ficou mais pobre, enquanto a Rússia não caiu de joelhos", afirmou Viktor Orbán, esta segunda-feira.

Orban. Sanções da UE à Rússia "foram um tiro pela culatra"

Em declarações no parlamento húngaro, esta segunda-feira, o primeiro-ministro Viktor Orbán, declarou que as sanções à Rússia da União Europeia "foram um tiro pela culatra", tendo em conta que fizeram a Europa ficar mais pobre.

Citado pela agência Reuters, o chefe do executivo húngaro defendeu que está há muito em desacordo com a UE sobre algumas de suas políticas, vistas em Bruxelas como "antidemocráticas", e pediu um cessar-fogo para acabar com a guerra sendo que as sanções contra a Rússia estão a dar um golpe na economia.

Em referência às eleições italianas, em que a extrema-direita saiu vitoriosa, sublinhou também que "podemos dizer com segurança que, com resultado das sanções, o povo europeu ficou mais pobre, enquanto a Rússia não caiu de joelhos". "Isto foi um tiro pela culatra e a Europa deu um tiro no próprio pé", afirmou.

O governo de Orbán está ainda, neste momento, em negociações com a Comissão Europeia para garantir fundos da UE bloqueados por preocupações com o Estado de Direito húngaro. O governante anunciou lançará uma "consulta nacional" sobre as sanções e que pretende reforçar o apoio doméstico ao seu partido Fidesz em políticas como direitos dos homossexuais ou migrações.

Leia Também: Hungria quer que sanções da UE à Rússia sejam levantadas até fim do ano

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório