Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

AO MINUTO: "Donetsk é prioridade"; Nord Stream investiga fugas de gás

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: "Donetsk é prioridade"; Nord Stream investiga fugas de gás
Notícias ao Minuto

07:53 - 26/09/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Os primeiros homens russos a serem recrutados no âmbito da anunciada mobilização militar parcial começaram a chegar esta segunda-feira às bases militares, com os serviços secretos britânicos a apontarem para o treino básico e insuficiente que os novos soldados terão antes de combaterem na Ucrânia.

No ponto de vista diplomático, os Estados Unidos e a Ucrânia voltaram a avisar a Rússia para as consequências de uma ação nuclear em solo ucraniano. Numa entrevista no domingo à noite, o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, avisou que as consequências do uso de armas nucleares "serão horrendas".

Na Rússia, continuam os protestos contra a mobilização parcial, com especial enfoque nos povos mais isolados do país. Foram registados protestos nos pontos mais a leste da Crimeia e, no Daguestão - uma região no norte do Cáucaso, que faz fronteira com o Azerbaijão e a Geórgia e cuja população é apenas entre 3% e 4% russa - as manifestações foram violentas, com fortes confrontos entre polícia e homens mobilizados.

Fim de acompanhamento

Teresa Banha | há 1 mês

Boa noite. Encerramos aqui este acompanhamento AO MINUTO de todas as notícias relacionadas com a guerra na Ucrânia. Iniciaremos um novo registo na manhã de terça-feira.
 

Peskov diz que cidadania é dada a Snowden na sequência de pedido de 2020

Teresa Banha | há 1 mês

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse, esta segunda-feira, que Edward Snowden recebeu a cidadania russa - anunciada também hoje - na sequência do pedido que fez em 2020, por forma a facilitar as viagens da sua esposa americana, Lindsay Mills.

O antes e o depois chocante de um soldado ucraniano libertado pela Rússia

Teresa Banha | há 1 mês

Na semana passada, Ucrânia e Rússia anunciaram a maior troca de prisioneiros militares desde o início da guerra, entre eles estava Mykhailo Dianov, soldado e músico ucraniano, cujas imagens estão a chocar o mundo, por mostrarem uma grande deterioração física.

O antes e o depois chocante de um soldado ucraniano libertado pela Rússia

Mykhailo Dianov fez parte da resistência ucraniana na siderúrgica Azovstal, em Mariupol.

Notícias ao Minuto com Lusa | 23:33 - 26/09/2022

 

Número de mortos em tiroteio numa escola russa sobe para 17

Teresa Banha | há 1 mês

O número de mortos registado esta segunda-feira quando um homem entrou numa escola russa e abriu fogo subiu para 17 pessoas, incluindo pelo menos 11 crianças, registando-se também 24 feridos, anunciaram as autoridades locais.

Número de mortos em tiroteio numa escola russa sobe para 17

O número de mortos registado esta segunda-feira quando um homem entrou numa escola russa e abriu fogo subiu para 17 pessoas, incluindo pelo menos 11 crianças, registando-se também 24 feridos, anunciaram as autoridades locais.

Lusa | 23:19 - 26/09/2022

União Europeia e NATO concordam emitir nova declaração conjunta

Teresa Banha | há 1 mês

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, concordaram esta segunda-feira que "chegou a hora" de emitir uma nova declaração conjunta de ambas as entidades para "progredir na sua associação".

União Europeia e NATO concordam emitir nova declaração conjunta

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, concordaram esta segunda-feira que "chegou a hora" de emitir uma nova declaração conjunta de ambas as entidades para "progredir na sua associação".

Lusa | 22:53 - 26/09/2022

Países Baixos aumentam apoio à Ucrânia e sanções à Rússia

Teresa Banha | há 1 mês

O primeiro-ministro dos Países Baixos anunciou, esta segunda-feira, que dará mais apoio à Ucrânia. "Estamos a avançar no nosso apoio á Ucrânia. Mais armas, mais sanções e mais isolamento para a Rússia. Sublinhei isto mais uma vez ao telefone com Volodmyr Zelenksy", escreveu Mark Rutte numa publicação partilhada no Twitter.

O chefe de governo explicou ainda que estas medidas surgiriam "em resposta à mobilização da Rússia e referendos ilegítimos". "Proteger a Europa é crucial para a nossa segurança", rematou.

Os Países Baixos vão aumentar o apoio militar à Ucrânia e impor novas sanções à Rússia, anunciou o primeiro-ministro do país, Mark Rutte. “Estamos a aumentar o nosso apoio à Ucrânia. Mais armas, mais sanções e mais isolamento para a Rússia. Salientei mais uma vez este facto quando falei com Zelensky, em resposta à mobilização da Rússia e aos referendos ilegítimos. A proteção da Europa é crucial para a nossa segurança”, escreveu no Twitter.

Nord Stream investiga diminuição de pressão

Teresa Banha | há 1 mês

A operadora dos gasodutos Nord Stream emitiu, esta segunda-feira, um comunicado, no qual explicou que os técnicos estão a averiguar problemas com a pressão nas duas ramificações do gasoduto.

"Esta noite, os reguladores do Nord Stream 1 registaram uma diminuição de pressão nas duas ramificações do gasoduto", explicaram na nota. "Os motivos estão a ser averiguados", remataram.

O comunicado foi emitido depois de as autoridades dinamarquesas registarem uma fuga de gás no Nord Stream 2.

Zelensky e ucranianos entre os nomeados para o Prémio Sakharov 2022

Teresa Banha | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o povo e as organizações civis ucranianas estão nomeadas para a edição de 2022 do Prémio Sakharov, do Parlamento Europeu, pela contribuição extraordinária para proteger a liberdade de consciência, foi, esta segunda-feira, anunciado.

Zelensky e ucranianos entre os nomeados para o Prémio Sakharov 2022

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o povo e as organizações civis ucranianas estão nomeadas para a edição de 2022 do Prémio Sakharov, do Parlamento Europeu, pela contribuição extraordinária para proteger a liberdade de consciência, foi hoje anunciado.

Lusa | 22:04 - 26/09/2022

Rússia acusa diplomata japonês de espionagem e expulsa-o do país

Teresa Banha | há 1 mês

A Rússia deu 48 horas a um diplomata japonês para que saísse do país, de acordo com o que avança o Ministério dos Negócios Estrangeiros, citado pelas agências de notícias.

"Um diplomata japonês foi detido devido a receber dinheiro em troca de informações sobre a cooperação da Rússia com outro país da região da Ásia-Pacífico", explicaram as autoridades russas federais em comunicado, citado pelas agências.

De acordo com a mesma fonte, trata-se de Motoki Tatsunori, um responsável que estava na cidade russa de Vladivostok.

Forças de segurança russas acusam de espionagem cônsul-geral do Japão

As forças de segurança russas detiveram hoje em Vladivostok, na parte leste do país, o cônsul japonês Motoki Tatsunori, acusado de espionagem.

Lusa | 19:15 - 26/09/2022

Donetsk é prioridade n.º 1 para os ucranianos (e também para os russos)

Teresa Banha | há 1 mês

O presidente da Ucrânia disse, esta segunda-feira, que Donetsk é a prioridade na contraofensiva levada a cabo pelos militares do país.

"A situação na região de Donetsk é particularmente grave", sublinhou Volodymyr Zelensky no seu discurso habitual diário. "Estamos a fazer de tudo para conter a atividade do inimigo. É a nossa prioridade n.º1 por agora, já que o Donbass é o objetivo n.º1 para os ocupantes", notou.

Guia de jornais russos? Do Putin "protetor" à "gratidão" dos separatistas

Teresa Banha | há 1 mês

O Kremlin enviou uma série de regras para os jornais. Saiba o que o presidente da Rússia quer ver nas páginas das publicações.

Guia de jornais russos? Do Putin "protetor" à "gratidão" dos separatistas

O Kremlin enviou uma série de regras para os jornais. Saiba o que o presidente da Rússia quer ver nas páginas das publicações.

Teresa Banha | 20:47 - 26/09/2022

Maxar Technologies mostram filas de quilómetros junto à Geórgia

Teresa Banha | há 1 mês

A Maxar Tecnologies partilhou, esta segunda-feira, algumas imagens aéreas das filas com mais de dois mil veículos a tentar sair da Rússia a partir da fronteira com a Geórgia.

As imagens foram registadas pela empresa de tecnologia espacial ontem, e mostram as longas filas. Entretanto, há relatos de que os civis estão a ser autorizados a atravessar a fronteira a pé, e as imagens foram registadas.

Hungria opõe-se a sanções da UE ao nuclear russo

Teresa Banha | há 1 mês

A Hungria, muito dependente da energia russa, opôs-se, esta segunda-feira, a qualquer sanção da União Europeia relacionada com a cooperação nuclear com Moscovo, após as consultas do fim de semana em Bruxelas sobre novas medidas.

Hungria opõe-se a sanções da UE ao nuclear russo

A Hungria, muito dependente da energia russa, opôs-se hoje a qualquer sanção da União Europeia relacionada com a cooperação nuclear com Moscovo, após as consultas do fim de semana em Bruxelas sobre novas medidas.

Lusa | 18:57 - 26/09/2022

Êxodo russo. Mais de 260 mil homens terão saído do país

Teresa Banha | há 1 mês

Pelo menos 261 mil homens abandonaram a Rússia entre a última quarta-feira, quando o presidente anunciou a mobilização parcial, e domingo. 

 A informação é avançada pelo site Meduza, um meio de comunicação independente russo, com sede em Riga, na Letónia.

Êxodo russo. Mais de 260 mil homens terão saído do país

Em diferentes partes da fronteiras há relatos de diferentes tratamentos. Na Geórgia, os residentes conseguem sair da Rússia a pé. No Cazaquistão, são mandados para trás - para os escritórios de alistamento.

Notícias ao Minuto | 18:38 - 26/09/2022


  

Nord Stream 2 regista fuga. Apesar de inativo, gasoduto está cheio

Teresa Banha | há 1 mês

As autoridades marítimas dinamarquesas anunciaram, esta terça-feira, que existe uma fuga de gás no Nord Stream 2 que é perigosa. De acordo com o operador do gasoduto, a figa está a sudeste da ilha dinamarquesa de Bornholm, no Mar Báltico.

Um porta-voz explicou que uma perda de pressão foi detectada, na manhã desta segunda-feira, e que todos os envolvidos (Alemanha, Dinamarca, Suécia, Finlândia e Rússia) foram avisados. Apesar de o gasoduto estar atualmente inativo para a importação de gás, continua cheio.

O incidente surge dias depois da inauguração de um novo gasoduto, Gasoduto Báltico, que deverá trazer gás norueguês a partir da Dinamarca, e com destino final à Polónia. O gás norueguês deverá ser um importante substituto para o gás russo, que chega cada vez menos à Europa.

Fuga de gás detetada em gasoduto que liga Federação Russa à Europa

A autoridade marítima dinamarquesa disse hoje que tinha sido detetada uma fuga de gás no gasoduto que liga a Federação Russa à Europa, sob o Mar Báltico, e que isso é um perigo para a navegação marítima.

Lusa | 20:42 - 26/09/2022

NATO realiza exercícios no Mar Báltico hoje e terça-feira

Teresa Banha | há 1 mês

A Organização do Tratado do Atlântico Norte partilhou, esta segunda-feira, uma fotografia no Twitter que mostra um dos aviões que está a participar nos exercícios militares que decorrem esta semana.

"Hoje e amanhã, [algumas das] forças aéreas aliadas e parceiras realizam exercícios de treinamento na região do Mar Báltico", escrevem o responsáveis.

Vladimir Putin concede cidadania russa a Edward Snowden

Teresa Banha | há 1 mês

O presidente da Rússia concede, esta segunda-feira, a cidadania a Edward Snowden, depois de já lhe ter dado asilo, avança a Reuters.

A cidadania russa é dada ao denunciante nove anos depois de este ter exposto informações da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, onde trabalhava na altura. As autoridades norte-americanas lutam há anos para que o ex-analista seja extraditado para o país, por forma a ser julgado por espionagem.

Vladimir Putin concede cidadania russa a Edward Snowden

O presidente da Rússia concede, esta segunda-feira, a cidadania a Edward Snowden, depois de já lhe ter concedido asilo, avança a Reuters.

Notícias ao Minuto | 17:47 - 26/09/2022

 

Nova vala comum junto à fronteira com a Rússia?

Teresa Banha | há 1 mês

As autoridades ucranianas estão a investigar uma possível vala comum localizada numa quinta industrial, em Kharkiv, junto à fronteira com a Rússia.

De acordo com a informação avançada pela agência France-Press (AFP), haverá sinais de violência à volta do local, e, sem explicarem como sabem, os militares locais dizem que estarão ali entre 90 a 100 cadáveres. A AFP sublinha, no entanto, que é desconhecido qualquer número oficial.

As equipas de desminagem ainda não chegaram ao local, que fica a cerca de dois quilómetros com a fronteira russa.

"Os soldados que vieram à nossa aldeia disseram que viram um local de sepultamento de soldados, mas não especificaram o número", disse Lyudmyla Vakulenko, chefe da administração local da aldeia de Kozacha Lopan, citado pela AFP.

Esta aldeia foi um dos primeiros locais a ser tomados pelas tropas russas.

Russos autorizados a atravessar fronteira com a Geórgia a pé

Teresa Banha | há 1 mês

Cinco dias após o anúncio da mobilização de cerca de 300 mil russos para a guerra na Ucrânia, os residentes tentam fugir por vários pontos do país, entre os quais o Cazaquistão e a Geórgia.

No sábado, os responsáveis russos admitiam a existência de filas na fronteira com a Geórgia, que eram compostas por mais de dois mil veículos. A Nexta partilhou, esta segunda-feira, um vídeo no qual se veem pessoas a atravessar uma estrada a pé. "Os russos foram autorizados a atravessar a fronteira com a Geórgia a pé", escrevem.

De recordar que este país tem duas repúblicas separatistas, a Abecásia e Ossétia do Sul. A Rússia reconheceu a independencia destas duas repúblicas em 2008, quando Dmitry Medvedev - hoje primeiro-ministro - era o presidente do país.

Blinken anuncia 454,5 milhões para ajudar Ucrânia a "aplicar lei"

Teresa Banha | há 1 mês

O secretário de Estado dos Estados Unidos anunciou, esta segunda-feira, que o país vai vai ter mais um pacote para a Ucrânia, no valor de cerca de 454,5 milhões de dólares [o mesmo valor em euros, aproximadamente]. Esta ajuda será destinada "a salvar vidas e aumentar a capacidade da Ucrânia em aplicar a lei e justiça criminal". "Partilhamos o compromisso de ter uma Ucrânia democrática, independente e soberana", lê-se numa publicação partilhada no Twitter.

Residentes de Kherson denunciam irregularidades em referendo

Teresa Banha | há 1 mês

Residentes em territórios ucranianos sob controlo russo denunciam irregularidades na votação sobre a adesão à Rússia, com urnas por selar, ausência de listas de votantes e sem controlo sobre quem vota ou quantas vezes vota.

Residentes de Kherson denunciam irregularidades em referendo

Residentes em territórios ucranianos sob controlo russo denunciam irregularidades na votação sobre a adesão à Rússia, com urnas por selar, ausência de listas de votantes e sem controlo sobre quem vota ou quantas vezes vota.

Lusa | 16:31 - 26/09/2022

Russos entre 18 e 65 anos proibidos de passar fronteira com o Cazaquistão

Teresa Banha | há 1 mês

Os russos com idades entre os 18 e 65 anos - e, por isso, com idade para cumprir o serviço militar - estão a ser proibidos de atravessar a fronteira com o Cazaquistão.

A situação estará a acontecer junto à cidade russa de Kurgan, de acordo com a Sky New, que cita a agência russa Tass. De acordo com a mesma fonte, aos homens que estão a ser "mandados de volta" é dito para contactarem os escritórios de alistamento militar. 

Soldados mobilizados proibidos de levar telemóveis

Teresa Banha | há 1 mês

Os soldados russos mobilizados estão proibidos de levar telemóveis consigo, de acordo com meios de comunicação russos.

"Devido a razão de segurança, é proibido utilizar telemóveis nos territórios onde estão unidades militares", explicam numa linha de informações sobre a mobilização, citada pela Sky News. De acordo com a mesma fonte, os militares podem utilizar um telefone dos mais antigos, mas apenas em algumas situações e em locais específicos.

Isto deve-se à possibilidade de com a ajuda dos telemóveis - propositadamente ou não - os soldados russos poderem dar informações sobre onde estão.

Com o recurso dos smartphones, as eventuais publicações de soldados podiam dar informações à Ucrânia, como já aconteceu. Um vídeo publicado por um soldado no Twitter permite identificar, com a ajuda do Google Maps, uma das bases aéreas onde os soldados estão a descolar, em Sokol, na Rússia.

Um outro vídeo permitiu identificar um outro aeroporto, no aeroporto de Yakutsk, na Rússia.

Reino Unido anuncia sanções contra organizadores de referendos ilegais

Hélio Carvalho | há 1 mês

O governo britânico anunciou uma série de sanções contra o governo da Rússia, em resposta à imposição de referendos em territórios ucranianos ocupados para a anexação dessas zonas à Rússia. Segundo o The Guardian, o Reino Unido vai sancionar 92 entidades, 33 das quais são responsáveis pela organização dos referendos, além de outros indivíduos ligados à atividade militar russa.

Entre os 33 oficiais sancionados estão Sergei Yeliseyev, líder do governo pró-russo imposto na cidade de Kherson; Ivan Kusov, o ministro da educação e ciência da autoproclamada república pró-russa de Lugansk; e Yevhen Balytskyi, o alegado líder do governo pró-russo de Zaporíjia, a região onde se situa a central nuclear que se mantêm nas mãos dos russos.

"Os referendos ilegais feitos de arma apontada não podem ser justos e nós nunca vamos reconhecer os seus resultados. Seguem um padrão claro de violência, intimidação, tortura e deportações forçadas nas zonas da Ucrânia que a Rússia conquistou", disse o secretário de estado dos Negócios Estrangeiros, James Cleverly.

Ucrânia: Reino Unido sanciona organizadores de "referendos fraudulentos" 

O Reino Unido anunciou hoje sanções contra 33 indivíduos ligados a "referendos fraudulentos" sobre a integração na Rússia de regiões da Ucrânia sob ocupação russa.

Lusa | 17:40 - 26/09/2022

Rússia. Vários edifícios dedicados à mobilização foram incendiados

Hélio Carvalho | há 1 mês

Vários edifícios administrativos russos, dedicados à gestão da mobilização de civis russos para lutar na guerra na Ucrânia, foram incendiados por russos como protesto contra o recrutamento imposto pelo Kremlin. Segundo a Meduza, um órgão independente russo que foi obrigado a fechar a sua atividade a partir do interior da Rússia, avança esta segunda-feira que já foram incendiados onze escritórios de recrutamento e seis edifícios administrativos desde quarta-feira.

Kremlin admite existência de consultas com os EUA sobre armas nucleares

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Kremlin reconheceu hoje que há consultas com os Estados Unidos sobre armas nucleares, depois de o Presidente russo, Vladimir Putin, ter ameaçado usar todo o seu arsenal para defender o país contra a "chantagem nuclear" da NATO.

As consultas serão realizadas "ao nível adequado", explicou Dmitri Peskov, porta-voz presidencial, reconhecendo o seu caráter esporádico.

"Existem canais de diálogo, mas as conversas são muito esporádicas. Pelo menos, permitem enviar mensagens urgentes com as posições de cada parte", clarificou Peskov, que não comentou as declarações do conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, dizendo que o seu país responderá "decisivamente" se Moscovo recorrer a armas nucleares.

Kremlin admite existência de consultas com os EUA sobre armas nucleares

O Kremlin reconheceu hoje que há consultas com os Estados Unidos sobre armas nucleares, depois de o Presidente russo, Vladimir Putin, ter ameaçado usar todo o seu arsenal para defender o país contra a "chantagem nuclear" da NATO.

Lusa | 14:33 - 26/09/2022

Orban. Sanções da UE à Rússia "foram um tiro pela culatra"

Hélio Carvalho | há 1 mês

Em declarações no parlamento húngaro, esta segunda-feira, o primeiro-ministro Viktor Orbán declarou que as sanções à Rússia da União Europeia "foram um tiro pela culatra", tendo em conta que fizeram a Europa ficar mais pobre.

Citado pela agência Reuters, o chefe do executivo húngaro defendeu que está há muito em desacordo com a UE sobre algumas de suas políticas, vistas em Bruxelas como "antidemocráticas", e pediu um cessar-fogo para acabar com a guerra sendo que as sanções contra a Rússia estão a dar um golpe na economia.

Inédito. Rússia e China no banco dos réus no Conselho de Direitos Humanos

Hélio Carvalho | há 1 mês

Rússia e China, dois membros permanente do Conselho de Segurança da ONU, vão ser, pela primeira vez na história do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, alvos de projetos de resolução.

Os países ocidentais e respetivos aliados estavam há vários meses relutantes em acusar a Rússia e a China, temendo que não fossem capazes de construir uma aliança suficientemente forte para ter os textos aprovados pela maioria dos 47 estados membros do Conselho de Direitos Humanos. 

Inédito. Rússia e China no banco dos réus no Conselho de Direitos Humanos

Rússia e China, dois membros permanente do Conselho de Segurança da ONU, vão ser, pela primeira vez na história do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, alvos de projetos de resolução.

Lusa | 14:50 - 26/09/2022

Em Kharkiv, aceleram os trabalhos de reparação das comunicações

Hélio Carvalho | há 1 mês

Numa publicação no Twitter, o ministro ucraniano para a Transformação Digital enalteceu os trabalhos de reparação das infraestruturas de comunicação nas zonas libertadas de Kharkiv pela contraofensiva ucraniana. "Em duas semanas, 27 estações foram reparadas", afirmou Mykhailo Fedorov.

"Camaradas" russos não sairão vivos se forem para matar, diz Zelensky

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, dirigiu-se novamente aos russos no domingo à noite, que tratou por "camaradas", garantindo-lhes que se entrarem no país para matar "não sairão vivos".

"Se vierem tirar a vida aos nossos filhos - eu lhes direi como pai - não vos deixarei sair vivos", disse Zelensky no domingo, em russo, no seu habitual discurso noturno. 

Kremlin não tomou nenhuma decisão sobre fecho de fronteiras, diz Peskov

Hélio Carvalho | há 1 mês

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, fez questão de vir a público, esta segunda-feira, esclarecer que ainda não foi tomada nenhuma decisão sobre o fecho de fronteiras depois da declaração da "mobilização parcial" de cidadãos para o exército.

Estas declarações, citadas pela agência Reuters, seguem-se a evidências de que muitos cidadãos russos optaram por fugir do país antes de ser mobilizados para o conflito na Ucrânia.

Kremlin não tomou nenhuma decisão sobre fecho de fronteiras, diz Peskov

Questionado sobre a possibilidade de se fechar as fronteiras Peskov, informou: "Não sei nada sobre isso. Neste momento, nenhuma decisão foi tomada sobre este assunto".

Beatriz Cavaca | 13:20 - 26/09/2022

Ataque aéreo russo destrói hospital na região de Donetsk

Hélio Carvalho | há 1 mês

O ministério da Administração Interna ucraniana afirmou esta segunda-feira, numa publicação no Telegram, que um míssil russo atingiu um hospital na cidade de Kramatorsk, na região de Donetsk. Segundo o governo, a região, localizada no Donbass e onde a contraofensiva ucraniana tenta recuperar terreno, foi alvo de 26 ataques aéreos nas últimas 24 horas.

Esta segunda-feira, diz a Ucrânia, "as forças da ocupação russa atacaram onze aldeamentos", acrescentando que "civis foram mortos e feridos", sem especificar o número.

Quanto ao ataque em Kramatorsk, o governo denuncia que "um hospital, uma propriedade privada, três edifícios de apartamentos e garagens foram destruídos" pelo ataque russo.

 

Moldova pondera retirar a cidadania a quem combate pela Rússia na Ucrânia

Hélio Carvalho | há 1 mês

O governo da Moldova (Moldávia) está a ponderar retirar a cidadania a quem ingressar na guerra na Ucrânia do lado da Rússia, segundo a presidente Maia Sandu.

De acordo com a responsável, citada pela agência Reuters, esta nova medida acontece depois da Rússia decretar uma "mobilização parcial", na semana passada, e se constatar que existem 200 mil pessoas com dupla cidadania que vivem na região separatista da Moldova, a Transnístria.

Agência nuclear da ONU preocupada com risco de acidente na Ucrânia

Hélio Carvalho | há 1 mês

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) alertou hoje que o risco de um acidente nuclear na Ucrânia, onde a central de Zaporijia é frequentemente alvo de ataques, é atualmente uma das suas principais preocupações.

"No topo da nossa lista e das nossas preocupações está a situação na Ucrânia", afirmou o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, na abertura da Assembleia Geral desta agência da ONU.

Putin assina decreto de exoneração do representante da Rússia na UE

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Presidente russo, Vladimir Putin, oficializou hoje, por decreto, a exoneração do representante permanente da Rússia na União Europeia (UE), Vladimir Chizhov, que estava no cargo há 17 anos, noticiou a agência oficial TASS.

O diplomata, de 68 anos, cessa funções simultaneamente como "representante permanente da Federação Russa junto da União Europeia e da Comunidade Europeia da Energia Atómica em Bruxelas", segundo o decreto presidencial. Chizhov já tinha anunciado que iria deixar o cargo e ofereceu uma receção de despedida a 8 de setembro, em Bruxelas, que foi boicotada pelos diplomatas da UE.

Empresário próximo de Putin admite ter fundado grupo paramilitar Wagner

Hélio Carvalho | há 1 mês

Um empresário próximo da presidência russa, Yevgeny Prigozhin, admitiu hoje ter fundado o grupo Wagner em 2014, para lutar na Ucrânia, e reconheceu o envolvimento dos seus mercenários em conflitos em África e no Médio Oriente.

Prigozhin já tinha sido acusado por vários países ocidentais e meios de comunicação russos de ser o financiador do grupo paramilitar Wagner, cujos membros alegadamente atuaram em países como a Síria, Líbia, Ucrânia, Moçambique e República Centro-Africana, entre outros.

Empresário próximo de Putin admite ter fundado grupo paramilitar Wagner

Um empresário próximo da presidência russa, Yevgeny Prigozhin, admitiu hoje ter fundado o grupo Wagner em 2014, para lutar na Ucrânia, e reconheceu o envolvimento dos seus mercenários em conflitos em África e no Médio Oriente.

Lusa | 10:31 - 26/09/2022

Patriarca russo diz que sacrificar a vida na guerra lava todos os pecados

Hélio Carvalho | há 1 mês

O patriarca ortodoxo russo Cirilo afirmou que os russos que sacrificam as suas vidas no campo de batalha na Ucrânia têm lavados "todos os seus pecados".

"Sabemos que hoje muitos estão a morrer nos campos de batalha interna. A Igreja reza para que esta batalha termine o mais rápido possível, para que o menor número possível de irmãos se mate nesta guerra fratricida", disse o patriarca russo num sermão proferido no domingo à noite, citado pela agência de notícias RIA Novosti.

Lukashenko aconselha Putin. "Deixe-os fugir. Eles vão pedir para voltar"

Hélio Carvalho | há 1 mês

Durante a reunião entre os presidentes bielorrusso e russo, em Moscovo, Aleksandr Lukashenko ofereceu um conselho a Vladimir Putin sobre os milhares de pessoas que estão a tentar fugir do país, para evitar serem mobilizados para combater na Ucrânia. Num vídeo publicado pela agência russa RIA Novosti, o ditador bielorrusso aconselhou que o Kremlin "os deixasse fugir".

"Nunca me preocupei com isso. Eles vão pedir para voltar. Você só tem de decidir o que fazer com eles", disse Lukashenko, no vídeo traduzido por pelo jornalista Alec Luhn, que foi correspondente do The Guardian em Moscovo.

Senador russo pede fecho de fronteiras para possíveis recrutas

Hélio Carvalho | há 1 mês

Um senador russo na Crimeia, que foi colocado na autoridade regional depois da anexação da península em 2014, pediu que o governo russo proibisse a saída de possíveis recrutas, chamados para a mobilização militar parcial. Citado pela agência estatal russa RIA Novosti, Sergei Tsekov pediu ao Kremlin que encerrasse as fronteiras e que "banisse viagens para o estrangeiro a todas as pessoas em idade de serviço militar".

Tsekov também disse que a multa para aqueles que tentassem fugir do país aumentasse de 3.000 rublos (cerca de 52 euros) para 50.000 rublos (cerca de 876 euros).

Tiroteio numa escola na Rússia faz nove mortos, incluindo cinco crianças

Hélio Carvalho | há 1 mês

Saindo momentaneamente do tema da guerra, mas ficando na Rússia, um tiroteio numa escola na cidade de Izhevsk, perto dos Montes Urais, fez pelo menos nove mortos, com as agências estatais russas a adiantarem que há vítimas mortais entre os alunos.

Segundo a agência russa RIA Novosti, citando uma entidade autárquica, um homem entrou na escola e abriu fogo, deixando mais 20 pessoas feridas.

A agência aponta, citando o Comité de Investigação da Rússia (a principal autoridade de investigação jurídica, o equivalente ao Ministério Público russo), que os nove mortos incluem cinco crianças, dois professores e dois seguranças.

Tiroteio numa escola na Rússia faz nove mortos, incluindo cinco crianças

O atirador suicidou-se antes da polícia chegar. Há pelo menos 20 feridos

Notícias ao Minuto | 09:24 - 26/09/2022

Energoatom acusa russos de encenarem referendo na central de Zaporíjia

Hélio Carvalho | há 1 mês

A empresa estatal de energia ucraniana, a Energoatom, acusou esta segunda-feira o governo pró-russo que ocupou a central nuclear de Zaporíjia de "encenar" uma participação livre e proativa num referendo para decidir a anexação do território pela Rússia. Numa publicação no Telegram, a empresa denunciou a presença de "mafiosos à paisana" nas equipas em Zaporíjia, que se "misturaram com os funcionários" para prestar declarações pró-russas aos meios de comunicação afetos à propaganda do regime.

"Pelo caminho, os que deram entrevistas a meios de propaganda pró-russa gritaram palavras de apoio pela Rússia e pelo pseudo-referendo, e depois foram para o autocarro no qual a 'votação' foi feita e preencheram demonstrativamente o seu boletim", escreveu a empresa.

A Energoatom enalteceu que nenhum dos "trabalhadores patriotas" de Zaporíjia decidiu participar no processo.

A central nuclear de Zaporíjia continua a ser um dos locais mais contestados da guerra, com russos e ucranianos a acusarem-se constantemente de ataques às infraestruturas da central. Os ataques terão passado a ser menos frequentes, graças à presença de uma equipa da Agência Internacional de Energia Atómica.

Lukashenko e Putin com reunião marcada em Moscovo

Hélio Carvalho | há 1 mês

O presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, vai reunir-se esta segunda-feira em Moscovo com o homólogo russo, Vladimir Putin, avança a Reuters citado a agência estatal bielorrussa.

A Bielorrússia continua a ser o principal aliado do Kremlin, permitindo que fossem realizados exercícios militares no seu território antes da guerra, cedendo passagem às tropas durante a invasão inicial e oferecendo-se para acolher armas nucleares.

Japão proíbe exportação de armas químicas para a Rússia

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Governo do Japão aprovou hoje um novo pacote de sanções devido à invasão russa da Ucrânia, incluindo a proibição da exportação para a Rússia de partes e produtos relacionados com armas químicas.

O ministério da Economia, Comércio e Indústria japonês anunciou num comunicado a expansão das sanções que já incluíam mais de 20 organizações associadas à indústria de defesa da Rússia.

Comandante regional responsável por mobilização alvejado na Sibéria

Hélio Carvalho | há 1 mês

Um comandante local russo, que estava a gerir a mobilização de civis na cidade de Ust-Ilimsk, na região siberiana de Irkutsk, foi alvejado por um homem russo que se recusou a lutar na guerra na Ucrânia. O The Guardian, confirmando vídeos que estão a circular nas redes sociais, cita um órgão regional para avançar que o comandante está em estado crítico no hospital, com vários relatórios a sugerirem que o militar poderá ter sido morto.

O The Independent acrescenta que o atirador é Ruslan Zinin, um jovem de 25 anos que foi entretanto detido.

No vídeo, um homem com roupas de camuflagem disparou contra o comandante, que estava em pé num pódio, e os outros homens presentes fugiram da sala. Pelo menos três tiros terão sido disparados.

Antes do incidente, o comandante estaria a dar um discurso "desajeitado" para motivar os homens a lutar na guerra.

Primeiros russos recrutados chegam às bases, com pouco treino à vista

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Ministério da Defesa do Reino Unido, no seu relatório diário, adiantou esta segunda-feira que os primeiros homens russos a serem chamados para a mobilização militar parcial já chegaram às bases militares russas. No entanto, os serviços secretos britânicos alertam que o exército russo providencia "treino inicial e de baixo nível aos soldados", e "muitos dos soldados recrutados não terão qualquer experiência militar durante alguns anos".

Mapa da situação. Dificuldades estruturais dificultam mobilização

Hélio Carvalho | há 1 mês

O Instituto para o Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês), uma organização norte-americana, atualizou o seu mapa da situação sobre a guerra na Ucrânia esta segunda-feira e, no relatório, o instituto saliente as dificuldades estruturais da Rússia para mobilizar um vasto número de civis para combater na Ucrânia, sem treino suficiente.

Para recordar

Hélio Carvalho | há 1 mês

Eis as principais notícias que marcaram o domingo:

Início de cobertura

Hélio Carvalho | há 1 mês

Bom dia. Recomeçamos aqui a nossa cobertura AO MINUTO dos principais acontecimentos sobre a guerra na Ucrânia. Pode recordar a cobertura anterior aqui.

AO MINUTO: Ameaça nuclear "pode ser realidade"; Mobilização? "Genocídio"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:46 - 25/09/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório