Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

Referendo em Cuba sobre novo código de família com baixa participação

O referendo em Cuba sobre um código de família, que inclui o casamento entre pessoas do mesmo sexo, decorre hoje com normalidade, mas com escassa participação nas urnas e a recusa de muitos em revelarem como votaram.

Referendo em Cuba sobre novo código de família com baixa participação
Notícias ao Minuto

21:44 - 25/09/22 por Lusa

Mundo Cuba

A maioria das quinze pessoas - numa amostra não representativa - que foram consultadas pela agência Efe em quatro assembleias de voto, em Havana, indicou que votariam contra, embora quase todas preferissem não dizê-lo diante das câmaras ou identificar-se.

Alguns consideraram que é normal o casamento entre homossexuais, mas quanto à possibilidade de adoção, também prevista no código, consideraram tratar-se de algo "bem diferente".

Amelia Ponce, 57 anos, de Havana, defendeu o código descrevendo-o como "necessário": "Votei 'sim' porque é inclusivo e dará muitos direitos a muitas pessoas", disse à Efe.

Nos colégios eleitorais visitados pela Efe - são cerca de 24 mil em todo o país - o fluxo de eleitores foi escasso e, ao final da manhã, segundo dados oficiais, apenas 37% tinham votado, menos 20 pontos percentuais do que à mesma hora, em 2019, durante o referendo constitucional.

As escolas abriram este domingo para a realização do referendo, o quarto desde o triunfo da revolução em 1959 e o primeiro por uma lei específica.

Espera-se que os resultados preliminares sejam divulgados na segunda-feira, sendo vinculativos e exigindo uma maioria simples.

Leia Também: Tempestade Ian vai tornar-se num grande furacão na passagem por Cuba

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório