Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Dois corpos desmembrados encontrados no espaço de dias em França

Investigadores já descartaram qualquer ligação entre os dois casos. Mas a morte de uma mulher continua a intrigar a polícia e a população.

Dois corpos desmembrados encontrados no espaço de dias em França
Notícias ao Minuto

18:41 - 25/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Meurthe-et-Moselle

Dois corpos foram encontrados desmembrados, com poucos dias de diferença, e a cerca de 50 quilómetros de distância um do outro, no departamento francês de Meurthe-et-Moselle. 

Trata-se de o corpo desmembrado de uma mulher, entre os 20 e 35 anos, e o corpo de um homem decapitado.

As coincidências levaram as autoridades a desconfiar de uma possível ligação entre os dois casos, algo que foi entretanto descartado. 

Os restos mortais da mulher foram encontrados a 19 de setembro, em Mont-Saint-Martin, junto a um edifício abandonado. Já o cadáver do homem foi descoberto dias antes, na floresta.

O caso despertou suspeitas de um homicida em série na região, mas a polícia já esclareceu que a morte do homem remonta a junho e deverá tratar-se de um caso de suicídio.

Já a morte da mulher continua a ser investigada como crime, embora os resultados da autópsia não tenham revelado vestígios de balas, facadas ou violência sexual.

As autoridades acreditam que esta tenha morrido nas 24 horas que antecederam a descoberta do corpo.

A vítima, que ainda não foi identificada, tinha um piercing no umbigo e duas tatuagens, uma na virilha direita mencionando a palavra "Kiko", e outra na parte inferior das costas, representando um punhal e uma rosa, disse o magistrado, que distribuiu imagens dessas tatuagens para a imprensa.

As análises de ADN estão em curso e as autoridades consideram a hipótese de feminicídio ou assassinato de uma prostituta morta na vizinha Bélgica ou no Luxemburgo.

Vídeo a circular nas redes sociais

De acordo com o comissário de divisão Antoine Baudant, chefe da polícia judiciária de Metz, há uma "dúzia de investigadores criminais" a trabalhar a tempo inteiro nesta investigação, que promete ser "longa e difícil".

Foi aberta uma linha para recolher testemunhos sobre possíveis pistas, adianta o site 20 minutes.

As autoridades também abriram um procedimento para identificar o autor de um vídeo do corpo da vítima que circula nas redes sociais.

Leia Também: Corpo encontrado na Boca do Inferno. Mulher ainda não foi identificada

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório