Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

Antigo chefe de gabinete de ex-PR do Burkina Faso condenado a 20 anos

O antigo chefe de gabinete do ex-Presidente do Burkina Faso Blaise Compaoré, o general Gilbert Diendéré, foi hoje condenado a 20 anos de prisão pelo homicídio de um líder estudantil durante uma manifestação na capital, em 1990.

Antigo chefe de gabinete de ex-PR do Burkina Faso condenado a 20 anos
Notícias ao Minuto

15:49 - 22/09/22 por Lusa

Mundo Burkina Faso

Diendéré foi também condenado a pagar uma multa de um milhão de francos centroafricanos, equivalentes a 1.500 euros, enquanto os outros dois acusados, Amadou Bamba e Yougbaré Magloire Victor, foram apenas condenados à prisão.

Victor, que está fugido à Justiça, foi condenado a 30 anos de prisão, e Bamba foi condenado a 10 anos, de acordo com o portal de notícias Burkina 24, citado pela Europa Press.

Os condenados estava acusados de deter ilegalmente vários estudantes, entre os quais Boukary, que foi torturado até à morte no âmbito da sua participação numa manifestação estudantil que foi violentamente reprimida pelas forças de segurança.

Diendéré foi considerado durante três décadas como uma das principais figuras do Burkina Faso e foi o 'braço direito' de Campaoré, que presidiu a este país africano de 1991 a 2014 e, em 2015, encabeçou um golpe de Estado falhado contra Michel Kafando.

O antigo general já tinha sido sentenciado, em abril, a prisão perpétua pelo seu papel no homicídio, em 1987, do líder revolucionário e ícone do pan-africanismo Thomas Sankara, tendo Campaoré recebido a mesma sentença.

Leia Também: Burkina Faso. Pelo menos 35 civis morrem em explosão de engenho artesanal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório