Meteorologia

  • 30 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 23º

AO MINUTO: "Paz permanente" é miragem; Ainda está "longe" o fim da guerra

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: "Paz permanente" é miragem; Ainda está "longe" o fim da guerra
Notícias ao Minuto

08:15 - 18/08/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

O secretário-geral das Nações Unidas está, esta quinta-feira, em Lviv, onde se encontrou com o chefe de Estado da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

A visita ocorre quatro meses depois da última e, segundo o gabinete de António Guterres, o encontro de hoje será dedicado à revisão do acordo de exportação de cereais ucranianos pelo Mar Negro.

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 12 milhões de pessoas de suas casas - mais de seis milhões de deslocados internos e mais de seis milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Fim de cobertura

Sara Gouveia | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado o acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa da Ucrânia. Poderá acompanhar-nos novamente na manhã de sexta-feira.

Kyiv denuncia chegada à Síria de novo navio com cereais roubados

Sara Gouveia | há 1 mês

A embaixada ucraniana no Líbano informou hoje que um novo navio carregado de cereais, roubados pelas forças russas de armazéns em territórios ocupados na Ucrânia, chegou a um porto sírio.

Há duas semanas, a mesma embaixada tinha alertado para a chegada de um primeiro navio com cereais saqueados a este país. "De acordo com as nossas informações, o 'SV Konstantin' atracou na Síria. Há uma decisão de um tribunal ucraniano para parar este navio", sublinhou a missão diplomática de Kyiv em Beirute.

A embaixada ucraniana no Líbano explicou ainda que o 'SV Konstantin' foi carregado entre 24 de junho e 01 de julho em Sebastopol, na Crimeia, e partiu para a cidade turca de Izmir, onde foi detido pelas autoridades deste país, mas libertado em 1 de agosto.

Kyiv denuncia chegada à Síria de novo navio com cereais roubados

A embaixada ucraniana no Líbano informou hoje que um novo navio carregado de cereais, roubados pelas forças russas de armazéns em territórios ocupados na Ucrânia, chegou a um porto sírio.

Lusa | 23:13 - 18/08/2022

Rússia aviva patriotismo com exibição de troféus de guerra

Sara Gouveia | há 1 mês

Tanques, viaturas blindadas, obuses, alguns com marcas recentes de fogo e estilhaços, são os troféus de guerra do Exército russo exibidos na maior feira militar da Rússia para avivar o patriotismo após quase meio ano de conflito na Ucrânia.

"A particularidade deste obus [peça de artilharia destinada a lançar projéteis] é que é feito de 80% de titânio, por isso é fácil de transportar por via aérea", adiantou à agência de notícias EFE um dos oficiais que assistia à exposição do fórum militar Armia-2022, referindo-se a um canhão M777 Howitzer, de fabrico norte-americano.

A peça de artilharia, acrescentam os soldados russos, foi capturada em Lisichansk, a última cidade da região ucraniana de Lugansk a ser tomada pelas tropas russas.

Ucrânia. Rússia aviva patriotismo com exibição de troféus de guerra

Tanques, viaturas blindadas, obuses, alguns com marcas recentes de fogo e estilhaços, são os troféus de guerra do Exército russo exibidos na maior feira militar da Rússia para avivar o patriotismo após quase meio ano de conflito na Ucrânia.

Lusa | 22:24 - 18/08/2022

Ucrânia. "Paz permanente" baseada no acordo sobre cereais ainda é miragem

Sara Gouveia | há 1 mês

A visita de António Guterres à Ucrânia alimentou informações de que o acordo de Istambul mediado por ONU e Turquia abrisse caminho, mais que à exportação de cereais ucranianos, a um cessar-fogo, mas tal mantém-se uma miragem.

A própria agência oficial russa TASS, citando uma televisão turca, noticiou antes do encontro trilateral desta tarde em Lviv, no oeste da Ucrânia, entre o secretário-geral da ONU e os presidentes turco e iraniano, que hoje mesmo poderia ser proposto um cessar-fogo em território ucraniano, quando se cumprem quase seis meses desde que as tropas de Vladimir Putin irromperam pelo país.

Ucrânia. "Paz permanente" baseada no acordo sobre cereais ainda é miragem

A visita de António Guterres à Ucrânia alimentou informações de que o acordo de Instambul medidado por ONU e Turquia abrisse caminho, mais que à exportação de cereais ucranianos, a um cessar-fogo, mas tal mantém-se uma miragem.

Lusa | 20:40 - 18/08/2022

Rússia. Incêndio em paiol perto da fronteira ucraniana

Sara Gouveia | há 1 mês

Duas aldeias russas foram hoje evacuadas devido a um incêndio que deflagrou num paiol situado perto da fronteira com a Ucrânia, anunciaram as autoridades locais.

Este incêndio surge alguns dias após explosões numa base militar e num depósito de munições na Crimeia, península ucraniana anexada pela Rússia em 2014, acusando Moscovo neste último caso Kyiv de um ato de "sabotagem".

Rússia. Incêndio em paiol perto da fronteira ucraniana

Duas aldeias russas foram hoje evacuadas devido a um incêndio que deflagrou num paiol situado perto da fronteira com a Ucrânia, anunciaram as autoridades locais.

Lusa | 20:52 - 18/08/2022

Porta-voz de Guterres diz que se está "longe" do fim da guerra

Sara Gouveia | há 1 mês

O porta-voz adjunto do secretário-geral das Nações Unidas (ONU) admitiu hoje que ainda está "longe" o momento em que se poder falar "sobre os esforços para acabar com os combates" na Ucrânia.

Questionado por uma jornalista sobre o facto de o secretário-geral da ONU, que se encontra em solo ucraniano, não ter feito nenhuma menção a discussões para tentar acabar com a guerra da Rússia na Ucrânia, Farhan Haq frisou que António Guterres trabalha em várias iniciativas relacionadas com o conflito.

Ucrânia. Porta-voz de Guterres diz que se está "longe" do fim da guerra

O porta-voz adjunto do secretário-geral das Nações Unidas (ONU) admitiu hoje que ainda está "longe" o momento em que se poder falar "sobre os esforços para acabar com os combates" na Ucrânia.

Lusa | 21:08 - 18/08/2022

Zelensky exclui negociações de paz com Rússia sem retirada de tropas

Sara Gouveia | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, excluiu hoje qualquer negociação de paz com Moscovo sem a retirada prévia das tropas russas do território da Ucrânia.

"Pessoas que matam, violam, atacam as nossas cidades civis com mísseis de cruzeiro todos os dias não podem querer a paz. Deveriam primeiro abandonar o nosso território, e então veremos", declarou Zelensky numa conferência de imprensa em Lviv, sublinhando "não confiar na Rússia".

Zelensky exclui negociações de paz com Rússia sem retirada de tropas

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, excluiu hoje qualquer negociação de paz com Moscovo sem a retirada prévia das tropas russas do território da Ucrânia.

Lusa | 19:02 - 18/08/2022

Presidente da Turquia alerta para risco de nova catástrofe nuclear

Sara Gouveia | há 1 mês

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, alertou hoje para o risco de uma nova catástrofe nuclear que poderá resultar da invasão russa da Ucrânia, depois da que ocorreu na central de Chernobil em 1986.

"Não queremos uma nova Chernobil", disse Erdogan numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e o secretário-geral da ONU, António Guterres, em Lviv, oeste da Ucrânia.  

Zelensky reuniu-se separadamente com Guterres e com Erdogan, antes de um encontro trilateral para discutir a guerra na Ucrânia, iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro deste ano.

Presidente da Turquia alerta para risco de nova catástrofe nuclear

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, alertou hoje para o risco de uma nova catástrofe nuclear que poderá resultar da invasão russa da Ucrânia, depois da que ocorreu na central de Chernobil em 1986.

Lusa | 19:06 - 18/08/2022

Finlândia investiga violação do seu espaço aéreo por dois caças russos

Sara Gouveia | há 1 mês

O Ministério da Defesa finlandês indicou hoje que está a investigar uma possível violação do seu espaço aéreo por parte de dois aviões de combate russos ocorrida esta manhã no sul do país. Segundo as autoridades finlandesas, o incidente registou-se às 09h40 locais (07h40 de Lisboa) em frente à cidade costeira de Porvoo, cerca de 47 quilómetros a leste de Helsínquia.

Suspeita-se de que as aeronaves, preliminarmente identificadas como dois caças russos MIG-31, entraram à volta de um quilómetro em território finlandês, na direção oeste, violando o seu espaço aéreo durante cerca de dois minutos.

De acordo com o Ministério da Defesa finlandês, assim que o incidente foi detetado, as Forças Aéreas finlandesas enviaram um dos seus caças para realizar um voo de reconhecimento na zona.

Guterres realça estabilização de mercados e quer desmilitarizar Zaporíjia

Sara Gouveia | há 1 mês

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, identificou hoje sinais de estabilização dos mercados globais de alimentos e pediu, após uma reunião com os presidentes ucraniano e turco, a desmilitarização da central nuclear de Zaporijia (Zaporizhzhya), sob ocupação russa.

"Desde a invasão russa da Ucrânia, tenho sido claro: não há solução para a crise alimentar global sem garantir acesso global total aos produtos alimentícios da Ucrânia e alimentos e fertilizantes russos. Quero expressar a minha gratidão a todas as partes pelo apoio" na implementação do acordo de exportação de cereais via Mar Negro, disse Guterres numa conferência de imprensa em Lviv, Ucrânia, ao lado do chefe de Estado ucraniano, Volodymyr Zelensky, e do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Guterres realça estabilização de mercados e quer desmilitarizar Zaporíjia

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, identificou hoje sinais de estabilização dos mercados globais de alimentos e pediu, após uma reunião com os presidentes ucraniano e turco, a desmilitarização da central nuclear de Zaporijia (Zaporizhzhya), sob ocupação russa.

Lusa | 17:43 - 18/08/2022


  

Lojas Starbucks na Rússia voltam a abrir como Stars Coffee

Sara Gouveia | há 1 mês

As cafetarias Starbucks voltaram a abrir, esta quinta-feira, na Rússia, mas desta vez pela mão de um dono de restaurantes e um rapper. Este é o mais recente rebranding de uma grande empresa ocidental depois de esta ter abandonado o país como consequência da invasão à Ucrânia.

De acordo com a montra de uma das lojas no centro de Moscovo, fotografada pela agência Reuters, o novo nome da cadeia é Stars Coffee, e apresenta um logotipo semelhante às lojas ocidentais com uma imagem de uma mulher com uma estrela acima da cabeça.

Lojas Starbucks na Rússia voltam a abrir como Stars Coffee

Este é o mais recente rebranding de uma grande empresa ocidental depois de esta ter abandonado o país como consequência da invasão à Ucrânia.

Beatriz Cavaca | 16:00 - 18/08/2022

Zelensky pede à ONU que assegure segurança na central de Zaporíjia

Tomásia Sousa | há 1 mês

O Presidente da Ucrânia pediu hoje às Nações Unidas que assegure a segurança na central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia), onde o aumento dos bombardeamentos levantou receios de um acidente nuclear.

Rússia desloca três caças com mísseis hipersónicos para Kaliningrado

Tomásia Sousa | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou hoje que três caças MiG-31 armados com mísseis hipersónicos Kinzhal foram deslocados para a base aérea de Chkalovsk, no enclave de Kaliningrado, no âmbito de "medidas adicionais de dissuasão estratégica".

Rússia envia caças com mísseis hipersónicos para enclave de Kaliningrado

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou hoje que três caças MiG-31 armados com mísseis hipersónicos Kinzhal foram deslocados para a base aérea de Chkalovsk, no enclave de Kaliningrado, no âmbito de "medidas adicionais de dissuasão estratégica".

Lusa | 14:31 - 18/08/2022

Um morto em ataque em Mykolaiv

Tomásia Sousa | há 1 mês

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas num ataque russo em Mykolaiv, no sul da Ucrânia, adiantou o autarca da cidade, Oleksandr Sienkevych.

Turquia poderá propor cessar-fogo e mediar encontro Zelensky-Putin

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O presidente da Turquia poderá propor hoje, nas conversações de Lviv, um cessar-fogo na Ucrânia e a sua mediação para um encontro entre os líderes ucraniano e russo, noticiou a agência russa TASS, citando uma televisão turca.

Recep Tayyip Erdogan chegou hoje a Lviv, uma cidade na zona ocidental da Ucrânia, onde se vai reunir com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e com o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Marcelo louva papel de Guterres na Ucrânia. "Já obteve sucessos visíveis"

Tomásia Sousa | há 1 mês

O Presidente da República exaltou hoje a importância do papel do secretário-geral das Nações Unidas no âmbito do conflito na Ucrânia.

Numa nota publicada no site da Presidência esta quinta-feira, dia em que António Guterres se irá encontrar com os presidentes da Ucrânia e da Turquia, Marcelo Rebelo de Sousa frisa que o diplomata "já obteve sucessos visíveis em matéria de fornecimento de cereais" e promove agora "novas pontes de diálogo entre a Ucrânia e a Turquia".

Guterres fala da importância da universidade para a democracia

Tomásia Sousa | há 1 mês

Na Universidade de Lviv, na Ucrânia, António Guterres falou no papel da academia para o desenvolvimento da democracia.

"Hoje muitas pessoas pensam que apenas os governos interessam, mas não. Cada vez mais a contribuição da sociedade civil e academia são essenciais para o desenvolvimento das democracias".

Rússia já perdeu 44.300 militares, segundo a Ucrânia

Tomásia Sousa | há 1 mês

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia publicou uma atualização sobre as perdas da Rússia desde o início da invasão. Segundo a tutela, pelo menos 44.300 soldados russos foram mortos.

Pelo menos 11 mortos em bombardeamento russo em Kharkiv

Tomásia Sousa | há 1 mês

Pelo menos 11 pessoas morreram, incluindo três crianças, e outras 35 ficaram feridas devido aos bombardeamentos russos na região de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, declararam hoje as autoridades ucranianas.

Nove das mortes ocorreram na capital, Kharkiv, e outras duas na cidade de Krasnograd, informou Oleh , chefe da Administração Militar regional ucraniana, sublinhando que três dos mortos são crianças.

Ucrânia em alerta com possíveis ataques por visita de Guterres e Erdogan

Tomásia Sousa | há 1 mês

As autoridades ucranianas estão em alerta por causa de possíveis ataques russos durante a visita do secretário geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou hoje o porta-voz dos serviços de informação militar, Andriy Yusov.

Ucrânia em alerta com possíveis ataques por visita de Guterres e Edogan

As autoridades ucranianas estão em alerta por causa de possíveis ataques russos durante a visita do secretário geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou hoje o porta-voz dos serviços de informação militar, Andriy Yusov.

Lusa | 10:40 - 18/08/2022

Rússia ameaça fechar central nuclear

Tomásia Sousa | há 1 mês

A Rússia ameaçou fechar a central nuclear de Zaporíjia caso a Ucrânia continue a bombardear a instalação, algo que Kyiv continua a negar.

Igor Kirillov, chefe do departamento da Proteção Radioativa, Química e Biológica do ministério da Defesa russo, afirmou que os sistemas de apoio do prédio ficaram danificados na sequência de ataques.

Em caso de acidente, acrescentou Igor Kirillov, o material radioativo cobriria a Polónia, a Alemanha e a Eslovénia.

Ucrânia deve "preparar-se para todos os cenários" em Zaporíjia

Tomásia Sousa | há 1 mês

A Ucrânia deve "preparar-se para todos os cenários" na central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia), ocupada pela Rússia, alertou o ministro do Interior.

"Ninguém poderia prever que as tropas russas estavam a bombardear reatores nucleares. É incrível", afirmou Denys Monastyrsky.

Enquanto a fábrica for controlada pela Rússia, há "grandes riscos", acrescentou o ministro ucraniano.

Soldado ferido canta hino ucraniano ao ser transportado com vítima mortal

Tomásia Sousa | há 1 mês

Um soldado com ferimentos no maxilar inferior não deixou que a sua situação o impedisse de cantar o hino ucraniano, ao ser transportado com uma vítima mortal do conflito.

Os paramédicos do batalhão voluntário Hospitalários, que faz parte do exército voluntário ucraniano, não contiveram a emoção, e juntaram-se ao coro. O momento foi registado em vídeo, que poderá ver aqui.

Mais um navio carregado de cereais deixa a Ucrânia

Tomásia Sousa | há 1 mês

Mais um navio carregado de cereais deixou hoje o porto ucraniano de Chornomorsk, informou o ministério da Defesa turco.

É o primeiro de quatro navios a sair hoje daquele porto do Mar Negro e o 25.º a deixar a Ucrânia mediante o acordo mediado pela Turquia e pela ONU.

Agência Internacional de Energia Atómica envia delegação a Zaporíjia

Tomásia Sousa | há 1 mês

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) aceitou o pedido da Ucrânia para enviar uma delegação para a região de Zaporíjia para garantir a segurança atómica, revelou o chefe da diplomacia ucraniana, Dmytro Kuleba.

"Enfatizei a urgência da missão em lidar com as ameaças à segurança nuclear causadas pelas hostilidades da Rússia", acrescentou Kuleba numa publicação no Twitter.

A central nuclear de Zaporíjia, a maior da Europa, localizada no sul da Ucrânia e ocupada por tropas russas desde 4 de março, tem sido alvo de bombardeamentos, pelos quais ambos os lados se culpam mutuamente.

Rússia garante que não tem armas na central nuclear

Tomásia Sousa | há 1 mês

O ministro da Defesa russo garante que não há armas pesadas na central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia) e acusa Kyiv de estar a preparar uma "provocação" durante a visita de António Guterres à Ucrânia.

"As tropas russas não têm armas pesadas nem na central nuclear nem nas zonas circundantes", afirmou.

A garantia surge depois de Volodymyr Zelensky ter revelado que planeia enviar uma equipa para a região de Zaporíjia para garantir a segurança atómica.

Para recordar...

Tomásia Sousa | há 1 mês
  • Ataque russo em Kharkiv fez seis mortos. O governador regional de Kharkiv, Oleg Sinegubov, elevou, na quarta-feira, para seis o número de mortos num bombardeamento russo naquela cidade ucraniana, com o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, a denunciar um "ataque desprezível e cínico";
  • Mais três navios com alimentos deixam portos ucranianos. Três navios comerciais partiram ontem de portos ucranianos transportando um total de 33.750 toneladas de alimentos através do corredor humanitário marítimo;
  • "Exército russo deve retirar-se do território da central nuclear". O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, revela que as autoridades locais estão em "constante contacto" com a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) e que planeiam enviar uma equipa para a região de Zaporíjia para garantir a segurança atómica. Zelensky disse ainda que "o exército russo deve retirar-se do território da central nuclear e de todas as áreas vizinhas", bem como "retirar o seu equipamento militar da central".

Início de cobertura

Tomásia Sousa | há 1 mês

Bom dia. Damos início a mais uma cobertura AO MINUTO sobre a guerra na Ucrânia. Poderá recordar os principais acontecimentos de quarta-feira na ligação abaixo.

AO MINUTO: Seis mortos em Kharkiv; Zelensky exige retirada dos russos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 08:20 - 17/08/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório