Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

AO MINUTO: Kyiv quer "criar caos"; Funcionários sob pressão em Zaporíjia

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Kyiv quer "criar caos"; Funcionários sob pressão em Zaporíjia
Notícias ao Minuto

07:44 - 16/08/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Chegámos ao 174.º dia de guerra e a tensão em Zaporíjia (Zaporizhzhia) continua a marcar a atualidade com Volodymyr Zelensky a apelar aos líderes mundiais para intervir e prevenir um acidente na central nuclear.

Entretanto os combates continuam a concentra-se na zona do Donbass, com Kharkiv e Sumy a registar fortes explosões no dia de ontem.

Fim de cobertura

Ema Gil Pires | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado mais um acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa sobre a Ucrânia. Poderá acompanhar uma nova cobertura na manhã de quarta-feira. 

Navalny critica ausência de sanções ocidentais sistemáticas a oligarcas

Ema Gil Pires | há 1 mês

O opositor russo Alexei Navalny, que está preso, criticou esta terça-feira a ausência de sanções ocidentais sistemáticas contra os oligarcas russos, pelo seu apoio ao regime de Vladimir Putin e à invasão militar russa da Ucrânia.

Em mensagem cheia de exemplos, divulgada nas redes sociais, afirmou que só 46 dos 200 russos mais ricos, segundo a classificação feita pela revista Forbes, estão submetidos a sanções pelos EUA, pela União Europeia (UE) e pelo Reino Unido.

Saiba mais aqui.

Operadora nuclear ucraniana denuncia ciberataque russo contra 'site'

Ema Gil Pires | há 1 mês

A operadora ucraniana de centrais nucleares Energoatom denunciou esta terça-feira um ataque cibernético russo "sem precedentes" contra o seu 'site' na Internet, especificando que a sua operação não foi interrompida.

Saiba mais aqui.

Currículo ucraniano muda devido à invasão e exclui autores russos

Ema Gil Pires | há 1 mês

O Ministério da Educação e Ciência da Ucrânia alterou o programa do ensino secundário para o próximo ano letivo, o que inclui, entre outros, a retirada de autores russos e bielorrussos.

Em comunicado divulgado hoje, o Ministério acrescentou que na disciplina de Literatura Estrangeira vão ser estudados apenas os autores de obras de língua russa nascidos no território da atual Ucrânia ou que tiveram uma relação especial com o país, com exclusão dos naturais da Rússia e Bielorrússia.

Saiba mais aqui.

Ucranianos na central de Zaporíjia trabalham sob pressão das armas russas

Ema Gil Pires | há 1 mês

Os técnicos ucranianos que continuam a operar na central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia) fazem-no sob a pressão das armas dos militares russos que detém o controlo da mesma, reporta a Reuters. Em causa estão declarações proferidas por um destes funcionários, que garante que continuam a certificar-se de que não se origina nenhum desastre semelhante ao que ocorreu em Chernobyl.

O técnico, que pediu que a sua identidade não fosse revelada por medo de represálias russas, ofereceu um raro vislumbre das condições de trabalho na central de Zaporíjia - que tem sido alvo de bombardeamentos que tanto Kyiv como Moscovo atribuem ao opositor.

Ucranianos na central de Zaporíjia trabalham sob pressão das armas russas

Atualmente, a central de Zaporíjia encontra-se repleta de militares russos altamente armados.

Notícias ao Minuto | 19:54 - 16/08/2022

"Criar o caos". Assessor de Zelensky revela estratégia militar ucraniana

Ema Gil Pires | há 1 mês

Neste momento do conflito, a Ucrânia está empenhada em levar a cabo uma contraofensiva que pretende criar o "caos às forças russas", através do ataque às linhas de abastecimento dos invasores em territórios ocupados. A informação foi avançada por Mykhailo Podolyak, conselheiro do presidente da Ucrânia, em entrevista ao The Guardian.

De acordo com a mesma fonte, poderão ser esperados mais ataques nos "próximos dois ou três meses" - semelhantes, nomeadamente, aos misteriosos ataques desta terça-feira sobre um cruzamento ferroviário e uma base aérea na Crimeia. Mas, também, ao incidente que afetou, na semana passada, aviões de guerra russos que se encontravam no aeródromo de Saky, na mesma península.

"Criar o caos". Assessor de Zelensky revela estratégia militar ucraniana

Na perspetiva do conselheiro de Volodymyr Zelensky, em causa está uma estratégia que é contrária à tática de Moscovo.

Notícias ao Minuto | 18:51 - 16/08/2022

Guterres vai reunir com Zelensky e Erdogan na Ucrânia na quinta-feira

Ema Gil Pires | há 1 mês

O secretário-geral da ONU, António Guterres, vai encontrar-se com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e com o líder turco, Tayyip Erdogan, na quinta-feira em território ucraniano, segundo avançado por um porta-voz da referida organização.

Na sexta-feira, Guterres visitará o porto de Odessa, onde as exportações de cereais foram retomadas no âmbito de um acordo estabelecido entre a ONU e a Ucrânia, está a noticiar a Reuters.

Guterres na Ucrânia esta semana para encontro com Zelensky e Erdogan

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, estará entre quinta-feira e sexta-feira na Ucrânia, onde se reunirá com o presidente do país, Volodymyr Zelensky, e com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciaram hoje fontes oficiais.

Lusa | 18:17 - 16/08/2022

Um morto e 10 feridos em bombardeamentos russos sobre Nikopol e Orikhiv

Ema Gil Pires | há 1 mês

O The Kyiv Independent está a noticiar que um bombardeamento russo sobre a cidade ucraniana de Nikopol, na região de Dnipropetrovsk, e outro sobre Orikhiv, na região de Zaporizhzhia (Zaporíjia), provocaram uma morte e dez feridos.

SEF concedeu quase 50 mil proteções temporárias, 13.468 a menores

Ema Gil Pires | há 1 mês

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) informou esta terça-feira que desde o início do conflito na Ucrânia, em fevereiro, já concedeu 49.997 proteções temporárias a ucranianos ou estrangeiros que residiam no país, entre elas 13.468 a menores.

Saiba mais aqui.

Ponte que liga a Crimeia à Rússia com "tráfego recorde"

Ema Gil Pires | há 1 mês

A Ponte da Crimeia, que liga a região anexada à Rússia, tem registado um "tráfego recorde" recentemente, à medida que as pessoas se apressam para abandonar o local, segundo relatos dos media russos.

Em causa está um fenómeno que aparenta estar relacionado com os incidentes que têm decorrido recentemente na península anexada pela Rússia.

Primeiro navio comercial a abandonar a Ucrânia chegou hoje à Síria

Ema Gil Pires | há 1 mês

O primeiro navio a ter partido da Ucrânia ao abrigo de um acordo destinado a potenciar a retoma das exportações de cereais ucranianos atracou esta terça-feira na cidade síria de Tartus, segundo dão conta uma fonte de navegação e dados de satélite.

De acordo com a Reuters, o navio Razoni, com bandeira da Serra Leoa, partiu do porto de Odessa a 1 de agosto e acabaria por não descarregar a carga no Líbano, tal como inicialmente planeado.

Nos últimos dias, tinham existido algumas dúvidas acerca da sua localização, visto que o seu transponder estava desligado. 

Primeiro navio comercial a abandonar a Ucrânia chegou hoje à Síria

Nos últimos dias, tinham existido algumas dúvidas acerca da sua localização, visto que o seu transponder estava desligado. 

Notícias ao Minuto | 17:52 - 16/08/2022

Turquia, Irão e Coreia do Sul. Principais destinos de navios com cereais

Ema Gil Pires | há 1 mês

Turquia, Irão e Coreia do Sul são os principais destinos das exportações de alimentos ucranianos pelo Mar Negro, indicaram esta terça-feira fontes oficiais, acrescentando que 21 navios foram autorizados a sair dos portos da Ucrânia desde o início do mês.

Num comunicado divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o centro de coordenação conjunta (CCC) da denominada "Iniciativa de grãos do Mar Negro" indicou que autorizou um total de 36 movimentos de navios (21 de saída e 15 de entrada) através do corredor marítimo humanitário no Mar Negro para facilitar a exportação segura de cereais, alimentos e fertilizantes, dos portos ucranianos.

Saiba mais aqui.

Mais oito soldados russos suspeitos de crimes de guerra em Bucha

Ema Gil Pires | há 1 mês

O serviço de segurança da Ucrânia referiu, através de uma publicação na rede social Telegram, ter identificado mais oito soldados russos suspeitos de crimes de guerra em Bucha.

Em causa estão oito militares que se veem agora acusados dos crimes de roubo em propriedades pertencentes a "residentes locais", muitas delas "abandonadas".

As autoridades ucranianas disseram ainda ter já notificado estes oito indivíduos.

Macron apoia visita da AIEA à central de Zaporíjia

Ema Gil Pires | há 1 mês

A Sky News está a noticiar que, durante a conversa que teve esta terça-feira com o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, o presidente francês, Emmanuel Macron, sublinhou as suas preocupações acerca dos riscos a que as instalações nucleares da Ucrânia estão sujeitas no contexto da guerra. 

O chefe de Estado francês disse ainda apoiar a proposta da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) a propósito do envio de uma missão destinada a examinar a situação em torno da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia).

Macron apela para retirada das forças russas da central de Zaporíjia

O Presidente francês, Emmanuel Macron, apelou hoje para a retirada das forças russas da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia), no sul da Ucrânia, sublinhando os "riscos" que a respetiva presença representava para a segurança do local.

Lusa | 19:19 - 16/08/2022

Uma em cada oito pessoas desempregadas em Kyiv está deslocada

Ema Gil Pires | há 1 mês

Uma em cada oito pessoas atualmente em situação de desemprego na capital ucraniana, Kyiv, encontra-se sob o estatuto de deslocada, de acordo com as autoridades ucranianas, citadas pela Sky News.

"De acordo com os dados de 11 de agosto de 2022, existiam 1.761 desempregados com o estatuto de deslocados internos registados no serviço de emprego da capital. No total, representavam 12% do número total de pessoas desempregadas", explicou o Centro de Emprego da Cidade de Kyiv.

Moscovo acusa sabotadores ucranianos de atacarem central nuclear russa

Ema Gil Pires | há 1 mês

A Rússia denunciou esta terça-feira três ataques contra linhas elétricas da central nuclear russa de Kursk, situada a cerca de 50 quilómetros da fronteira com a Ucrânia, que atribuiu a sabotadores ucranianos.

Segundo o Serviço de Segurança Federal (FSB, na sigla original), "grupos de sabotadores ucranianos explodiram seis torres de alta tensão" de distribuição de energia da central nuclear de Kursk.

Saiba mais aqui.

Ex-secretário-geral da ONU exorta mundo a recordar vítimas de Bucha

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O ex-secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, apelou hoje ao mundo para honrar os civis encontrados mortos quando as forças russas se retiraram da área circundante de Kyiv, após a tentativa de invadir a capital da Ucrânia.

O antigo diplomata sul-coreano, que foi secretário-geral entre 2007 e 2016, visitou Bucha, onde centenas de civis foram encontrados mortos após a retirada russa, no final de março.

"É difícil expressar os meus sentimentos. É uma atrocidade horrível. É um crime contra a humanidade e (os responsáveis) devem ser responsabilizados", disse Ban Ki-moon à Associated Press depois de visitar a Igreja de Santo André, o Apóstolo.

Rússia acusa Reino Unido de "provocação deliberada"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia alega que o Reino Unido solicitou permissão para que o avião espião RC-135 sobrevoasse a Rússia, um movimento que chama de "uma provocação deliberada", segundo a SkyNews que cita a tutela.

O ministério acrescenta que a força aérea da Rússia foi encarregada de impedir qualquer violação do espaço aéreo do país.

O canal adianta que não existe nenhuma confirmação das autoridades britânicas sobre este acontecimento.

Ucrânia: Rússia acusa força aérea britânica de "provocação deliberada"

A Rússia acusou hoje o Reino Unido de "provocação deliberada" por ter pedido autorização para um voo de reconhecimento sobre território russo, um dia depois de um caça russo ter intercetado um avião militar britânico.

Lusa | 17:42 - 16/08/2022

Mais um ataque em território ocupado pela Rússia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Depois dos ataques desta manhã na Crimeia, o Oblast de Kursk, região ocupada pela Rússia foi também bombardeado.

De acordo com o jornal The Kyiv Independent, uma estação de comboios de mercadoria foi bombardeada nesta região. O ataque terá sido feito por indivíduos não identificados.

Autoridades ucranianas convidam Papa a visitar Bucha

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O representante da Ucrânia no Vaticano, Andrii Yurash, disse hoje que a Ucrânia vai convidar o Papa para visitar Bucha, cidade perto de Kyiv, para que veja as evidências dos alegados crimes de guerra da Rússia na Ucrânia.

Twitch recebe multa da Rússia por alojar vídeo "falso"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A plataforma de streaming Twitch, a qual é especialmente popular no segmento de videojogos, foi multada em 2 milhões de rublos (32,2 mil euros) por um tribunal na Rússia devido à presença de um vídeo de 31 segundos no serviço, conta a Reuters.

Por decisão deste tribunal, a Twitch falhou em remover o vídeo que, alegadamente, contém informações “falsas” sobre alegados crimes de guerra. A empresa detida pela Amazon junta-se assim à lista de tecnológicas norte-americanas acusadas de alojarem informação falsa sobre a guerra na Ucrânia.

Twitch recebe multa da Rússia por alojar vídeo "falso"

A empresa detida pela Amazon junta-se assim a uma lista onde já se encontram a Google e a Wikipedia.

Miguel Dias | 14:46 - 16/08/2022

 

Zelensky condena "terrorismo nuclear" em telefonema com Macron

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky condenou o "terrorismo nuclear" da Rússia na central de Zaporizhzhia (Zaporíjia) num telefonema com o presidente francês Emmanuel Macron.

Recorrendo ao Twitter informou que discutiu "o terrorismo nuclear da Rússia" com o seu colega francês e agradeceu a "ajuda de defesa" do país.

Disse ainda que: "Discutiu a ajuda macrofinanceira para a Ucrânia e os desafios da segurança alimentar".

Finlândia reduzirá o número de vistos para turistas russos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Finlândia limitará o número de vistos emitidos para turistas russos a 10% do volume atual a partir de 1 de setembro, devido ao crescente descontentamento no país com a guerra na Ucrânia, anunciou hoje o Governo finlandês.

Estónia remove monumento de guerra da era soviética para evitar "tensões"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Governo da Estónia revelou, esta terça-feira, ter decidido remover um monumento comemorativo da era soviética em Narva, na fronteira com a Rússia, justificando tratar-se de um risco para segurança da sociedade, perante a tensão sentida na região.

Estónia remove monumento de guerra da era soviética para evitar "tensões"

Segundo o ministro do Interior, Lauri Laanemets, a operação, que teve início esta terça-feira, será levada a cabo "de uma forma digna".

Daniela Filipe | 12:56 - 16/08/2022

Mísseis atingem Zhytomyr na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Com explosões na Crimeia ocupada pelos russos, as forças russas vingaram-se com ataques de mísseis a ser registados na região norte de Zhytomyr.

Rússia admite ato de sabotagem em explosões na Crimeia

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

A Rússia admitiu que as explosões ocorridas hoje num depósito de munições do seu exército na península ucraniana da Crimeia, que anexou em 2014, foram um ato de sabotagem.

"Na manhã de 16 de agosto, um armazém militar na cidade de Dzhankoy, a capital do distrito com o mesmo nome, foi danificado em resultado de sabotagem", disse o Ministério da Defesa numa declaração citada pela agência russa TASS. O ministério não identificou os responsáveis pela sabotagem.

"Não há feridos graves. Estão a ser tomadas as medidas necessárias para remediar as consequências da sabotagem", acrescentou o Ministério da Defesa, segundo a agência espanhola EFE.

Cantor de rock russo Yuri Shevchuk foi multado por criticar o Kremlin

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O músico russo Yuri Shevchuk foi hoje multado na Rússia depois de ter criticado a invasão russa da Ucrânia e o Presidente Vladimir Putin durante um concerto, avançou um tribunal russo.

Novo ataque na Crimeia. Agora, a base militar em Gvardeyskoye

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os ataques na Crimeia que começaram em Dzhankoi parecem estar a aumentar. Em primeiro lugar, foram relatados num depósito de munições perto de Dzhankoi, no norte, danificando uma estação ferroviária e ferindo duas pessoas, segundo o jornal The Guardian. De seguida, registaram-se explosões a 93 quilómetros a sul em Simoferopol.

Agora, o meio bielorrusso NEXTA informa que estão a acontecer explosões numa base aérea militar em Gvardeyskoye, no centro da região ocupada.

Ataque na Crimeia levado a cabo por forças ucranianas, diz Sky News

Beatriz Cavaca | há 1 mês

De acordo com o canal britânico SkyNews, o ataque no depósito de munições na Crimeia foi realizado por forças especiais ucranianas que operam na região.

Mais explosões sentidas na Crimeia, desta vez em Simferopol

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Há agora relatos de explosões em Simferopol no sul da Crimeia, a cerca de 93 quilómetros de distância da explosão no depósito de munições anteriormente reportada.

Ministro russo diz que não precisam de usar armas nucleares na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse esta terça-feira, durante um discurso na 10.ª Conferencia de Segurança Internacional de Moscovo que a Rússia não precisa usar armas nucleares na Ucrânia.

Referiu ainda, citado pela agência Reuters, que as operações militares ucranianas estavam a ser planeadas pelos Estados Unidos (EUA) e pelo Reino Unido, sendo que que a NATO aumentou o envio de tropas na Europa Oriental e Central "várias vezes".

Ministro russo diz que não precisam de usar armas nucleares na Ucrânia

Sergei Shoigu referiu ainda que as operações militares ucranianas estavam a ser planeadas pelos Estados Unidos.

Notícias ao Minuto | 10:37 - 16/08/2022

Zelensky substitui chefes dos serviços de segurança

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Zelensky substituiu os chefes dos serviços de segurança de quatro departamentos regionais, de acordo com decretos publicados no site da Presidência ucraniana.

As alterações no Serviço de Segurança da Ucrânia, acontecem nas regiões de Kyiv, Ternopil e Lviv.

Putin: Visita a Taiwan foi uma "provocação cuidadosamente planeada"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou esta terça-feira, na 10.º Conferência de Segurança Internacional de Moscovo, que a visita da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (EUA) Nancy Pelosi, a Taiwan foi uma "provocação cuidadosamente planeada" e um movimento "deliberado" destinado a desestabilizar a região.

Referiu também que os países ocidentais estão a procurar estender um "sistema semelhante à NATO" para a região do Pacífico na Ásia.

Visita dos EUA a Taiwan foi uma "provocação cuidadosamente planeada"

"A aventura americana em Taiwan não é apenas uma viagem de um político individual irresponsável, mas parte de uma estratégia intencional e consciente dos EUA", afirmou o presidente russo.

Beatriz Cavaca com Lusa | 09:57 - 16/08/2022

Turquia informa que mais cinco navios de cereais deixaram a Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Mais cinco navios deixaram portos ucranianos com milho e trigo, três de Chornomorsk e dois de Pivdennyi, sob o acordo de exportação de cereais mediado pela ONU, segundo anunciou o Ministério da Defesa da Turquia, esta terça-feira.

Turquia informa que mais cinco navios de cereais deixaram a Ucrânia

Além destes cinco que partiram, mais quatro navios serão inspecionados ainda hoje.

Notícias ao Minuto | 09:09 - 16/08/2022

"Enquanto os EUA alimentarem o conflito militarmente, ele pode manter-se"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A poucos dias de se assinalarem seis meses de guerra na Ucrânia, o Notícias ao Minuto tentou perceber quais os próximos desenvolvimentos que podem ocorrer neste conflito, que teve início a 24 de fevereiro.

Sem fazer futurologia, mas colocando as cartas na mesa,  a investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais Diana Soller falou nas relações dos países da União Europeia (UE) - o que veio para ficar e o que poderá mudar -, no eventual isolamento da população russa e do peso dos Estados Unidos (EUA) neste conflito.

Veja aqui a entrevista, desta terça-feira, do Vozes ao Minuto:

"Enquanto os EUA alimentarem o conflito militarmente, ele pode manter-se"

Diana Soller, professora e investigadora no Instituto Português de Relações Internacionais da Universidade NOVA de Lisboa, é a entrevistada desta terça-feira do Vozes ao Minuto.

Teresa Banha | 08:41 - 16/08/2022

Ministro da Saúde ucraniano agradece apoio português em vídeo

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O ministro da Saúde da Ucrânia, Viktor Liashko agradeceu, esta segunda-feira, o apoio enviado por Portugal ao sistema de saúde do seu país, numa mensagem de vídeo publicado pelo deputado do PSD Ricardo Baptista Leite.

Ucrânia não confirma explosões na Crimeia, mas menciona o assunto

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Ucrânia não confirmou nem negou oficialmente a responsabilidade pelas explosões registadas, esta manhã, na Crimeia. No entanto, o conselheiro presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak recorreu ao Twitter, após as mesmas para informar que que há um “alto risco de morte para invasores e ladrões” na área ocupada pelos russos.

Primeiro navio da ONU com cereais para África parte de porto ucraniano

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O primeiro navio humanitário fretado pela ONU para transportar cereais ucranianos deixou hoje o porto de Pivdenny, para África, com cerca de 23.000 toneladas, anunciou o Ministério das Infraestruturas da Ucrânia.

Primeiro navio da ONU com cereais para África parte de porto ucraniano

O primeiro navio humanitário fretado pela ONU para transportar cereais ucranianos deixou hoje o porto de Pivdenny, para África, com cerca de 23.000 toneladas, anunciou o Ministério das Infraestruturas da Ucrânia.

Lusa | 08:11 - 16/08/2022

Rússia diz que não houve vítimas na explosão da Crimeia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia, citado pela agência de notícias estatal RIA, informou que não houve vítimas graves da explosão, observada esta manhã na Crimeia.

A Interfax citou também o Ministério da Defesa acrescentando que um incêndio ocorreu na área de armazenamento temporário do depósito de munição.

Frota do Mar Negro da Rússia em dificuldades

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Frota do Mar Negro da Rússia está atualmente com dificuldades para exercer um controlo marítimo eficaz, com patrulhas geralmente limitadas às águas na Crimeia, de acordo com o último relatório da inteligência britânica.

Segundo a tutela, a Frota do Mar Negro continua a usar mísseis cruzeiro de longo alcance para apoiar ofensivas terrestres, mas mantém uma postura defensiva.

A eficácia atualmente limitada desta frota mina a estratégia geral de invasão da Rússia, em parte porque a ameaça anfíbia a Odesa agora foi amplamente neutralizada, acrescentam.

Deposito de munições bombardeado na Crimeia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Num vídeo partilhado pela agência NEXTA, é possível observar um conjunto de explosões num deposito de munições russo na zona ocupada da Crimeia.

Segundo a agência russa RIA Novosti o depósito terá pegado fogo na aldeia de Mayskoye, por volta das 6h00, desta terça-feira.

Entretanto o chefe administrativo da Crimeia nomeado pela Rússia, Sergei Aksyonov, informou na rede social Telegram: “Fui para a aldeia de Mayskoye, distrito de Dzhankoy. As circunstâncias do incidente estão a ser investigadas. Vou informá-los assim que as informações estiverem disponíveis”.

Para recordar:

Beatriz Cavaca | há 1 mês
  • Venezuela acolhe desde hoje jogos militares com países amigos da Rússia - A Venezuela acolhe desde hoje os exercícios 'Sniper Frontier' dos Jogos Militares Internacionais de 2022, organizados desde 2015 pela Rússia e nos quais participam países como a China, o Irão, a Índia, Cuba e a Birmânia.
  • Zelensky diz que mundo vai "perder para o terrorismo" se não intervir - O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, apelou aos líderes mundiais para intervir e prevenir um acidente nuclear na central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia), afirmando que "se o mundo não mostrar força e determinação agora para defender uma central nuclear, isso significará que o mundo perdeu".
  • Forças russas lançaram quatro ataques em Sumy - O governador de Sumy Oblast, Dmytro Zhyvytskyi, informou esta segunda-feira, nas redes sociais, que as forças russas atacaram as comunidades de Shalyhyne, Khotin, e Znob-Novhorodske, na região de Sumy, tendo sido registadas 50 explosões, mas nenhum morto ou ferido.
  • Kharkiv sob fogo de exército russo - A cidade de Kharkiv encontra-se, mais uma vez, a ser atacada pelas tropas russas, informa o presidente da Câmara de Kharkiv, Ihor Terekhov, no Telegram, salientando que, de momento "não há informações sobre baixas".

  • Rússia alega que aeronaves britânicas violaram o espaço aéreo russo - Um avião de combate russo obrigou um avião britânico a sair do espaço aéreo russo, afirmou o Ministério da Defesa do país, ao alegar que um avião de reconhecimento britânico violou a fronteira aérea russa perto do Cabo Svyatoy Nos, localizado entre o Mar de Barents e o Mar Branco, relata a Sky News.

     

Início de cobertura

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Bom dia. Arrancamos com mais uma cobertura AO MINUTO sobre todas as principais notícias sobre a guerra na Ucrânia. Pode recordar os principais acontecimentos do dia de ontem aqui:

AO MINUTO: Kharkiv sob ataque; Cerca de 50 explosões em Sumy

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:38 - 15/08/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório