Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
25º
MIN 12º MÁX 27º

Justiça argentina recusa pedido da vice-presidente para afastar juiz

A justiça rejeitou o pedido da vice-presidente da Argentina, Cristina Fernández, para afastar dois procuradores e um juiz do tribunal que a julga por alegadas irregularidades na adjudicação de obras públicas quando foi presidente, entre 2007 e 2015.

Justiça argentina recusa pedido da vice-presidente para afastar juiz

"As ligações pessoais que se pretendem construir entre os três funcionários públicos recusados com membros de um partido político opositor ao dos arguidos carecem de elementos de prova que permitam validar e conferir os elementos jurídicos que se pretende", referem os juízes Jorge Gorini e Andres Basso numa resolução de 19 páginas a que a agência Efe teve acesso.

Um tribunal federal indeferiu na sexta-feira o pedido da defesa da vice-presidente para afastar o presidente do tribunal, Rodrigo Giménez Uriburu e o procurador Diego Luciani, por uma alegada amizade entre ambos, e um segundo procurador, Sergio Mola.

A defesa de Fernández considerou que tanto o juiz como o procurador tinham perdido "objetividade" e "imparcialidade" para conduzir o caso, com base em fotos publicadas na imprensa local, que mostram Uriburu e Luciani a jogar futebol numa quinta do ex-presidente Mauricio Macri (2015-2019), que a atual vice-presidente acusa de estar na origem da perseguição judicial contra ela.

"Participar num torneio de futebol não é o mesmo que ser convidado pelo anfitrião para participar num encontro personalizado", indicaram os magistrados no documento.

Um dos advogados de Fernández, Gregorio Dalbon, disse à Efe que a defesa vai recorrer da decisão.

Leia Também: Inflação na Argentina chega a 7,4% em julho e a 71% nos últimos 12 meses

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório