Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
25º
MIN 13º MÁX 27º

Depois da fuga, homem que tentou invadir escritório do FBI é apanhado

As autoridades do Ohio, nos Estados Unidos, disseram hoje que o confronto entre as autoridades e um homem armado suspeito de tentar entrar ilicitamente num escritório do FBI em Cincinnati terminou, tendo o homem sofrido sofrimentos.

Depois da fuga, homem que tentou invadir escritório do FBI é apanhado
Notícias ao Minuto

00:07 - 12/08/22 por Lusa

Mundo Tiros

A polícia estadual disse anteriormente que o homem tinha "ferimentos", mas sem especificar o tipo destes, depois de ter fugido e trocado tiros com as forças de segurança.

Uma atualização publicada na página do Facebook da Clinton County Emergency Management Agency indica que as "operações e resposta das forças de segurança" tinham terminado, mas não incluía qualquer informação sobre como o incidente foi resolvido ou sobre o estatuto do suspeito.

Fontes policiais disseram que o homem tinha um colete à prova de bala e foi perseguido numa autoestrada, tendo depois abandonado o carro em que seguia em estradas rurais próximas, delimitadas por bosques e campos agrícolas à saída da autoestrada Interestadual 71, a cerca de 45 milhas (72 quilómetros) a nordeste de Cincinnati.

O incidente no escritório do FBI (Federal Bureau of Investigation) em Cincinnati surge numa altura em que as autoridades alertaram para um aumento das ameaças contra agentes federais nos dias que se seguiram a uma rusga na propriedade Mar-a-Lago do ex-presidente Donald Trump, na Florida.

Os funcionários federais disseram que o homem "tentou violar" a área de rastreio do visitante no escritório do FBI e fugiu quando foi confrontado pelos agentes.

No Gab, um 'site' de comunicação social popular entre os supremacistas e anti-semitas brancos, os utilizadores avisaram que se estão a preparar para uma revolução armada.

Os funcionários federais também têm seguido uma série de outras conversas sobre o Gab e outras plataformas que ameaçam com violência agentes federais.

O diretor do FBI, Christopher Wray, denunciou as ameaças ao visitar outro escritório do FBI no Nebrasca na quarta-feira.

O FBI na quarta-feira também avisou os seus agentes para evitarem os manifestantes e assegurarem que os seus cartões-chave de segurança "não sejam visíveis fora do espaço do FBI", citando um aumento das ameaças nos meios de comunicação social contra o pessoal e instalações do FBI.

O aviso não mencionava especificamente a rusga desta semana de Mar-a-Lago, mas atribuiu as ameaças 'online' a "recentes reportagens dos meios de comunicação social sobre a atividade de investigação do FBI".

Leia Também: EUA. Homem armado tenta invadir a sede do FBI em Cincinnati

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório