Meteorologia

  • 30 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 23º

Polícia detém 20 suspeitos de instigarem motins mortais na África do Sul

A polícia sul-africana deteve esta quinta-feira 20 pessoas suspeitas de estarem entre os "instigadores" dos distúrbios que resultaram na morte de 350 pessoas em julho de 2021, o pior foco de violência desde o fim do apartheid.

Polícia detém 20 suspeitos de instigarem motins mortais na África do Sul

As detenções ocorreram em simultâneo em várias províncias do país, após uma investigação policial sobre o incitamento à violência lançado nas redes sociais durante o período em que ocorreram os motins, explicou a polícia em comunicado.

Os 20 detidos devem comparecer esta sexta-feira num tribunal em Durban (leste), sob acusações de conspiração para cometer violência pública, incitação à violência pública e incitação a fogo posto.

Em julho de 2021, o país passou por uma onda de tumultos e saques em Joanesburgo e na província de Kwazulu-Natal (leste), que matou mais de 350 pessoas.

Inicialmente desencadeada pela prisão do ex-presidente Jacob Zuma, condenado por desacato à justiça, a violência também foi um sinal de um clima social e económico tenso.

A lentidão em levar os envolvidos na organização dos motins à justiça tem despertado frustração dos familiares das vítimas, mas também em muitos sul-africanos, cujo país tem uma das maiores taxas de criminalidade do mundo.

Mais de 8.000 incidentes foram registados pela polícia, resultando em 5.500 detenções, sendo que 2.435 casos ainda aguardam julgamento.

Leia Também: Seis moçambicanos entre os acusados de violação coletiva na África do Sul

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório