Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

AO MINUTO: Medvedev com separatistas; Recrutamento em prisões russas

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Medvedev com separatistas; Recrutamento em prisões russas
Notícias ao Minuto

07:48 - 11/08/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Ao 169.º dia de guerra no leste europeu, os ministros da Defesa da Dinamarca, Ucrânia e do Reino Unido são os anfitriões, em Copenhaga, de uma conferência internacional de doadores que pretende debater e reforçar a longo prazo o apoio fornecido às forças militares de Kyiv. Financiamento, produção de armas, formação e desminagem são algumas das áreas que serão focadas no encontro na capital dinamarquesa.

Já ontem, houve ainda um ataque sobre Marhanets, cidade localizada na região de Dnipro, que provocou pelo menos 13 mortos e outros 10 feridos, segundo a informação avançada pelas autoridades locais. Os bombardeamentos causaram ainda estragos num cabo de alta tensão, deixando mais de mil pessoas sem eletricidade. Vários edifícios ficaram, também, danificados.

Contabilizam-se até então, pelo menos, 5.327 civis mortos e outros 7.257 feridos na sequência dos combates no país, mas os números reais deverão ser bastante superiores. 

Fim de cobertura

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Boa noite. Termina aqui mais um acompanhamento AO MINUTO sobre a guerra na Ucrânia. Pode continuar a acompanhar toda a atualidade sobre este conflito no novo registo que será criado na manhã desta sexta-feira. Obrigada por ter estado desse lado.

Washington afasta deixar de emitir vistos a cidadãos russos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

"A nossa intenção é que as nossas sanções não prejudiquem ou tenham um impacto significativo sobre o povo russo", disse hoje o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Vedant Patel, numa conferência de imprensa telefónica, quando questionado sobre uma possível proibição de vistos.

Washington afasta deixar de emitir vistos a cidadãos russos

Os Estados Unidos excluem por agora deixar de emitir vistos a cidadãos russos, uma sanção exigida pela Ucrânia e alguns países europeus em resposta à invasão de Moscovo do território ucraniano.

Lusa | 23:52 - 11/08/2022

Bucha despede-se dos corpos não identificados

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Em Bucha, a cidade ucraniana onde foram descobertos centenas de corpos de civis que foram violados, torturados e mortos pelas tropas russas, realizou-se, esta quinta-feira, as cerimónias fúnebres daqueles que nunca foram identificados.

Veja aqui a galeria em que o padre ortodoxo ucraniano Andrii Halavin realiza o serviço fúnebre e enterro das pessoas não identificadas mortas durante a ocupação russa de Bucha.

Bucha despede-se dos corpos não identificados

O invasor esteve presente nesta cidade logo no primeiro mês do seu ataque à Ucrânia, antes de abandonarem o plano de tomar a capital. Quando abandoaram a cidade foram descobertos centenas de corpos de civis.

Beatriz Cavaca | 23:03 - 11/08/2022

Zelensky apela para expulsão dos russos da central de Zaporijia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou hoje à comunidade internacional para "reagir imediatamente" para expulsar os russos da central nuclear ocupada e bombardeada de Zaporizhzhia (Zaporijia).

AIEA não vê ameaça imediata em Zaporijia mas alerta: "Situação é grave"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, informou o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os últimos desenvolvimentos em Zaporizhzhia (Zaporijia), a maior central atómica da Europa, atualmente sob controlo russo e que foi alvo de vários bombardeamentos nos últimos dias.

Grossi insistiu que todas as atividades militares na área devem parar imediatamente e pediu novamente a todas as partes que facilitem uma visita de especialistas da AIEA para analisar a situação no terreno "o mais rápido possível".

"A situação é grave e a AIEA deve ser autorizada a realizar a sua missão em Zaporijia o mais rápido possível", apelou Rafael Grossi, que participou por videochamada nesta reunião de emergência do Conselho de Segurança, convocada pela Rússia.

Vice-presidente russo reúne com líderes separatistas no Donbass

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, reuniu-se hoje numa visita ao Donbass com líderes separatistas pró-russos das Repúblicas Populares de Donetsk e Luhansk, cuja independência foi reconhecida pelo Kremlin em fevereiro. "Por ordem do Presidente da Rússia (Vladimir Putin), presidi a uma reunião dedicada a medidas prioritárias para garantir a segurança das repúblicas do Donbass", informou Medvedev na aplicação de mensagens Telegram.

Recrutamento de voluntários já chegou às prisões russas

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

Homens com farda militar visitaram uma prisão em São Petersburgo, onde ofereceram amnistia em troca da integração dos prisioneiros nas forças russas que combatem na Ucrânia, revelou à agência Associated Press (AP) a companheira de um dos presos. Nos dias seguintes a esta visita, cerca de meia dúzia de prisioneiros deixaram o estabelecimento, segundo uma mulher, cujo namorado cumpre pena naquele espaço.

A mesma fonte, que falou sob a condição de anonimato por temer represálias, acrescentou que o namorado não se voluntariou, embora tenha ponderado a oferta pois ainda tem anos de sentença por cumprir.

Doadores garantem mais 1.500 milhões para equipamento e treino militar

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A conferência internacional de doadores que reuniu 26 países em Copenhaga permitiu arrecadar 1.500 milhões de euros em equipamento e treino para as tropas ucranianas, divulgou hoje o ministro da Defesa dinamarquês.

Zaporizhzhia. Ataque danificou sensores de central nuclear, diz Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Um novo bombardeamento russo contra a central nuclear ucraniana em Zaporizhzhia danificou "vários sensores de radiação", informou, nesta quinta-feira, a agência Energoatom, operadora das centrais nucleares ucranianas.

Zaporizhzhia. Ataque danificou sensores de central nuclear, diz Ucrânia

A central nuclear foi hoje novamente atacada.

Notícias ao Minuto | 19:26 - 11/08/2022

Moscovo recusa que Kyiv seja representada na Rússia pela Suíça

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Na quarta-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros suíço anunciou que a Ucrânia desejava que a Suíça representasse os seus interesses na Rússia.

No entanto, um porta-voz da diplomacia russa, Ivan Netchaïev declarou, esta quinta-feira, que "infelizmente, a Suíça perdeu o seu estatuto de Estado neutro e não pode agir nem como mediador, nem como representante dos interesses" ucranianos.

Moscovo recusa que Kyiv seja representada na Rússia pela Suíça

A Rússia anunciou hoje ter recusado que a Suíça represente diplomaticamente Kyiv em território russo, argumentando que Berna "perdeu o seu estatuto neutral" ao sancionar Moscovo pela sua ofensiva militar na Ucrânia.

Lusa | 19:01 - 11/08/2022

Kyiv quer evacuar dois terços dos moradores de Donetsk antes do inverno

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo a mais recente conferência de imprensa da vice-primeira-ministra ucraniana Iryna Vereshchuk, esta quinta-feira, Kyiv pretende evacuar dois terços dos moradores das áreas que controla na região leste do campo de batalha de Donetsk, antes do inverno.

As razões desta decisão estão relacionadas em parte com preocupação de que as pessoas não se consigam manter aquecidas nessa altura do ano, tendo em conta a infraestrutura danificada pelo conflito.

Washington apela a zona desmilitarizada em torno de Zaporizhzhia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os Estados Unidos apelaram hoje à Rússia para cessar operações militares próximo das centrais nucleares na Ucrânia e referiram apoiar o apelo de Kiev a uma "zona desmilitarizada" em Zaporizhzhia (Zaporijia), controlada pelas forças russas e de novo bombardeada.

Prisão domiciliária para a jornalista russa que se manifestou em direto

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A jornalista russa que criticou em direto na televisão a ofensiva militar na Ucrânia, Marina Ovsiannikova, foi hoje condenada a prisão domiciliária, num caso que a pode levar à prisão efetiva, segundo um tribunal de Moscovo.

Espanhóis pagam menos pela gasolina do que antes da guerra na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O preço dos combustíveis desce há mais de seis semanas consecutivas em Espanha e no caso da gasolina os consumidores estão por estes dias a pagar menos do que antes do início da guerra na Ucrânia, segundo dados conhecidos hoje.

Imagens de satélite mostram base aérea na Crimeia gravemente danificada

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Várias imagens de satélite, divulgadas esta quinta-feira, parecem mostrar grandes danos e vários aviões de guerra russos destruídos numa base aérea da Crimeia após explosões que aconteceram no início da semana.

A base aérea localiza-se em Saky, no oeste da Crimeia e é controlada pela Rússia. Terá sido abalada por uma série de explosões, na terça-feira, que resultaram na morte de uma pessoa.

A Ucrânia não reivindicou a responsabilidade do ataque, no entanto, esta nova evidência sugere que este possa mesmo ter acontecido de forma propositada e planeada.

Outra evidência provada com estas imagens é a confirmação de que a alegação da Rússia que nenhuma das suas aeronaves foi danificada durante o conflito, é na realidade, mentira.

Notícias ao Minuto Base aérea Saky, Crimeia© Reuters  

Secretário-geral da ONU "seriamente preocupado" com central de Zaporíjia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, manifestou-se esta quinta-feira "seriamente preocupado" com a situação da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia).  

Numa declaração partilhada no site oficial da ONU, Guterres diz ter apelado a "todos os interessados ​​para que exerçam o bom senso e a razão e não pratiquem quaisquer ações que possam pôr em perigo a integridade física, a segurança ou a proteção da central nuclear – a maior da Europa". 

Secretário-geral da ONU "seriamente preocupado" com central de Zaporíjia

António Guterres manifestou-se acerca dos ataques contra a central nuclear da Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 16:17 - 11/08/2022

Donetsk. As imagens do brutal bombardeamento da vila ucraniana de Pisky

Beatriz Cavaca | há 1 mês

No vídeo pode ver-se vários mísseis russos a bombardear a pequena localidade, atirando sobre zonas alegadamente residenciais.

Veja aqui: 

Donetsk. As imagens do brutal bombardeamento da vila ucraniana de Pisky

No vídeo pode ver-se vários mísseis russos a bombardear a pequena localidade, atirando sobre zonas alegadamente residenciais.

Beatriz Cavaca | 15:55 - 11/08/2022

Central nuclear de Zaporizhzhia bombardeada

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A confirmação deste bombardeamento, esta quinta-feira, foi dada pela empresa de energia nuclear da Ucrânia Energoatom, citada pelo jornal The Guardian.

De acordo com a empresa "mais uma vez bombardearam o Zaporizhzhia (Zaporíjia)" .

Acrescentam ainda que: "A situação na estação está sob controle. A informação, que foi imediatamente divulgada ao público, de que a equipa supostamente deixou a estação em pânico, é falsa e manipuladora".

Carros destruídos na guerra são pintados... com girassóis

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Artistas ucranianos e norte-americanos decidiram unir-se para dar alguma cor aos carros que foram destruídos e queimados pela guerra na Ucrânia.

Veja aqui a galeria: 

Carros destruídos na guerra são pintados... com girassóis

Automóveis foram em grande parte recuperados na cidade de Irpin.

Notícias ao Minuto | 15:05 - 11/08/2022

Estónia barra turistas russos e pede para resto da UE fazer o mesmo

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Estónia anunciou hoje que vai proibir a entrada no país de cidadãos russos com visto Schengen, normalmente usado para turismo, instando os outros Estados-membros da União Europeia (UE) a fazerem o mesmo, como exigido pela Ucrânia.

McDonald's inicia reabertura de restaurantes nos próximos meses

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Apesar do encerramento, a cadeia de restaurantes continuou a pagar aos seus mais de 10.000 funcionários na Ucrânia e deixou de operar na Rússia.

Numa nota hoje divulgada, o McDonald's anunciou que vai começar a reabrir, gradualmente, alguns restaurantes em Kyiv e no Oeste da Ucrânia.

Ucrânia: McDonald's inicia reabertura de restaurantes nos próximos meses

O McDonald's vai iniciar a reabertura dos seus restaurantes na Ucrânia nos próximos meses, cerca de um semestre após o encerramento devido à invasão russa, foi hoje anunciado.

Lusa | 13:51 - 11/08/2022

Scholz defende gasoduto a partir de Portugal

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O chanceler alemão, Olaf Scholz, manifestou-se hoje a favor de um gasoduto que transporte gás a partir de Portugal através de Espanha e França para o resto da Europa, para reduzir a atual dependência de gás russo.

Em conferência de imprensa, Scholz lamentou que essa ligação ainda não tenha sido construída, porque agora permitiria dar uma "contribuição maciça" para o abastecimento no norte da Europa, devido à crise energética que surgiu após a guerra na Ucrânia.

Ucrânia faz vídeo sarcástico a desaconselhar turistas russos na Crimeia

Anabela Sousa Dantas | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Ucrânia partilhou, esta quinta-feira, um vídeo nas redes sociais onde recorre aos confrontos na Crimeia para desaconselhar a visita de turistas russos à região

Letónia declara a Rússia como um Estado patrocinador do terrorismo

Sara Gouveia | há 1 mês

O parlamento da Letónia declarou hoje a Rússia como um Estado patrocinador do terrorismo pela sua violência na Ucrânia e apelou para que a União Europeia (UE) restrinja os vistos turísticos a cidadãos russos e bielorrussos. Num comunicado divulgado na sua página na Internet, o parlamento letão acusou as forças russas de perpetrarem todo o tipo de atrocidades desde que invadiram a Ucrânia, em 24 de fevereiro, equiparando a violência contra civis ao terrorismo.

O parlamento de Riga "reconhece a Rússia como um patrocinador estatal do terrorismo", lê-se na declaração assinada pela presidente do órgão legislativo do país báltico, Inara Murniece. Para os deputados da Letónia, a Rússia "usa o sofrimento e a intimidação como instrumentos nas suas tentativas de enfraquecer o moral do povo e das forças armadas ucranianas, e de paralisar o funcionamento do Estado a fim de ocupar a Ucrânia".

Letónia declara a Rússia como um Estado patrocinador do terrorismo

O parlamento da Letónia declarou hoje a Rússia como um Estado patrocinador do terrorismo pela sua violência na Ucrânia e apelou para que a União Europeia (UE) restrinja os vistos turísticos a cidadãos russos e bielorrussos.

Lusa | 11:57 - 11/08/2022

Zelensky insiste em acusar a Rússia de criar risco nuclear em Zaporíjia

Sara Gouveia | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, voltou hoje a acusar a Rússia de aumentar o risco de um possível acidente nuclear na central de Zaporíjia (Zaporizhzhia), alertando que seria a maior catástrofe do género da História.

"A Rússia usa conscientemente uma central nuclear para o terrorismo e provocações armadas. Está a manter a fábrica refém, a colocar ali equipas de combate e depois a culpar outros", disse Zelensky numa intervenção à distância no início de uma conferência de doadores para a Ucrânia no parlamento dinamarquês.

Zelensky insiste em acusar a Rússia de criar risco nuclear em Zaporíjia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, voltou hoje a acusar a Rússia de aumentar o risco de um possível acidente nuclear na central de Zaporíjia (Zaporizhzhia), alertando que seria a maior catástrofe do género da História.

Lusa | 11:41 - 11/08/2022

Ucrânia: Credores adiam pagamento da dívida externa até 2024

Sara Gouveia | há 1 mês

Os credores internacionais autorizaram a Ucrânia a adiar o pagamento da sua dívida externa até 2024, anunciou o primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, na quarta-feira à noite.

A dívida externa da Ucrânia, que foi invadida pela Rússia em 24 de fevereiro, está avaliada em 20 mil milhões de dólares (mais de 19.300 milhões de euros, ao câmbio atual).

Ucrânia: Credores adiam pagamento da dívida externa até 2024

Os credores internacionais autorizaram a Ucrânia a adiar o pagamento da sua dívida externa até 2024, anunciou o primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, na quarta-feira à noite.

Lusa | 10:21 - 11/08/2022

Mau tempo atrasa exportação de cereais da Ucrânia. Navio de hoje ancorado

Sara Gouveia | há 1 mês

Um porta-voz do Ministério da Defesa da Turquia anunciou, esta quinta-feira, que a saída de um dos navios com cereais da Ucrânia foi adiada devido às condições meteorológicas.

"Um navio que estava agendado para sair do porto de Chornomorsk não pode navegar devido às condições meteorológicas, assim como ao estado do oceano", disseram os responsáveis citados pela Reuters.

A saída deste navio acontecia no âmbito do acordo para a exportações de cereais assinado pela Ucrânia, Rússia, Turquia e Organização das Nações Unidas. Desde 1 de agosto já zarparam 12 navios de águas ucranianas, que têm obrigatoriamente que passar pela Turquia - para fiscalização -, antes de seguirem para o comprador.

Mau tempo atrasa exportação de cereais da Ucrânia. Navio de hoje ancorado

No total já 12 navios tiveram 'luz verde' para zarpar dos portos ucranianos.

Teresa Banha | 10:23 - 11/08/2022

Fábrica ucraniana transforma objetos da guerra em peluches

Sara Gouveia | há 1 mês

Durante a guerra, os negócios ucranianos viram-se obrigados a alterar o seu foco e foi o que aconteceu à fábrica familiar de brinquedos Kopytsia, que decidiu transformar objetos de guerra e símbolos patrióticos em peluches. Entre os objetos que as trabalhadoras costuram diariamente estão mísseis, drones, aviões ou mesmo bombas. Além disso, também Patron, o famoso cão herói ucraniano que ajuda os militares cheirando minas deixadas pelas tropas russas, é visto entre os brinquedos.

Na galeria partilhada é possível observar um pouco o dia-dia destas trabalhadoras na cidade de Nizhyn, em Tchernihiv, na Ucrânia. 

Notícias ao Minuto© Getty Images

Embaixadores de Lugansk e de Pyongyang na Rússia discutem cooperação

Sara Gouveia | há 1 mês

O embaixador da autoproclamada República Popular de Lugansk em Moscovo, Rodion Miroshnik, reuniu-se com o embaixador norte-coreano na Rússia, Sin Hong Chul, para discutir possibilidades de cooperação comercial e económica. Miroshnik disse que os dois diplomatas falaram, na quarta-feira, sobre cooperação "mutuamente benéfica", nomeadamente no turismo, bem como a possível participação de Pyongyang na "reconstrução das cidades de Luhansk destruídas durante a agressão ucraniana".

O diplomata de Lugansk disse na plataforma Telegram que as duas partes chegaram a acordo para realizar um estudo detalhado de "áreas promissoras de cooperação", que mais tarde serão consagradas num acordo formal.

Para recordar

Sara Gouveia | há 1 mês

Bom dia!

Sara Gouveia | há 1 mês

Damos início a mais um acompanhamento AO MINUTO de todos os acontecimentos relacionados com a guerra na Ucrânia. Para recordar o que de mais importante se passou na quarta-feira clique abaixo:

AO MINUTO: Ucrânia promete 'vingar' Marhanets; Jornal russo multado

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:47 - 10/08/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório