Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Ucrânia: Rússia prolonga detenção de jornalista por dois meses

Um tribunal de Moscovo prolongou hoje a detenção do opositor e jornalista Vladimir Kara Murza Jr. que está preso desde abril de 2022 por suspeitas de disseminar "informações falsas" sobre a operação militar da Rússia na Ucrânia.

Ucrânia: Rússia prolonga detenção de jornalista por dois meses
Notícias ao Minuto

19:58 - 09/08/22 por Lusa

Mundo Rússia

A Rússia adotou uma lei que criminaliza a divulgação de "informações falsas" sobre os seus militares logo após os militares russos terem entrado em território ucraniano em 24 de fevereiro.

Vladimir Kara Murza Jr. estava ligado ao líder da oposição Boris Nemtsov, que foi morto perto do Kremlin em 2015.

O jornalista terá também sobrevivido a envenenamentos em 2015 e 2017 - que atribuiu ao regime de Vladimir Putin, mas as autoridades russas negaram.

O processo criminal contra Vladimir Kara Murza Jr. decorre de um discurso de 15 de março que fez na Câmara dos Representantes no Arizona, nos Estados Unidos, no qual denunciou a invasão russa da Ucrânia.

A lei foi adotada uma semana após a invasão, que foi recebida por uma onda de indignação pública e protestos nas ruas de Moscovo e São Petersburgo.

O Kremlin insistiu que a sua "operação militar especial" na Ucrânia teve apoio público esmagador e agiu rapidamente para abafar qualquer crítica.

Milhares de manifestantes foram detidos, dezenas de meios de comunicação social foram encerrados e os críticos enfrentaram processos judiciais.

Leia Também: Tensão entre Polónia e UE agrava-se e Varsóvia fala em retaliar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório