Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

Trump. Documentos desaparecidos dos Arquivos Nacionais originaram buscas

Trump estava em Nova Iorque quando começaram as buscas na sua propriedade em Mar-a-Lago. Ex-presidente dos Estados Unidos fala em motivações políticas e um dos seus filhos confirmou que na origem das buscas estiveram documentos desaparecidos dos Arquivos Nacionais.

Trump. Documentos desaparecidos dos Arquivos Nacionais originaram buscas

As buscas da polícia federal norte-americana (FBI, na sigla em inglês) à propriedade de Donald Trump em Mar-a-Lago, Palm Beach, na Flórida, na segunda-feira, fazem parte de uma investigação sobre o manuseamento de documentos presidenciais, incluindo documentos confidenciais, segundo confirmaram várias fontes à CNN. A advogada do antigo presidente dos Estados Unidos também avançou que foi apreendida documentação e Eric Trump, filho do ex-chefe de Estado, confirmou que em causa estavam os documentos desaparecidos dos Arquivos Nacionais.

Sublinhe-se que esta possibilidade já tinha sido avançada depois de ser conhecido que estavam a ser realizadas buscas na propriedade de Donald Trump, que em comunicado confirmou o sucedido. "Depois de trabalhar e cooperar com as agências governamentais relevantes, estas buscas não anunciadas na minha casa não são necessárias nem apropriadas", disse Trump, num comunicado divulgado ontem à noite, no qual afirmava que a sua casa tinha sido "sitiada, invadida e ocupada por um grande grupo de agentes do FBI"

Após denunciar as buscas, o ex-presidente norte-americano acabou por lançar algumas acusações, nomeadamente sobre as Presidenciais de 2024, às quais deverá concorrer. 

"Esta é uma má prática da procuradoria, a instrumentalização do sistema de justiça e um ataque de democratas de esquerda radical que desesperadamente não querem que eu concorra à presidência em 2024, especialmente como resultado das últimas sondagens", disse Trump. "Qual é a diferença entre isto e Watergate, onde os agentes invadiram o Comité Nacional Democrata? Aqui, ao contrário, os democratas invadiram a casa do 45.º presidente dos Estados Unidos", acrescentou.

Segundo adiantou uma fonte próxima à CNN, Donald Trump encontrava-se na Trump Tower, em Nova Iorque, quando o mandado de busca foi executado. A estação indica ainda que as buscas se concentraram na área dos escritórios e aposentos pessoais de Trump.

Foram levadas várias caixas com documentos. Esta informação foi confirmada pela advogada do antigo chefe de Estado, Christina Bobb. "O presidente Trump e sua equipa jurídica têm cooperado com funcionários do FBI (...) O FBI realizou uma operação não anunciada e apreendeu documentos", disse Bobb.

Sublinhe-se que, em fevereiro, os Arquivos Nacionais e Administração de Documentos avançou que Trump teve de devolver 15 caixas de documentos que foram retirados indevidamente da Casa Branca

Entre os documentos estarão, de acordo com o jornal Washington Post, cartas do ex-presidente Barack Obama e do líder norte-coreano, Kim Jong-un, mas também vários documentos marcados como "informação classificada de segurança nacional".

À NBC News, um alto funcionário do governo disse que o FBI estava em Mar-a-Lago devido aos Arquivos Nacionais - uma informação que foi confirmada por Eric Trump.

O filho de Trump disse à Fox que a investigação ocorreu porque os Arquivos Nacionais "queriam corroborar" se Trump "tinha ou não documentos na sua posse".

Já a Casa Branca disse que não foi informada sobre as buscas.

Leia Também: Trump terá deitado documentos oficiais na sanita? Imagens mostram que sim

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório