Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 27º

UE não comenta crise no Reino Unido e quer resolver questão irlandesa

A União Europeia (UE) continua empenhada em encontrar soluções para os problemas fronteiriços que o 'Brexit' originou na Irlanda do Norte, perante a crise política no Reino Unido, onde o primeiro-ministro aguarda pela substituição no cargo.

UE não comenta crise no Reino Unido e quer resolver questão irlandesa

"Sobre os acontecimentos no Reino Unido, não temos quaisquer comentários", salientou, na conferência de imprensa diária do executivo comunitário, o porta-voz Johannes Bahrke, respondendo a uma questão sobre a crise política em Londres.

"Os desenvolvimentos políticos em nada alteram a nossa posição em relação ao protocolo [da Irlanda do Norte], em relação ao nosso trabalho com as autoridades britânicas, com a Irlanda do Norte", sublinhou.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, demitiu-se hoje como líder dos conservadores, mas disse que se manterá na chefia do Governo até ser substituído à frente do partido.

"Concordei que o processo de escolha de um novo líder [dos conservadores] deve começar hoje", disse Johnson à porta de Downing Street, a residência e gabinete oficial do primeiro-ministro.

Johnson admitiu que "é claramente a vontade do Partido Conservador que haja um novo líder e, portanto, um novo primeiro-ministro".

O protocolo em causa, uma solução negociada no âmbito da saída do Reino Unido da UE, evita uma fronteira física entre a Irlanda e a Irlanda do Norte, permitindo e garante a integridade do mercado único de mercadorias da UE.

Leia Também: EDP contrata tarifa a 15 anos em projeto eólico 'offshore' no Reino Unido

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório