Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Cargueiro com cereais ucranianos entra em águas russas

O cargueiro russo Zhibek Zholy, que Kyiv diz transportar trigo ucraniano roubado, entrou em águas territoriais da Rússia depois de deixar a costa turca, onde estava imobilizado desde sexta-feira, de acordo com autoridades da Turquia.

Cargueiro com cereais ucranianos entra em águas russas

O Zhibek Zholy, que estava fundeado no porto de Karasu, no Mar Negro, emitiu o seu mais recente sinal a cerca de 20 quilómetros da costa turca, segundo o 'site' especializado Marine Traffic, que permite acompanhar o tráfego marítimo em tempo real.

De acordo com um alto funcionário turco, a embarcação "entrou em águas territoriais russas, mas não se aproximou de qualquer porto", para já.

A agência de notícias turca DHA informou que o navio de carga suspendeu o 'transponder', o dispositivo usado para acompanhar navios no mar.

As autoridades ucranianas lamentam que o barco pudesse deixar a costa turca, exigindo uma explicação de Ancara.

"Lamentamos que o navio russo Zhibek Zholy, carregado com cereais ucranianos roubados, tenha sido autorizado a deixar o porto de Karasu apesar das provas (...) apresentadas às autoridades turcas", escreveu o porta-voz da diplomacia ucraniana, Oleg Nikolenko, na rede social Twitter.

"O embaixador turco em Kyiv será convidado a esclarecer esta situação inaceitável", acrescentou o porta-voz.

Na quarta-feira, a diplomacia russa reconheceu que as verificações turcas estavam em curso no navio e um membro da tripulação, citado pela agência de notícias russa TASS, disse que a carga do navio seria transferida para outro cargueiro, para permitir ao Zhibek Zholy navegar novamente.

A Ucrânia, que acusa a Rússia de roubar as suas colheitas de trigo, alega que o Zhibek Zholy, que partiu na quinta-feira passada do porto ucraniano de Berdiansk, sob ocupação russa, está carregado com 7.000 toneladas de cereais obtidos ilegalmente.

Desde o início do caso, que as autoridades turcas permanecem em silêncio sobre este assunto.

Leia Também: AO MINUTO: G20? "Corredor da vergonha"; Finlândia fortifica fronteira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório