Meteorologia

  • 08 FEVEREIRO 2023
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 12º

Covid-19: Ilhas Salomão e Vanuatu reabrem fronteiras internacionais

Salomão e Vanuatu, duas nações insulares do Pacífico Sul, reabriram hoje as fronteiras internacionais aos turistas vacinados, depois de mais de dois anos isolados do mundo devido à pandemia da covid-19.

Covid-19: Ilhas Salomão e Vanuatu reabrem fronteiras internacionais

As Ilhas Salomão, com cerca de 700 mil habitantes, vão permitir a entrada de turistas totalmente vacinados e com teste negativo para a covid-19, sem quarentena obrigatória.

O encerramento das fronteiras internacionais permitiu que a nação, como muitas outras no Pacífico com territórios insulares remotos e sistemas de saúde fracos, estivesse virtualmente protegida da covid-19 até ao aparecimento da variante Ómicron.

As Salomão registaram um pico de mais de três mil casos de covid-19 infeções no final de maio, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Também Vanuatu, com 300 mil habitantes, começou a receber turistas, que apresentem um teste negativo ou prova de que não estavam doentes 28 dias antes de viajar, de acordo com o 'site' do jornal Vanuatu Daily Post.

Samoa e os Estados Federados da Micronésia, duas outras nações do Pacífico atingidas pelo covid-19 este ano, têm previsto abrir as fronteiras internacionais em 01 de agosto.

As Fiji, principal destino turístico da região, bem como Polinésia Francesa, Ilhas Cook, Nova Caledónia e Papua Nova Guiné, reabriram as fronteiras ainda no ano passado, de acordo com o portal de notícias neozelandês Stuff.

Niue reabriu as fronteiras na terça-feira, enquanto Tonga, Kiribati, Nauru e Tuvalu continuam fechados, acrescentou.

Leia Também: Ilhas Salomão garantem que não acolherão base militar chinesa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório