Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Morte de 46 pessoas no Texas é "culpa de Biden", acusa governador

O responsável considerou que as mortes foram resultado das políticas de imigração do presidente norte-americano.

Após o anúncio de que 46 pessoas foram encontradas mortas, na segunda-feira, dentro de um atrelado de um camião no sudoeste de San Antonio, no estado norte-americano do Texas, o governador da região, Greg Abbott, atribuiu responsabilidade ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, naquilo que considerou ser o resultado das suas políticas de imigração.

“Estas mortes são culpa de Biden. São o resultado das suas políticas mortíferas de fronteiras abertas. Mostram as consequências mortíferas da sua recusa em aplicar a lei”, lançou o responsável, na rede social Twitter.

Por sua vez, o senador pelo estado do Texas, Ted Cruz, descreveu a situação como “horrível” e “errada”.

“Quantas pessoas terão de morrer antes que os democratas se importem?”, questionou o republicano, na mesma rede social, atentando àquilo que chamou de “crise na fronteira de Biden”.

O republicano e membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Tony Gonzales, considerou, por seu turno, que a responsabilidade é do secretário da Segurança Interna nomeado pelo presidente norte-americano, Alejandro Mayorkas, perguntando se o responsável “sequer mencionará os seus nomes”.

“Estou de coração partido pela trágica perda de vidas hoje, e rezo por aqueles que ainda lutam pelas suas vidas. Demasiadas vidas são perdidas à medida que indivíduos – incluindo famílias, mulheres e crianças – fazem esta travessia perigosa”, lamentou Mayorkas, também no Twitter.

O responsável adiantou, além disso, que foi lançada uma investigação, acusando os traficantes de serem “indivíduos insensíveis que não respeitam as pessoas vulneráveis que exploram e colocam em risco para obter lucro”.

“Trabalharemos ao lado dos nossos parceiros para responsabilizar quem provocou esta tragédia, e continuaremos a tomar medidas para desfazer as redes de tráfico”, assegurou.

Recorde-se que a polícia encontrou o camião numa estrada remota, perto da base aérea de Lackland, num dia em que as temperaturas atingiram os 40º Celsius.

Além das vítimas mortais, outras 16 pessoas, - 12 adultos e quatro crianças -, receberam assistência médica devido ao calor e à desidratação, conforme informou o chefe da corporação dos bombeiros, Charles Hood.

As autoridades acreditam que o condutor do camião terá abandonado o veículo com todos os passageiros no interior, poucos minutos antes da polícia chegar ao local.

Esta poderá ser a travessia ilegal de migrantes do México para os Estados Unidos com o maior número de vítimas mortais das últimas décadas, segundo apontou a agência de notícias Associated Press.

Veja a galeria.

Leia Também: Encontrados 46 mortos no interior de um camião no Texas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório