Meteorologia

  • 12 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 31º

Zelensky pede ao G7 sistemas de defesa e soluções para reconstrução

O Presidente da Ucrânia pediu hoje aos líderes do G7, reunidos em cimeira na Alemanha, sistemas de defesa antiaérea, ajudas para a reconstrução do país e uma estratégia contra o bloqueio russo às exportações de trigo ucraniano.

Zelensky pede ao G7 sistemas de defesa e soluções para reconstrução
Notícias ao Minuto

11:07 - 27/06/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

Volodymyr Zelensky dirigiu-se aos líderes das sete maiores economias mundiais (G7) através de videoconferência, numa sessão realizada à porta fechada, da qual apenas algumas imagens iniciais foram transmitidas sem som.

No entanto, e de acordo com informações fornecidas por fontes alemãs e da União Europeia (UE), citadas pela agência noticiosa espanhola EFE, o líder ucraniano avançou com estes pedidos durante a sua intervenção.

A intervenção do Presidente ucraniano abriu o segundo dia da cimeira do G7, a decorrer desde domingo nos Alpes bávaros, que, de acordo com fontes norte-americanas, irá acordar novas sanções contra a Rússia, que iniciou uma ofensiva militar contra a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Fontes do G7 citadas pela agência francesa AFP disseram que Zelensky exortou os líderes do grupo a fazerem "tudo o que for possível" para terminar a guerra na Ucrânia até ao final deste ano, antes do inverno, que disse ser muito duro no país.

As mesmas fontes disseram que Zelensky apelou também para a "intensificação das sanções" contra a Rússia.

Pediu que os países ocidentais não baixem a pressão sobre Moscovo e continuem a sancionar a Rússia de "forma maciça e pesada".

Sob presidência da Alemanha, participam ainda no encontro do G7 os líderes do Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, bem como da UE.

Reunidos até terça-feira, os líderes do G7 já decidiram, no domingo, endurecer ainda mais as sanções, visando em particular a indústria da defesa, de acordo com um alto funcionário da Casa Branca.

Pretendem também desenvolver um "mecanismo para colocar um limite global no preço do petróleo russo", segundo a mesma fonte, que falou aos jornalistas na condição de não ser identificada.

O G7 irá também "coordenar a utilização de tarifas sobre produtos russos para ajudar a Ucrânia", acrescentou a fonte citada pelas agências noticiosas AFP, AP e EFE.

[Notícia atualizada às 12h00]

Leia Também: AO MINUTO: Rússia em 'default' pela 1.ª vez em 100 anos; Novas sanções?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório