Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Pedófilo pede para não ser deportado porque filho precisa de "exemplo"

Adil Khan foi condenado em 2012 e tenta agora evitar deportação para o Paquistão.

Pedófilo pede para não ser deportado porque filho precisa de "exemplo"
Notícias ao Minuto

10:23 - 23/06/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Um membro do gangue de Rochdale, uma rede de abusos sexuais de crianças desmantelada em Rochdale, Inglaterra, pediu para não ser deportado para o Paquistão porque o seu filho precisa de um “exemplo a seguir”.

Segundo a Sky News, tanto Adil Khan, de 51 anos, como Qari Abdul Rauf, de 52 anos, deverão ser deportados para o Paquistão, depois de terem sido condenados em 2012. Os dois homens enfrentam um processo que os pode expulsar do Reino Unido, depois de terem visto a cidadania britânica ser-lhes revogada.

Os dois homens alegam que a deportação viola os direitos humanos e, numa audiência deste processo, na quarta-feira, Adil Khan foi questionado pelo juiz sobre como o filho seria afetado se este fosse enviado para o seu país de origem.

"Como sabe, a figura paterna é muito importante em todas as culturas do mundo, para ser um exemplo a seguir para a criança, para distinguir o certo do errado", respondeu, acrescentando ainda que a sua família não o queria de volta ao país, uma vez que iria afetar os negócios.

É de destacar que Khan engravidou uma menor de 13 anos. 

O gangue do qual os homens faziam parte operou durante dois anos, desde 2008. Os homens ofereciam álcool e drogavam crianças de até 12 anos para as violar e traficar sexualmente em vários locais. Cerca de 47 menores terão sido vítimas desta rede. 

Leia Também: OMS confirma vestígios de pólio nos esgotos de Londres

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório