Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Presidente sul-africano recebe relatório final sobre corrupção

O Presidente da África do Sul considerou a captura do Estado "um ataque" à democracia do país, ao receber hoje a última parte do relatório de um inquérito judicial sobre a grande corrupção durante a presidência de Jacob Zuma.

Presidente sul-africano recebe relatório final sobre corrupção
Notícias ao Minuto

20:29 - 22/06/22 por Lusa

Mundo Cyril Ramaphosa

"Violou os direitos de cada homem, mulher e criança neste país", afirmou Cyril Ramaphosa, sublinhando que "o relatório é muito mais do que um registo sobre a corrupção na África do Sul".

O chefe de Estado sul-africano, que é também presidente do Congresso Nacional Africano (ANC), o partido no poder desde 1994 na África do Sul, recebeu hoje, numa cerimónia em Pretória, a última parte do relatório sobre a corrupção pública durante a presidência de Jacob Zuma, entre 2009 e 2018.

Ramaphosa reiterou que apresentará o relatório 'Zondo' no parlamento nos próximos quatros meses, juntamente com o seu parecer sobre as conclusões e recomendações da investigação.

O último volume da investigação liderada pelo juiz Raymond Zondo, que contém quase quatro anos de testemunhos perante a comissão judicial 'Zondo', é critica sobre o papel do ANC governante em "permitir" a captura do Estado sul-africano durante os cerca de 10 anos de governação de Zuma, em que Ramaphosa desempenhou o cargo de vice-presidente da República, de 2014 a 2018.

Na apresentação do último volume do relatório da comissão, o juiz sul-africano avançou que o documento também detalha "os fluxos" e as "transferências" financeiras efetuadas através da captura do Estado na África do Sul.

"Também lidamos com as evidências do presidente como Presidente do país e lidamos com as evidências do ANC e do uso da Base Aérea de Waterkloof [pelos empresários Gupta]", adiantou Raymond Zondo.

O atual chefe da Justiça sul-africana salientou que as recomendações do inquérito "abordam significativamente a corrupção na captura do Estado", caso o Governo implemente as recomendações.

Todavia, admitiu que "ainda há corrupção por descobrir".

Leia Também: Presidente da África do Sul anuncia fim das restrições contra a pandemia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório