Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 22º

AO MINUTO: Eurovisão? Ucrânia contesta decisão; UE "manipula" ucranianos?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Eurovisão? Ucrânia contesta decisão; UE "manipula" ucranianos?
Notícias ao Minuto

07:57 - 17/06/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Assinala-se, esta sexta-feira, o 114.º dia da invasão russa da Ucrânia. O dia fica marcado pela recomendação da Comissão Europeia para que seja concedido à Ucrânia o estatuto de país candidato à adesão da União Europeia (UE).

Além da Ucrânia, segundo anunciou a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, a mesma recomendação foi emitida em relação à Geórgia e à Moldávia.

Fim de cobertura

Daniela Filipe | há 3 meses

Boa noite! Terminamos aqui este acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia, que será retomado num novo registo, na manhã de sábado. Obrigada desde já por estar desse lado.

Conselheiro de Putin lidera delegação russa na Conferência dos Oceanos

Daniela Filipe | há 3 meses

Ruslan Edelgeriyev, conselheiro do presidente russo Vladimir Putin, vai encabeçar a delegação russa na conferência das Nações Unidas sobre os oceanos, que decorrerá em Lisboa no final do mês, disse hoje à Lusa fonte oficial da Embaixada da Rússia.

O conselheiro do Kremlin (presidência russa) para os Assuntos Climáticos estará na capital portuguesa para a Conferência dos Oceanos, que se realiza entre 27 de junho e 01 de julho, encabeçando a delegação, referiu fonte oficial da embaixada da Rússia em Portugal.

O 'antes' e o 'depois' de Mariupol em imagens

Daniela Filipe | há 3 meses

A Radio Free Europe/Radio Liberty divulgou, esta sexta-feira. imagens aéreas que mostram o 'antes' e o 'depois' da cidade portuária de Mariupol, um dos principais focos no conflito que teve início a 24 de fevereiro.

Ucrânia candidata à UE? Há um "consenso quase unânime" dos partidos

Daniela Filipe | há 3 meses

O primeiro-ministro, António Costa, recorreu à rede social Twitter para fazer um balanço das reuniões que estabeleceu, durante esta sexta-feira, com os representantes dos vários partidos políticos com assento parlamentar. No seguimento das mesmas, o governante destaca a existência de um "consenso quase unânime" dos mesmos acerca da possibilidade de ter a Ucrânia como candidata à União Europeia.

"Portugal nunca teve posição ambígua desde madrugada de 24 de fevereiro"

Daniela Filipe | há 3 meses

O primeiro-ministro defendeu hoje que Portugal "nunca teve uma posição ambígua" quanto à Ucrânia desde que o país foi invadido pela Rússia, e alertou que o processo de integração europeia "vai ser longo, incerto e muito exigente".

António Costa e o secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, receberam hoje durante todo o dia os partidos com representação parlamentar para preparar o Conselho Europeu da próxima semana, em que se discutirão as candidaturas à adesão à União Europeia da Ucrânia, República da Moldova e Geórgia.

Rússia liberta médica que divulgou imagens do 'horror' de Mariupol

Daniela Filipe | há 3 meses

Yuliia Paievska, a médica que divulgou imagens do ‘horror’ de Mariupol terá sido libertada, esta sexta-feira. A informação, avançada pela Associated Press (AP), surge após três meses de a voluntária ter sido capturada pelas forças russas nas ruas da cidade portuária, a 16 de março.

Recorde-se que Paievska filmou 256 gigabytes de vídeos dos ‘horrores’ que ocorriam na região com recurso a uma câmara de corpo, que entregou a jornalistas daquela agência noticiosa, a 15 de março, um dia antes de ser capturada com um colega.

Rússia corta metade do fornecimento de gás natural à Eslováquia

Daniela Filipe | há 3 meses

A Rússia cortou hoje metade do gás que fornece à Eslováquia, informou hoje o diretor da Slovak Gas Company (SPP), Richard Prokypcak, que, por outro lado, descartou haver problemas de abastecimento no país atualmente.

Richard Prokypcak especificou que desde a última terça-feira tem havido uma queda crescente no fornecimento, que começou com 10%, na quinta-feira subiu para 30% e a partir de hoje só recebe 50% do volume de gás acordado com a gigante russa Gazprom.

Scholz considera "absolutamente necessário dialogar com Putin"

Daniela Filipe | há 3 meses

O chanceler alemão, Olaf Scholz, considerou, esta sexta-feira, ser “absolutamente necessário” que os líderes mundiais continuem a dialogar com o presidente russo, Vladimir Putin, de modo a colocar um ponto final no conflito.

"É absolutamente necessário dialogar com Putin, e continuarei a fazê-lo - assim como o presidente francês [Emmanuel Macron]", assegurou o responsável, em declarações à agência de notícias alemã DPA.

Scholz diz que é necessário alguns líderes continuarem a falar com Putin

Chanceler alemão, Olaf Scholz, diz que é "absolutamente necessário" que alguns líderes falem diretamente com o Presidente russo, Vladimir Putin.

Notícias ao Minuto | 23:52 - 17/06/2022

Ucrânia contesta decisão da Eurovisão e diz que cumprirá "compromissos"

Daniela Filipe | há 3 meses

A Ucrânia contestou a decisão da União Europeia de Radiodifusão (UER), responsável pela organização do Festival Eurovisão da Canção, que revelou, esta sexta-feira, estar a equacionar a possibilidade de o Reino Unido receber a próxima edição do evento, devido à invasão russa.

"Vamos exigir a mudança desta decisão, porque acreditamos que seremos capazes de cumprir todos os compromissos. [...] Exigimos negociações adicionais sobre a realização da Eurovisão-2023 na Ucrânia", disse o ministro da Cultura ucraniano, Oleksandr Tkachenko, em comunicado citado pela AFP.

"A Ucrânia não concorda com a natureza da decisão tomada pela União Europeia de Radiodifusão", acrescentou Tkachenko, assegurando que o seu país "preenche todas as condições" e "forneceu respostas e garantias sobre os padrões de segurança" para a realização do concurso.

Costa alerta que alargamento pode implicar futura arquitetura da UE

Daniela Filipe | há 3 meses

O primeiro-ministro defendeu hoje que um alargamento da União Europeia vai exigir uma reflexão sobre a "futura arquitetura institucional e orçamental", dizendo esperar que todos estejam conscientes desse caminho coletivo.

O secretário-geral adjunto do PS, João Torres, falava aos jornalistas na residência oficial do primeiro-ministro, depois da reunião com António Costa e com o secretário de Estado Adjunto, Tiago Antunes, que estão a receber os partidos com representação parlamentar para preparar o Conselho Europeu da próxima semana, em que se discutirão as candidaturas à adesão à União Europeia da Ucrânia, República da Moldova e Geórgia.

Estatuto de candidato da Ucrânia? Portugal acompanha parecer da Comissão

Daniela Filipe | há 3 meses

O primeiro-ministro afirmou hoje que Portugal irá acompanhar o parecer da Comissão Europeia para que seja concedido à Ucrânia e à Moldova o estatuto de país candidato à União Europeia.

"Tendo ouvido os partidos políticos ao longo de todo o dia, pude constatar que há consenso quase unânime no sentido de acompanharmos esta recomendação em relação à Ucrânia e à Moldova", afirmou António Costa.

PS a favor da Ucrânia como candidata à UE, mas defende discussão

Daniela Filipe | há 3 meses

O PS concordou hoje com a concessão à Ucrânia do estatuto de país candidato à adesão à União Europeia, mas defendeu que durante esse processo deve ser aprofundada a discussão sobre a "arquitetura institucional e orçamental do espaço da UE".

O secretário-geral adjunto do PS, João Torres, falava aos jornalistas na residência oficial do primeiro-ministro, depois da reunião com António Costa e com o secretário de Estado Adjunto, Tiago Antunes, que estão a receber os partidos com representação parlamentar para preparar o Conselho Europeu da próxima semana, em que se discutirão as candidaturas à adesão à União Europeia da Ucrânia, República da Moldova e Geórgia.

PSD considera fundamental estatuto de candidato, mas como caso excecional

Daniela Filipe | há 3 meses

O presidente do PSD considerou hoje fundamental que seja concedido à Ucrânia o estatuto de país candidato à União Europeia, mas defendeu que a situação deste país seja tratada como excecional.

"Aquilo que é a posição do PSD é aquela que desde o início do conflito temos transmitido: é absolutamente fundamental conceder esse estatuto à Ucrânia porque nós temos, em primeiro lugar, de demonstrar à Rússia que o que fez originou o efeito contrário do que pretendia. Não fazer isso é dar alguma vitória à Rússia e desmoralizar completamente a Ucrânia", defendeu Rui Rio.

Portugal regista 7 combatentes voluntários na Ucrânia, mas nenhuma morte

Catarina Correia Rocha | há 3 meses

Portugal tem registo de sete cidadãos nacionais que foram para a Ucrânia como "combatentes voluntários" e nenhuma morte, indicou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), após o anúncio pelo exército russo de 19 "mercenários" portugueses mortos no terreno. "Há registo de sete cidadãos nacionais que contactaram os serviços do Ministério dos Negócios Estrangeiros informando da sua deslocação para a Ucrânia a título de 'combatente voluntário'. Não há registo de mortes", disse o MNE à Lusa.

Rússia diz que UE "manipula" ucranianos com a perspetiva de adesão

Daniela Filipe | há 3 meses

A diplomacia russa acusou hoje a União Europeia (UE) de manipular a Ucrânia com a perspetiva de adesão ao bloco comunitário, após a decisão da Comissão Europeia (CE) de recomendar a concessão do estatuto de candidato a Kyiv.

"Durante anos, a comunidade ocidental tem manipulando essa história do envolvimento da Ucrânia nas suas estruturas de integração e, desde então, a situação da Ucrânia está cada vez pior", disse a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, às agências de notícias locais.
  

Xi Jinping pede luta conjunta contra crises energética e alimentar

Daniela Filipe | há 3 meses

O Presidente chinês, Xi Jinping, pediu hoje um combate conjunto contra as crises energética e alimentar, renunciando às sanções unilaterais e ao protecionismo comercial.

"É necessário promover a globalização económica..., garantir a consolidação das cadeias produtivas, superar conjuntamente as crises energética e alimentar em prol da recuperação da economia mundial", disse o chefe de Estado numa mensagem de vídeo na sessão plenária do Fórum Económico Internacional de São Petersburgo, na Rússia.

Meios de comunicação russos mostram imagens de americanos capturados

Daniela Filipe | há 3 meses

Os meios de comunicação russos mostraram, esta sexta-feira, imagens daqueles que dizem ser os dois cidadãos norte-americanos capturados em combate na Ucrânia, no que poderá ser uma primeira confirmação de que a dupla está refém das forças russas, avança a agência Reuters.

O jornal Izvestia divulgou um vídeo que diz ser uma breve entrevista com Andy Huynh, de 27 anos, ao passo que o canal RT publicou uma fotografia de um homem que identificou como sendo Alexander Drueke, de 39 anos.

Recorde-se que os norte-americanos, ambos do estado do Alabama, foram dados como desaparecidos na quarta-feira, após passarem uma semana sem contactar os familiares.

Também esta sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou estar a par da situação, adiantando não saber onde é que os homens se encontram.

Por sua vez, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, assegurou que a Rússia não sabe de nada sobre o caso.

"Não, não sabemos de nada", disse, citado pela Sky News.

França envia 31 toneladas de sementes para evitar crise

Daniela Filipe | há 3 meses

A França, principal produtora agrícola da União Europeia, enviou 31 toneladas de sementes hortícolas para a Ucrânia, após ter-lhe fornecido, entre abril e maio, cerca de 600 toneladas de batatas de semente, anunciou hoje o Governo francês.

Estas ajudas destinam-se a combater os "efeitos desastrosos da invasão russa na segurança alimentar da Ucrânia" e foram oferecidas por empresas francesas especializadas na produção e distribuição de sementes, indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês em comunicado.

Podolyak acusa Putin de ter "nova explicação para guerra canibal"

Daniela Filipe | há 3 meses

No rescaldo do discurso do chefe de Estado russo, Vladimir Putin, no Fórum Económico de São Petersburgo, esta sexta-feira, o conselheiro presidencial da Ucrânia, Mykhailo Podolyak, acusou o responsável de ter uma "nova explicação" para a sua "guerra canibal", que transportou "a Rússia para a Idade Média".

"Nova explicação para a guerra canibal de Putin. Ataca a Ucrânia, varre cidades inteiras do mapa, comete execuções em massa, transporta a Rússia para a Idade Média, e chama a isso... 'um balão de oxigénio para o Ocidente'?", começou por atirar Podolyak, na rede social Twitter.

"Violar pelo bem, matar para entrar no Céu? Quem terá de acreditar nisto, a não ser as forças russas?", lançou.

Em causa estão as afirmações do presidente russo, que considerou que a sua "operação militar" na Ucrânia se tornou "um balão de oxigénio" para o Ocidente, permitindo que os aliados culpem Moscovo por todos os seus problemas que enfrentam.

MNE diz não ter registo de mortes de portugueses na Ucrânia

Daniela Filipe | há 3 meses

Após o anúncio do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, que deu conta que 19 combatentes portugueses teriam sido mortos na Ucrânia, o Governo português revelou que "não há registo de mortes", adiantando ter registo de sete cidadãos nacionais que contactaram os serviços do Ministério dos Negócios Estrangeiros quanto à sua deslocação para a Ucrânia a título de “combatente voluntário”, diz o Expresso.

Putin diz não ter "nada contra" a entrada da Ucrânia na UE

Daniela Filipe | há 3 meses

O presidente russo, Vladimir Putin, disse, esta sexta-feira, não ter qualquer objeção à entrada da Ucrânia no bloco europeu, após a manifestação de apoio da Comissão Europeia à candidatura de Kyiv.

"Não temos nada contra. Não é um bloco militar. Todos os países têm o direito de se juntar a uniões económicas", disse, citado pelo The Guardian.

O responsável questionou, contudo, se a entrada da Ucrânia na União Europeia seria prudente, uma vez que o país precisaria de grandes ajudas económicas que muitos membros não estão dispostos a conceder.

PAN pede ao Governo que pondere perdão da dívida da Ucrânia a Portugal

Daniela Filipe | há 3 meses

O PAN (Pessoas-Animais-Natureza) deu entrada, esta sexta-feira, no Parlamento a um projeto de resolução onde "propõe que a Assembleia da República recomende ao Governo" que "estude a possibilidade de renegociação ou perdão da dívida da Ucrânia a Portugal".

Segundo a iniciativa parlamentar, a que o Notícias ao Minuto teve acesso, o partido liderado por Inês Sousa Real pede ainda que a Assembleia da República peça ao Executivo liderado por António Costa que "defenda no Conselho Europeu que tal solução deverá ser também estudada no âmbito da União Europeia".

 

Chega a favor da adesão da Ucrânia à UE desde que seja "transparente"

Daniela Filipe | há 3 meses

O líder parlamentar do Chega, Pedro Pinto, manifestou-se hoje a favor da adesão da Ucrânia à União Europeia, desde que o processo seja "transparente e legal", esperando que este não se atrase por questões económicas.

Pedro Pinto falava aos jornalistas na residência oficial do primeiro-ministro, depois da reunião com António Costa e com o secretário de Estado Adjunto, Tiago Antunes, que estão a receber os partidos com representação parlamentar para preparar o Conselho Europeu da próxima semana, em que se discutirão as candidaturas à adesão à União Europeia da Ucrânia, República da Moldova e Geórgia.

Bielorrússia e Ucrânia em "luta comum em duas frentes"

Daniela Filipe | há 3 meses

A Bielorrússia e a Ucrânia travam uma "luta em duas frentes", porque sem liberdade num país não haverá liberdade no outro, disse hoje em entrevista à Lusa a líder da oposição bielorrussa, Svetlana Tikhanovskaia.

"Antes do início da guerra na Ucrânia lutávamos contra o regime na Bielorrússia, mas após a guerra compreendemos que também tínhamos de apoiar os ucranianos, porque os destinos dos dois países estão profundamente relacionados, porque sem liberdade na Ucrânia não haverá liberdade na Bielorrússia", indicou a ativista, 39 anos, que na quinta-feira iniciou uma visita de dois dias a Lisboa a convite do ministro dos Negócios Estrangeiros português, João Gomes Cravinho.

Tikhanovskaia. Lukashenko e Putin mantêm uma "falsa amizade"

Daniela Filipe | há 3 meses

A relação entre os Presidente da Bielorrússia e da Rússia é de "falsa amizade" e ambos se aproveitam mutuamente para extrair benefícios, disse hoje em entrevista à Lusa a líder da oposição bielorrussa Svetlana Tikhanovskaia.

"[O Presidente da Bielorrússia Alexander Lukashenko e o Presidente da Rússia, Vladimir Putin] são duas pessoas que sempre tiveram falsas amizades, circunstanciais, sempre se aproveitaram um do outro para garantirem benefícios. E agora Lukashenko precisa de Putin como um apoio político, e Putin encara Lukashenko como um seu representante, para indicar não ser o único que está a combater na Ucrânia, mas antes através de uma coligação de países", assinalou.

Presidente do Sberbank avisa que economia pode levar 10 anos a recuperar

Daniela Filipe | há 3 meses

O presidente executivo do Sberbank, o maior banco russo, disse hoje que a economia da Rússia pode levar uma década para recuperar o nível de 2021 se não forem tomadas medidas.

"Se nada for feito na situação atual, o retorno ao nível de 2021 pode levar cerca de 10 anos", disse Herman Gref no Fórum Económico Internacional de São Petersburgo, a propósito do impacto das sanções ocidentais impostas à Rússia pela guerra na Ucrânia.

De visita surpresa, Johnson reforça compromisso para com a Ucrânia

Daniela Filipe | há 3 meses

De visita a Kyiv pela segunda vez, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, sublinhou, esta sexta-feira, que o presidente russo, Vladimir Putin, ainda não atingiu os objetivos definidos para a invasão da Ucrânia e que, na verdade, todos têm fracassado. Apontou, além disso, a pressão sob a qual as tropas russas se encontram devido às baixas significativas, antes de reforçar o seu apoio para com a Ucrânia.

"Faremos tudo o que conseguirmos para fortalecer as sanções aplicadas à Rússia", garantiu, numa conferência de imprensa junto do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Notícias ao Minuto
© Reuters  

"Ucrânia pede para ser candidata à UE e a UE deve aceitar esse estatuto"

Daniela Filipe | há 3 meses

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, falou esta sexta-feira aos jornalistas após reunião com o primeiro-ministro, António Costa, no âmbito da preparação da reunião do Conselho Europeu de 23 e 24 de junho. A bloquista concordou com Costa no facto de que a Ucrânia precisa desde apoio "já" e a candidatura pode não ser o melhor caminho, no sentido em que é um "processo lento". 

Reino Unido propõe lançar programa de treino para soldados ucranianos

Daniela Filipe | há 3 meses

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, revelou, durante a sua visita surpresa a Kyiv, está a planear o lançamento de um programa de formação para soldados ucranianos.

A operação teria potencial para treinar até 10 mil soldados a cada 120 dias, de modo a ajudar a Ucrânia na resistência às forças russas, diz a Sky News.

As tropas ucranianas, por sua vez, seriam treinadas fora do país, caso a oferta seja aceite.

Na ótica de Johnson, este plano poderia "mudar o rumo desta guerra", complementando que, dois meses após a sua última visita a Kyiv, "a garra, a determinação e a resiliência da Ucrânia estão mais fortes do que nunca", apontando que "essa determinação inquebrável sobreviverá por muito tempo às vãs ambições do presidente [Vladimir] Putin". 

Rússia foi "forçada" a invadir a Ucrânia, diz Putin

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Marcando presença no Fórum Económico de São Petersburgo, esta sexta-feira, Vladimir Putin, presidente russo, lançou duras críticas ao Ocidente, que acusou de ‘arrogância colonial’ e de procurar ‘acabar’ com a Rússia com as suas “estúpidas” sanções económicas. Naquele que foi um discurso com um atraso de duas horas devido a um ataque informático, o chefe de Estado rejeitou ainda a responsabilidade da Rússia na crise económica a nível mundial, sublinhando que o país foi “obrigado” a invadir a Ucrânia, de modo a assegurar a sua própria segurança e soberania.

Saiba mais aqui.

"Apoio da Grã-Bretanha à Ucrânia é firme e resoluto", frisa Zelensky

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinalou na rede social Telegram a segunda visita do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. “Muitos dias desta guerra provaram que o apoio da Grã-Bretanha à Ucrânia é firme e resoluto. Feliz por ver novamente o grande amigo do nosso país, Boris Johnson, em Kyiv”, escreveu.

Numa outra publicação, lembrou que esta “é a segunda visita de Boris Johnson a Kyiv desde o início da invasão russa em grande escala” da Ucrânia. “Temos uma visão comum do movimento em direção à vitória da Ucrânia. Estou grato por um poderoso apoio”, assinalou.

Rússia diz ter matado 19 mercenários que saíram de Portugal

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Ministério da Defesa da Rússia revelou, esta sexta-feira, que matou 19 mercenários que saíram de Portugal para lutar ao lado das tropas ucranianas. Segundo um comunicado, publicado na rede social Telegram, dos 103 mercenários que partiram de Portugal, 19 foram mortos, 16 saíram da Ucrânia e 68 ainda estão em território ucraniano.

Boris Johnson visita Kyiv pela segunda vez desde o início da invasão

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, está de visita a Kyiv pela segunda vez desde o início da invasão russa. "Senhor presidente, Volodymyr. É bom estar em Kyiv novamente", assinalou na rede social Twitter, onde partilhou ainda uma fotografia com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Navio de guerra russo violou espaço marítimo da Dinamarca

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Um navio de guerra russo violou, esta sexta-feira, o espaço marítimo da Dinamarca, a norte da ilha de Bornholm, no Mar Báltico. Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros dinamarquês, Jeppe Kofod, a violação ocorreu duas vezes.

“Uma provocação russa profundamente irresponsável, grosseira e completamente inaceitável, no meio do Festival da Democracia da Dinamarca”, assinalou o governante na rede social Twitter.

Na nota, Kofod frisou que “os métodos de intimidação não funcionam contra a Dinamarca” e que o embaixador russo na Dinamarca foi “convocado com urgência” pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros

Rússia deporta centenas de milhares de ucranianos e continua "genocídio"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Mykhailo Podolyak, conselheiro do presidente ucraniano, acusou esta sexta-feira a Rússia de “deportar centenas de milhares de ucranianos” e continuar “o genocídio de pessoas ucranianas”. Através de uma publicação na rede social Twitter, o responsável frisa que o “mundo deve falar sobre isso”.

“Separação de famílias, apreensão de documentos, deportação para o extremo Oriente. Campos de concentração de filtração, torturas brutais, perseguição de etnia. No século XXI, a Rússia deporta centenas de milhares de ucranianos, continuando o genocídio de pessoas ucranianas. O mundo deve falar sobre isso”, escreveu.

 

PCP defende que prioridade na Ucrânia deve ser "o diálogo"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O secretário-geral do PCP considerou hoje que a prioridade face ao conflito na Ucrânia é o diálogo, salientando que mesmo os apoiantes da concessão a este país do estatuto de candidato à União Europeia a relativizam, referindo-se ao primeiro-ministro.

Ucrânia. Portugal só dá opinião sobre adesão à UE após ler recomendação

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O ministro dos Negócios Estrangeiros disse hoje que Portugal vai emitir uma opinião sobre a recomendação de Bruxelas para que seja concedido à Ucrânia o estatuto de país candidato à adesão depois de estudar o relatório. "Estamos a estudar [a recomendação], na próxima semana haverá um Conselho Europeu, e a nossa posição será em função da nossa leitura do relatório da Comissão Europeia", afirmou João Gomes Cravinho, na conferência de imprensa conjunta que decorreu em Lisboa depois do encontro com a líder da oposição na Bielorússia, Sviatlana Tsikhanouskaya.

UE. Moldova diz que recomendação para estatuto é "momento importante"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A Presidente moldava, Maia Sandu, disse hoje que o seu país vive um "momento importante", após a decisão da Comissão Europeia de recomendar aos Estados-membros que concedam à Moldova o estatuto de candidata à União Europeia (UE). "Este é um momento importante para o futuro da República da Moldova. E é também a esperança de que os nossos cidadãos precisam", disse Sandu, numa mensagem publicada na rede social Telegram.

Rússia não se responsabiliza pela crise alimentar global

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Vladimir Putin recusou responsabilizar-se pela crise alimentar global e lembra que, apesar de os portos da Ucrânia estarem encerrados, o problema “não surgiu hoje”. 

“A Rússia [não é] certamente culpada, embora estejam a tentar atribuir-nos as culpas, em tudo o que está a acontecer na economia mundial”, afirmou.

 

Putin acusa Ocidente de tratar "o resto do mundo" como "zona periférica"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente da Rússia acusou os países aliados do Ocidente de pensarem que o resto do mundo “é o seu próprio quintal” e de tratarem esses países “como as suas colónias”.

“Os nossos colegas recusam a realidade e pensam com base em padrões do passado. Pensam que o resto do mundo é uma zona periférica, que faz parte do seu quintal. Tratam esses países como as suas colónias e os povos são considerados de segunda categoria. Isto é algo frustrante”, afirmou, acrescentando que esta é a base da “russofobia” do Ocidente e das sanções impostas contra a Rússia. 

Na sua ótica, as sanções são “imprudentes” e têm como objetivo “esmagar a economia russa de uma só vez pela força”.

Putin considerou ainda que a União Europeia (UE) "perdeu completamente a soberania" e está "a dançar as músicas de outra pessoa". Atualmente, acusa o russo, a UE "faz tudo o que lhe é ditado", inflingindo "danos" à sua população, negócios e economia. 

 

Relações internacionais? Putin considera que "nada será como antes"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Durante o seu discurso no Fórum Económico de São Petersburgo, Vladimir Putin frisou ainda que “nada será como antes” no que toca ao “sistema de relações internacionais”. 

“Não podemos apenas sentar-nos e acreditar que tudo será como antes. Isso não vai acontecer. Parece que as elites governamentais de alguns países ocidentais continuam a optar por ignorar esta questão e voltam novamente a acreditar nos fantasmas do passado”, disse o líder russo. 

Notícias ao Minuto Vladimir Putin discursou no Fórum Económico de São Petersburgo © Reuters  

EUA e Reino Unido vêem-se como “deuses no planeta Terra”, diz Putin

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente russo, Vladimir Putin, discursou, esta sexta-feira, no Fórum Económico de São Petersburgo e acusou os Estados Unidos da América (EUA) e o Reino Unido de se verem como “deuses no planeta Terra, que não têm deveres”, após a Guerra Fria.

Num discurso, que começou com cerca de duas horas de atraso devido a um ataque informático, Putin sublinhou que o Fórum se realiza “num momento difícil para toda a comunidade mundial”, quando a economia e “os próprios princípios dos sistemas económicos globais”.

E atirou: “Os EUA declararam vitória na Guerra Fria, tal como Londres, e mais tarde vieram a pensar em si próprios como deuses no planeta Terra, que não têm deveres, apenas interesses”.

 

Em julho, russos irão precisar de passaporte para entrar na Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, revelou esta sexta-feira que a Ucrânia vai exigir passaporte a todos os cidadãos russos que queiram entrar na Ucrânia. A medida irá entrar em vigor a partir de 1 de julho. 

“No âmbito de combater ameaças sem precedentes à segurança nacional, soberania e integridade territorial de nosso Estado, sugeri que o Conselho de Ministros considerasse a revisão do regime de entrada de cidadãos russos na Ucrânia”, explicou o presidente na rede social Telegram. Assim, “de acordo com a decisão planeada pelo Conselho de Ministros, a partir de 1.º de julho de 2022, a Ucrânia introduzirá um regime de entrada de vistos para cidadãos russos”.

Conselheiro do Kremlin em Lisboa? "Não há nenhum diálogo com a Rússia"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, comentou esta sexta-feira a notícia avançada pelo jornal Expresso de que será um conselheiro de Vladimir Putin a representar a Rússia na Conferência dos Oceanos, que se realiza em Lisboa de 27 de junho a 1 de julho de 2022. De acordo com o governante, a presença da delegação russa acontece apenas no âmbito da conferência das Nações Unidas, não existindo qualquer diálogo paralelo com o governo português.

Rússia reivindica eliminação de "2.000 mercenários estrangeiros"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Exército russo reivindicou hoje que cerca de 7.000 "mercenários estrangeiros" de 64 países chegaram à Ucrânia desde o início do conflito, em 24 de fevereiro, e quase 2.000 destes foram mortos pelas forças russas. "As nossas listas, de 17 de junho, incluem mercenários e especialistas em armas de um total de 64 países. Desde o início da operação militar especial, 6.956 chegaram à Ucrânia, 1.956 já foram eliminados e 1.779 saíram" do país, referiu o Ministério da Defesa russo num comunicado.

"Os ucranianos estão prontos a morrer pela perspetiva europeia"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A presidente da Comissão Europeia sublinhou hoje que "os ucranianos estão prontos a morrer pela perspetiva europeia", ao apresentar a recomendação no sentido de ser concedido à Ucrânia o estatuto de país candidato à adesão à União Europeia (UE). "A Ucrânia tem demonstrado claramente a aspiração e o empenho do país em estar à altura dos valores e normas europeias. A Ucrânia, antes da guerra, já tinha iniciado o seu caminho em direção à UE: durante oito anos, já se tinha vindo a aproximar gradualmente da União", comentou Ursula von der Leyen, na apresentação da avaliação levada a cabo pelo executivo comunitário e hoje adotada.

Discurso de Putin adiado por uma hora devido a ataque informático

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O discurso do presidente russo, Vladimir Putin, agendado para esta sexta-feira no Fórum Económico de São Petersburgo foi adiado por 1 hora devido a um ataque informático. Em declarações aos jornalistas, citado pelo jornal britânico The Guardian, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, garantiu que o problema já está a ser resolvido

 

Ucrânia candidata à UE? Livre apoia, mas "regras devem ser cumpridas"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Livre mostrou-se hoje favorável à concessão à Ucrânia do estatuto oficial de país candidato à União Europeia, mas considerou que o processo de adesão "terá de ser julgado pelos seus méritos e deméritos" e cumprir as regras. "Vamos ouvir falar muito nos próximos dias das responsabilidades por parte da Ucrânia, para reformar a sua política, para combater a corrupção, reforçar o estado de direito na Ucrânia, e todas essas prioridades são certas. O processo de adesão terá de ser julgado pelos seus méritos e deméritos durante todo o seu percurso e, portanto, não deve ser mais expedito ou menos, as regras devem ser cumpridas", defendeu o deputado único do Livre.

Rússia "já perdeu estrategicamente" a guerra na Ucrânia, diz Reino Unido

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O chefe das Forças Armadas do Reino Unido, Sir Tony Radakin, considerou que a Rússia já “perdeu estrategicamente” a guerra na Ucrânia e que qualquer ideia de que a guerra esteja a ser um sucesso é “um disparate”. "Este é um erro terrível da Rússia. A Rússia nunca assumirá o controlo da Ucrânia. A Rússia já perdeu estrategicamente. A NATO está mais forte, a Finlândia e a Suécia estão à espera de aderir", afirmou o responsável em entrevista à agência de notícias PA. 

Estatuto de candidato. “História europeia a ser feita”, diz MNE ucraniano

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, afirmou, esta sexta-feira, na sequência da recomendação da Comissão Europeia para conceder o estatuto de país candidato à União Europeia, que a “história europeia está a ser feita”.

“A história europeia está a ser feita. Saudamos a Comissão Europeia. A opinião positiva da Ucrânia conclui que deverá ser concedido à Ucrânia o estatuto de candidato à UE no Conselho Europeu da próxima semana. Isto será uma prova viva da liderança europeia e um enorme impulso para as transformações futuras da Ucrânia”, assinalou na rede social Twitter.

Ucrânia: Estatuto de candidato à UE envia "forte sinal político"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, considerou hoje que a recomendação da Comissão Europeia para atribuição do estatuto de candidato à Ucrânia envia um "forte sinal político contra a autocracia", esperando apoio dos líderes europeus. "O estatuto de candidato à Ucrânia envia um forte sinal político contra a autocracia e pela liberdade", declarou Roberta Metsola, numa publicação na rede social Twitter.

Festival da Eurovisão 2023 poderá realizar-se no Reino Unido

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A próxima edição do Festival Eurovisão da Canção realizar-se-á no Reino Unido, anunciou, esta sexta-feira, a União Europeia de Radiodifusão (UER), adiantando que já está em conversações com a emissora estatal britânica. Em causa está a incerteza sobre se a Ucrânia - vencedora do certame deste ano - tem condições para receber o evento, devido à invasão russa.

“De acordo com as regras e para assegurar a continuidade do evento, a UER irá agora iniciar discussões com a BBC, como segunda classificada deste ano, para potencialmente acolher o Festival Eurovisão da Canção de 2023 no Reino Unido”, lê-se em comunicado.

Retirada de civis de fábrica Azot só com "cessar-fogo completo"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O governador da região de Lugansk, Sergii Gaidai, afirmou hoje que uma operação de retirada dos civis que estão refugiados na fábrica de químicos Azot, na cidade de Severodonetsk, só será possível com um "cessar-fogo completo". "Sair da fábrica só será possível com um cessar-fogo completo", disse Gaidai na rede social Telegram.

Zelensky agradece "decisão histórica" da Comissão Europeia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu esta sexta-feira “a decisão histórica” tomada pela Comissão Europeia, que recomendou conceder à Ucrânia o estatuto de país candidato na adesão à União Europeia.

“Saúdo a conclusão positiva da Comissão Europeia sobre a concessão do estatuto de candidato da Ucrânia. Este é o primeiro passo para a adesão à UE, o que certamente nos aproximará mais da vitória. Agradeço à presidente Ursula Von der Leyen e a cada membro da Comissão Europeia para uma decisão histórica. Conto com resultados positivos no Conselho Europeu na próxima semana”, assinalou na rede social Twitter.

Bruxelas recomenda atribuição de estatuto de país candidato à Ucrânia

A Comissão Europeia recomendou hoje ao Conselho que seja concedido à Ucrânia o estatuto de país candidato à adesão à União Europeia (UE), emitindo parecer semelhante para a Moldova, enquanto para a Geórgia entende serem necessários mais passos.

Lusa | 11:29 - 17/06/2022

Bruxelas dá parecer favorável a estatuto de candidato da Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A Comissão Europeia recomendou, esta sexta-feira, que seja atribuído à Ucrânia o estatuto de país candidato à adesão da União Europeia, anunciou a presidente Ursula Von der Leyen. “Sim, a Ucrânia merece a perspetiva de integração na União Europeia”, afirmou em conferência de imprensa.

Na ótica da responsável, "a Ucrânia demonstrou claramente as aspirações do país de estar à altura dos valores e dos standards europeus", além de ter "um sistema eleitoral que demonstrou ser justo e livre".

 
Além da Ucrânia, a mesma recomendação foi emitida em relação à Geórgia e à Moldávia. A decisão final caberá aos líderes dos 27 Estados-membros da UE, que se irão reunir no Conselho Europeu, nos próximos dias 23 e 24. 

Tornou-se militar por causa do 11/9. Agora, está desaparecido na Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Mais de 24 horas depois de o governo norte-americano identificar dois ex-militares que se deslocaram até à Ucrânia para combater as forças russas, um terceiro desparecido foi identificado. De acordo com a CNN International, trata-se de Grady Kurpasi, um ex-marine que se retirou em novembro do ano passado.

Cerca de 15 mil milionários preparam "êxodo" da Rússia, diz Reino Unido

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Os serviços secretos do Reino Unido informaram, esta sexta-feira, que cerca de 15 mil milionários estavam a tentar sair da Rússia, de acordo com os dados relativos aos pedidos de vistos. De acordo com o relatório diário do ministério da Defesa britânica, estes residentes estarão a tentar sair devido à sua imposição à guerra ou como forma de evitar o impacto causado pelas sanções económicas impostas, maioritariamente, pela União Europeia, Estados Unidos e Reino Unido.

Negociar abertura do porto de Odessa? "Não acredito muito", diz Macron

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente de França, Emmanuel Macron, admitiu, esta sexta-feira, que “não acredita” que a Rússia esteja disponível em negociar a abertura do porto ucraniano de Odessa para a exportação de cereais.

“Temos de falar com a Rússia sobre segurança alimentar e isso [as negociações] pode ser justificado através de contactos diretos com o secretário-geral da ONU para retirar os cereais de Odessa”, começou por explicar o chefe de Estado francês em entrevista ao canal BFM TV. “Mas não acredito muito neste caminho, porque já tive conversações há algumas semanas com o presidente [Vladimir] Putin, mas ele não quis aceitar uma resolução da ONU sobre este assunto”, acrescentou.

ONU alerta que situação humanitária é "extremamente alarmante" no Donbass

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A ONU alertou hoje que a situação humanitária na Ucrânia, após quase quatro meses da invasão russa, é "extremamente alarmante, quando os combates entre os Exércitos ucraniano e russo continuam a intensificar-se no leste do país. "A situação humanitária na Ucrânia, particularmente no leste do Donbass, é extremamente alarmante e continua a deteriorar-se rapidamente", alertou, num comunicado, o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA).

Soldado ferido recebido com aplausos em estação de comboios de Kyiv

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Um soldado ferido foi recebido na estação central de comboios de Kyiv, capital da Ucrânia. O momento foi divulgado pelo conselheiro do Ministério do Interior ucraniano, Anton Gerashchenko, na rede social Twitter.

Veja o vídeo aqui.

Kherson. Bebés nascidos após 24 de fevereiro vão ter cidadania russa

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Todos os bebés nascidos em Kherson, região ucraniana controlada pelas tropas russas, após o início da invasão russa da Ucrânia - a 24 de fevereiro - receberão automaticamente cidadania russa, segundo revelou Kirill Stremousov, vice-presidente da administração militar-civil imposta por Moscovo. 

“As crianças nascidas após 24 de fevereiro na região de Kherson receberão automaticamente a cidadania da Federação Russa”, afirmou Stremousov à agência de notícias russa RIA Novosti. A medida inclui também as crianças órfãs.

Zelensky diz que a Ucrânia está mais próxima da União Europeia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, declarou que, neste momento, o seu país está mais próximo da União Europeia (UE) do que alguma vez esteve desde a sua independência em 1990. "A Ucrânia está agora mais próxima da União Europeia do que alguma vez esteve desde a sua independência", assegurou o presidente na sua habitual mensagem diária.

 

 

Ucrânia diz ter conseguido atacar navio russo que transportava armamento

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A Marinha da Ucrânia revelou, esta sexta-feira, que conseguiu atacar um navio russo que transportava “munições, armas e pessoal [operacionais russos] da frota do Mar Negro para a ilha das Serpentes”.

Nas redes sociais, o governador de Odessa, Maksym Marchenko, revelou também que “esta manhã, no Mar Negro, o rebocador da frota do Mar Negro ‘Vasily Bekh’ foi atinguido por mísseis”. “Parabéns à equipa do cruzador ‘Moscovo’”, acrescentou.

 

Problemas em sancionar oligarcas? Deve gerar transparência financeira

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Observatório Fiscal da União Europeia (UE) espera que as dificuldades na aplicação de sanções aos oligarcas russos causem mudanças para maior transparência financeira no espaço comunitário, visando identificar bens como em paraísos fiscais.

"Durante muito tempo, estas ideias não foram levadas muito a sério e não despertaram muito interesse, mas agora penso que isto começou a mudar, nomeadamente com as dificuldades verificadas com a aplicação de sanções a oligarcas russos e, portanto, é um progresso", afirma o diretor do Observatório Fiscal da UE, Gabriel Zucman, em entrevista à agência Lusa.

Promoção da democracia pelo Ocidente resultou no "caos" e "guerra"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Presidente chinês, Xi Jinping, considera que a promoção da democracia pelo Ocidente causou "guerras" e "caos" no resto do mundo. Numa intervenção agora publicada referente a um discurso proferido durante uma reunião com a cúpula do poder na China, que juntou os 25 membros do Politburo do Partido Comunista da China, Xi disse que algumas nações "promovem à força o conceito e o sistema de democracia e Direitos Humanos ocidentais (...) aproveitando-se para interferir nos assuntos internos de outros países".

Agricultores ucranianos afastam forças russas com cerejas... contaminadas

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Os agricultores ucranianos dos territórios ocupados pelas forças russas estão a fazer tudo o que têm ao seu alcance para se vingarem dos invasores... incluindo envenenar os frutos que plantam. Segundo revelou Ivan Fedorov, autarca da cidade de Melitopol, os agricultores terão afastado militares russos com recurso a fruta contaminada.

“Se calhar vão meter-me na prisão ou matar-me por estas palavras"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

A guerra na Ucrânia já se prolonga há quase quatro meses e os pedidos para o fim deste conflito multiplicam-se, até dentro da própria Rússia. Igor Denisov, jogador russo e antigo capitão da seleção, numa conversa ao canal de Youtube do jornalista Nobel Arustamyan, revelou que escreveu uma carta a Vladimir Putin a implorar o fim da guerra.

Pelo menos 4.481 civis mortos desde o início da invasão

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos revelou, esta sexta-feira, que a guerra na Ucrânia já provocou mais de 10 mil vítimas civis. Segundo a ONU, pelo menos, 4.481 civis morreram e 5.565 ficaram feridas

O maior número de vítimas foram contabilizadas na região do Donbass, onde 2.611 civis morreram e 3.103 ficaram feridos. 

A ONU, que alerta que o número real de vítimas pode ser muito mais elevado, revela ainda que a maioria das baixas civis foi causada por "armas explosivas com uma vasta área de impacto, incluindo bombardeamentos de artilharia pesada e sistemas de mísseis de lançamento múltiplo, e ataques aéreos e de mísseis".

UE. "Ansiedade positiva" em Kyiv devido à decisão de Bruxelas

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

O embaixador europeu na Ucrânia, Matti Maasikas, afirmou, esta sexta-feira, que se sente “uma ansiedade positiva” no ar devido à recomendação da Comissão Europeia sobre o estatuto de país candidato da Ucrânia.

“À espera da opinião da Comissão Europeia sobre o pedido de adesão da Ucrânia à UE, decidido hoje. Não posso deixar de recordar um dia de verão igualmente bonito, há 25 anos atrás, quando a Comissão abriu o caminho da UE ao meu país natal, a Estónia. A mesma ansiedade positiva, o mesmo sentimento de história no ar”, escreveu na rede social Twitter. 

Para recordar...

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Bom dia!

Márcia Guímaro Rodrigues | há 3 meses

Damos início a uma nova cobertura AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Poderá recordar tudo o que aconteceu na quinta-feira no link abaixo. 

AO MINUTO: Evacuação de Azot "impossível"; "Violações graves" em Mariupol

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:40 - 16/06/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório