Meteorologia

  • 09 FEVEREIRO 2023
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 17º

Três militares e quatro civis mortos pelo Boko Haram nos Camarões

Três militares e quatro civis foram mortos no início da semana por extremistas islâmicos do Boko Haram na região norte dos Camarões, onde o grupo leva a cabo ataques regulares, segundo fontes das autoridades locais.

Três militares e quatro civis mortos pelo Boko Haram nos Camarões

O posto militar de Hitawa, perto da fronteira com a Nigéria, "foi atacado na noite de segunda-feira por volta das 02h00 por membros do Boko Haram", declarou à agência noticiosa France-Presse uma autoridade local, a coberto do anonimato.

"Há sete mortos - quatro civis e três militares - e vários feridos", acrescentou, informação que foi confirmada por outras duas fontes das forças de segurança locais, que também pediram o anonimato.

Nesta região dos Camarões, bem como nas áreas fronteiriças da Nigéria, Níger e Chade, têm-se registado ataques frequentes contra forças de segurança e civis, levados a cabo por membros do Boko Haram e da sua fação dissidente, autodenominada Estado Islâmico na Província da África Ocidental (Iswap, na sigla em inglês).

Já em julho de 2021 haviam sido mortos cinco militares e um civil, em Ziqué, na ponta norte dos Camarões, por uma "horda de terroristas fortemente armados da seita Boko Haram", segundo o Ministério da Defesa do país.

No mesmo mês, foram também mortos seis soldados em Sagmé, a algumas dezenas de quilómetros da fronteira com a Nigéria.

A rebelião do Boko Haram estalou em 2009 no nordeste nigeriano e espalhou-se aos países vizinhos.

Desde então, as Nações Unidas afirmam que os extremistas islâmicos já assassinaram mais de 36.000 pessoas (especialmente na Nigéria) e provocaram três milhões de deslocados.

Em 2016, o Boko Haram separou-se em duas fações: uma dirigida pelo seu líder histórico, Abubakar Shekau, e o Iswap, afiliado ao grupo extremista Estado Islâmico.

Em junho de 2021, o Boko Haram confirmou a morte de Shekau em combate contra o Iswap.

Leia Também: Níger anuncia morte de 40 presumíveis membros do Boko Haram no lago Chade

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório