Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

Somália. Pior seca dos últimos 40 anos revela-se fatal para os mais novos

A seca, de acordo com os especialistas, está relacionada com a crise climática.

Somália. Pior seca dos últimos 40 anos revela-se fatal para os mais novos
Notícias ao Minuto

23:59 - 25/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Somália

Na Somália, bebés estão a adoecer e a morrer na sequência daquela que se apresenta como a pior seca dos últimos 40 anos no país, noticia o The Independent. Isto depois da falta de chuva, registada durante quatro temporadas consecutivas, ter levado muitas das colheitas a murchar, perante a falta de água.

Num contexto desta natureza, oficiais da Organização das Nações Unidas (ONU) continuam a apelar ao aumento da assistência humanitária ao Corno de África, numa altura em que a seca afeta já cerca de 15 milhões de pessoas considerando os territórios do Quénia, da Etiópia e da Somália.

No entanto, para Halima Hassan Abdullahi essa ajuda já viria demasiado tarde. As suas duas netas, Ebla e Abdia, viveram apenas durante um dia após o nascimento. A mãe, devido à situação de fraqueza em que se encontrava, acabaria por dar à luz um mês mais cedo do que o previsto. "Ela está desnutrida e os seus dois bebés morreram de fome", contou a avó das duas bebés.

Outras crianças estão, também, a ficar enfraquecidas pela fome, acabando por ser afetadas por outras doenças.

Asha Ali Osman, de 25 anos de idade, perdeu os seus filhos de três e quatro anos de idade para o sarampo, há cerca de um mês. A mãe contou ainda já não ter capacidade de amamentar os seus mais novos. "Quando os meus filhos têm fome, posso pedir um pouco de água com açúcar a um vizinho. Ou por vezes deitamo-nos juntos e choramos", contou.

Esta é apenas uma das milhares de pessoas que se viram obrigadas a fugir para o campo de Kaxareey, devido às consequências da seca - que, de acordo com os especialistas, está relacionada com a crise climática.

O aquecimento global está a aumentar a ameaça de escassez de água, com a ONU a ter avisado recentemente que esta poderia vir a ser a realidade para uma em cada quatro crianças até ao ano de 2040.

Leia Também: HRW pede a tropas americanas que vão para a Somália para protegerem civis

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório