Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 22º

África no G20? "Não é uma fantasia", diz presidente da União Africana

O presidente em exercício da União Africana, Macky Sall, afirmou esta quarta-feira, em Luanda, que África deve ter um lugar no G20, "não por fantasia", mas pelo facto de o continente ser "entre a 5.ª a 8.ª economia mundial". 

África no G20? "Não é uma fantasia", diz presidente da União Africana

"Como já assinalamos no último consenso africano que tivemos, pedimos também um lugar para a África no G20. Não é uma fantasia, a economia africana representa mais de 2,6 mil milhões de dólares do PIB (Produto Interno Bruto)", afirmou esta quarta-feira o também Presidente da República do Senegal. 

Segundo Macky Sall, África "pode estar entre a 5ª e a 8ª economia mundial e, por isso, nestas reuniões de grande política mundial, África não pode ser um convidado, África tem de participar como membro de pleno direito". 

Para o governante senegalês, que falava esta quarta-feira, no palácio presidencial, em Luanda, no quadro do seu primeiro dia de visita oficial a Angola, o continente africano tem "enormes desafios a suplantar". 

"No domínio da resiliência e o relançamento das nossas economias, constatamos poucos progressos na iniciativa do G20 sobre a suspensão das dívidas, poucos progressos também na realocação das tiragens especiais", realçou. 

Macky Sall sublinhou que a situação se configura em "obstáculos adicionais ao acesso ao crédito em boas condições para os países africanos". 

"Por isso, lancei a ideia de uma agência pan-africana de anotação (financeira) e não importará criar simplesmente esta agência, mas deve haver também uma grande colaboração com as nossas agências internas", argumentou, reiterando a necessidade de África ter lugar no G20.

"Este é um desafio onde temos de levantar cada vez mais as nossas vozes, temos de facto de ter vozes africanas fortes para denunciar essas injustiças". 

"E também levarmos a nossa advocacia a nível destas instituições, por isso, senhor Presidente (João Lourenço) precisamos também da sua voz por África. É isto que eu faço regularmente no quadro do meu mandato na União Africana, farei isso na próxima reunião do OCDE e do G7 em junho próximo", exortou, dirigindo-se ao seu homólogo angolano.

O presidente da União Africana disse igualmente que espera contar com João Lourenço para "levar e amplificar as nossas mensagens como membro do bureau da União Africana". 

Sobre o conflito na Ucrânia, Macky Sall considerou que o mesmo "ameaça gravemente os nossos países com os bens de primeira necessidade e também com a subida de preços".  

"Como falámos durante a nossa reunião é muito importante que África continue a reclamar o fim as hostilidades e, também, continue a permanecer neutra nesta guerra, não entrando em conflitos que envolve o oeste e o leste", rematou. 

Macky Sall também discurso esta quarta-feira no parlamento angolano, que realizou uma sessão solene em sua honra. 

Leia Também: Presidente senegalês vai a Moscovo e a Kyiv em nome da União Africana

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório