Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Livro 1984 era sobre liberalismo, não totalitarismo, diz diplomata russa

"Orwell não escreveu sobre a União Soviética, nem sobre nós", garantiu Maria Zakharova.

Livro 1984 era sobre liberalismo, não totalitarismo, diz diplomata russa

O clássico distópico de George Orwell, '1984', foi escrito para descrever os perigos do liberalismo ocidental - não do totalitarismo - afirmou a porta-voz do MNE russo.

“Por muitos anos, acreditámos que Orwell descreveu os horrores do totalitarismo. Estes é um dos maiores enganos globais”, afirmou Maria Zakharova, garantindo que o escritor “escreveu sobre o fim do liberalismo”. “Ele descreveu como o liberalismo levaria a Humanidade a um beco sem saída.” disse Maria Zakharova, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, durante uma palestra pública em Ekaterinburg, no sábado.

Segundo cita o The Guardian, a mulher disse que Orwell "não escreveu sobre a URSS, não se tratava de nós. Escreveu sobre a sociedade em que ele vivia, sobre o colapso das ideias do liberalismo”, assegurando que as pessoas “foram levadas a crer que Orwell não escreveu” sobre os regimes liberais. “É o Ocidente que vive num mundo de fantasia.”

Zakharova tinha sido questionada por um membro do público como responder a amigos e familiares no estrangeiro quando estes sugeriram que a Rússia estava a viver numa repetição dos tempos modernos do romance de Orwell.

Publicado em 1949, o livro é visto como uma advertência cautelosa das consequências do totalitarismo e um estado de vigilância. Conjetura-se que George Orwell fez, inspirando-se nos regimes da Alemanha nazi e da Rússia estalinista.

Leia Também: Maratona de tatuagens angaria dinheiro para o exército ucraniano

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório