Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Rússia aprofunda laços com a China após "posição de ditador" do Ocidente

Lavrov coloca em causa a retoma de relações com o Ocidente.

Rússia aprofunda laços com a China após "posição de ditador" do Ocidente
Notícias ao Minuto

09:53 - 24/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia/Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, disse que Moscovo se vai concentrar no aprofundamento de laços com a China, indo considerar caso o Ocidente queira restabelecer relações futuramente. 

"Se eles [o Ocidente] quiserem oferecer algo em termos de retoma das relações, consideraremos seriamente se precisaremos disso ou não", disse Lavrov, num discurso transcrito, que foi divulgado no site do Ministério.

O governante russo acusa ainda o Ocidente de assumir uma “posição de ditador”.

"Agora que o Ocidente assumiu uma posição de ditador, os nossos laços económicos com a China vão crescer ainda mais rápido", acrescentou, destacando que a China é detentora de tecnologias que não são “inferiores às do Ocidente”.

"Devemos deixar de depender, de qualquer forma, do fornecimento de absolutamente tudo do Ocidente para garantir o desenvolvimento de setores criticamente importantes para a segurança, a economia ou a esfera social de nossa pátria", acrescentou. 

Lavrov assegura também que a Rússia contará "apenas" consigo própria e com os países "que provaram ser confiáveis".

É de realçar que se assinalam, esta terça-feira, três meses desde o início da guerra na Ucrânia, a 24 de fevereiro. Segundo a ONU, já morreram mais de três mil civis, havendo a probabilidade de o número real de vítimas mortais ser muito maior.

Leia Também: AO MINUTO: Três civis mortos em Kramatorsk; Rússia monta base em Kherson

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório