Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Níger considera cooperação militar com Alemanha "um modelo" a seguir

O Presidente do Níger considerou hoje a cooperação militar com a Alemanha como "um modelo" a seguir por outros parceiros do seu país, após uma reunião em Niamey com o chanceler alemão, Olaf Scholz.

Níger considera cooperação militar com Alemanha "um modelo" a seguir
Notícias ao Minuto

19:00 - 23/05/22 por Lusa

Mundo Cooperação militar

Para a missão "Gazelle", de treino de forças especiais no oeste do Níger, "a Alemanha fez grandes investimentos em infraestrutura, construção de aeródromos, edifícios e fornece treino de alta qualidade, que é apreciado de maneira muito singular pelo nosso exército", afirmou Mohamed Bazoum, durante uma conferência de imprensa conjunta com Olaf Scholz.

"Gostaria de parabenizá-lo pelo trabalho que fizemos juntos e que agora será um modelo para o qual orientaremos todos os nossos outros parceiros", acrescentou.

O chefe de Estado do Níger pretende que haja um prolongamento da missão "Gazelle", que termina no final de 2022.

Olaf Scholz indicou que o parlamento alemão "já deu luz verde para uma prorrogação". "Temos de ver quais são as perspetivas para o futuro e quais são os pormenores [da continuação] desta cooperação", acrescentou, considerando, no entanto, "que o sucesso alcançado até agora já é realmente uma boa motivação para continuar".

O chanceler alemão visitou hoje de manhã os miliares alemães que se encontram no país no âmbito da "Gazelle", na região de Tahoua (oeste), e afirmou ter conseguido ver "o quão bem-sucedido realmente é" o seu trabalho.

Olaf Scholz considerou que "a situação de segurança no Sahel é muito difícil" e que "é necessária uma cooperação realmente boa para garantir a segurança na região".

Mas realçou também que o seu país está disposto a "continuar a dar" a sua "contribuição" à Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma).

Segundo o chanceler alemão, "é claro que esta situação [de segurança] não melhorará com a presença de mercenários russos no Mali". Pelo contrário, disse: "É ainda mais importante ter uma cooperação muito boa aqui [no Níger] com vocês".

Vários países da região do Sahel, Mali, Níger e Burkina Faso, são confrontados com as atividades mortíferas de grupos terroristas ligados à Al-Qaida e ao Estado Islâmico, que também ameaçam desestabilizar vários países do golfo da Guiné, mais ao sul.

Depois do Senegal e do Níger, o chanceler alemão deverá seguir para a África do Sul, onde é esperado hoje à noite.

Leia Também: Confiança empresarial na Alemanha sobe em maio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório