Meteorologia

  • 04 JULHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 28º

AO MINUTO: Paz? Zelensky só aceita reunir com Putin; "Combates ferozes"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Paz? Zelensky só aceita reunir com Putin; "Combates ferozes"
Notícias ao Minuto

07:42 - 23/05/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

Na véspera de completar três meses de guerra, o conflito está agora concentrado na região de Donetsk, onde pelo menos 412 civis foram mortos e 1.140 ficaram feridos, desde o início da invasão em 24 de fevereiro.

Entretanto existe esperança para a possibilidade de se voltar à mesa das negociações, sendo que o negociador-chefe da delegação da Rússia, Vladimir Medinsky, disse, este domingo, que Moscovo está pronto para retomar as conversações de paz com Kyiv. Anteriormente o responsável tinha acusado a Ucrânia de "estagnar" as negociações.

Fim de cobertura

Daniela Filipe | há 1 mês

Boa noite! Damos como terminado este acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia, que será retomado num novo registo, na manhã de terça-feira. Até lá, obrigada pela preferência!

Zelensky avisa que derrota russa arrastará países da NATO para a guerra

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, alertou esta segunda-feira que os Estados Unidos e todos os membros da NATO serão arrastados para uma guerra caso a Rússia conquiste a Ucrânia e avance para outros países.

Paz? Zelensky não aceitará reunião com "nenhum russo" que não seja Putin

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou, esta segunda-feira, que o seu homólogo russo é o único oficial daquele país com quem está disposto a reunir, e apenas na condição de colocar um ponto final à guerra.

O líder da Ucrânia, que discursou no Fórum Económico Mundial, em Davos, adiantou que a organização de qualquer tipo de conversações com a Rússia está a tornar-se cada vez mais difícil, à medida que surgem evidências de crimes por parte das forças daquele país contra civis ucranianos, diz a Reuters.

Moscovo considerará restaurar laços com o Ocidente, mas a China é o foco

Daniela Filipe | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, admitiu, esta segunda-feira, que a Rússia considerará restaurar os laços com o Ocidente, - e até mesmo se estes são necessários -, mas o foco está no desenvolvimento de relações com a China.

"Se [o Ocidente] quiser retomar as relações, consideraremos seriamente se precisaremos do seu apoio ou não", disse o responsável, citado pela Reuters.

"Agora que o Ocidente assumiu uma 'posição ditatorial', os nossos laços económicos com a China crescerão muito mais depressa", acrescentou.

Sexto pacote de sanções? UE poderá chegar a acordo esta semana

Daniela Filipe | há 1 mês

O primeiro-ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, afirmou, esta segunda-feira, que é possível que a União Europeia (UE) chegue a um consenso acerca do sexto pacote de sanções contra a Rússia ainda esta semana. Sublinhe-se que o pacote, apresentado no início do mês por Bruxelas, prevê uma eliminação total e gradual da importação do petróleo e gás russos.

UE deverá aprovar embargo ao petróleo russo "dentro de dias"

Daniela Filipe | há 1 mês

A União Europeia (UE) deverá aprovar um embargo ao petróleo russo "dentro de dias", revelou o ministro da Economia alemão, Robert Habeck, ao canal ZDF, citado pela BBC.

O responsável alertou que a medida não enfraquecerá o Kremlin de forma imediata, uma vez que o aumento dos preços permite que a Rússia gere mais receita, ao mesmo tempo que vende volumes menores de petróleo. Nesse sentido, uma hipótese seria deixar de pagar pelo petróleo, mas aprovar valores máximos. Contudo, para que a proposta resultasse, muitos países teriam de aderir, complementou.

Metro de Kharkiv voltará a funcionar após meses como abrigo

Daniela Filipe | há 1 mês

O autarca de Kharkiv, Ihor Terekhov, anunciou esta segunda-feira que o serviço de metro daquela cidade voltará ao ativo, após ter estado meses a servir de abrigo à população.

"Todas as linhas voltarão a funcionar. O estaleiro do metro foi danificado durante os bombardeamentos, por isso os intervalos serão mais longos", disse o responsável na televisão nacional, citado pelo The Guardian.

Ainda assim, Terekhov ressalvou que as pessoas poderão continuar a usar o metro como abrigo.

ONU preocupada com baixas civis nos "combates ferozes" no leste ucraniano

Daniela Filipe | há 1 mês

A ONU está preocupada com o impacto sobre os civis dos "combates ferozes" nas regiões leste de Lugansk e Donetsk e em Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, segundo os relatos divulgados hoje pela equipa deste organismo no terreno. O porta-voz das Nações Unidas, Stephane Dujarric, salientou que há pessoas a morrer ou a ficar feridas, e ainda casas, infraestruturas civis ou edifícios residenciais a ficar danificados ou destruídos.

Presidente do BAD confia que África evitará crise alimentar

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Akinwumi Adesina, mostrou-se hoje confiante de que África vai conseguir evitar a crise alimentar iminente, com o apoio de um plano de emergência de 1,5 mil milhões de dólares.
  

"Não temos outra alternativa senão lutar. Lutar e vencer"

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, reconheceu, esta segunda-feira, que as próximas semanas de guerra no país “vão ser difíceis”, mas não há outra alternativa a não ser “lutar e vencer” porque a Rússia quer retirar “tudo” aos cidadãos ucranianos, “incluindo o direito à vida”.

Ucrânia ordena prisão à revelia do ex-presidente Viktor Yanukovich

Daniela Filipe | há 1 mês

O Tribunal Distrital de Pechersk, em Kyiv, ordenou a prisão à revelia do ex-presidente Viktor Yanukovich, esta segunda-feira. Em causa estão acusações de traição, devido a um acordo que o responsável terá assinado em 2010, que prolongava a cedência de instalações navais à Rússia, na Crimeia.

O acordo, conhecido como 'Pacto de Kharkiv', permitiu que a Rússia mantivesse a sua frota do Mar Negro no porto de Sebastopol, na Crimeia, por mais 25 anos, refere a Procuradoria-Geral da Ucrânia, numa publicação divulgada no Telegram.

Parlamento ucraniano agradece a Harry Styles pelo apoio

Daniela Filipe | há 1 mês

O parlamento ucraniano agradeceu ao cantor Harry Styles por ter atuado com a bandeira daquele país, em Nova Iorque.

O antigo membro da banda One Direction ergueu a bandeira ucraniana, enquanto cantava o seu primeiro single a solo, 'Sign of the Times'.

Julgamento de militares de Azovstal vai começar em Mariupol

Daniela Filipe | há 1 mês

O julgamento dos militares ucranianos que se renderam na semana passada em Azovstal iniciar-se-á em Mariupol, disse hoje uma fonte familiarizada com o assunto à agência de notícias independente russa Interfax.

Donetsk continua sob "intensos combates" e bombardeamentos

Daniela Filipe | há 1 mês

A região de Donetsk, no leste da Ucrânia, continua sob "intensos combates" e bombardeamentos, segundo revelou esta segunda-feira o governador local, Pavlo Kyrylenko, citado pela Sky News.

Segundo o responsável, os combates estão a decorrer em Lyman e na direção de Lugansk, complementando que as forças russas pretendem tomar Lyman, de modo a avançar para Sloviansk e Kramatorsk. A situação é, assim, "difícil", uma vez que a Rússia está a dizimar cidades.

Kyrylenko referiu ainda que, dos 1.6 milhões de habitantes de Donetsk, apenas 320 mil permanecerão na região.

"Quem os enterrará?". Em Mariupol, mãe de soldado morto lamenta conflito

Daniela Filipe | há 1 mês

Partilhando o sentimento de tantos outros milhares de pessoas, Natalya chora a morte do filho, num cemitério nos arredores de Mariupol. Vladimir Voloshin, de 28 anos, foi morto por estilhaços que o atingiram na cabeça e no peito, durante a luta pela cidade portuária, a 26 de março. Mas é um dos ‘sortudos’. Caminhando pelas filas de sepulturas improvisadas, Natalya reflete que muitas das vítimas mortais não têm quem honre a sua memória.

Notícias ao Minuto
© Reuters  

Primeira-dama ucraniana fala na OMS e Moscovo denuncia "politização"

Daniela Filipe | há 1 mês

A primeira-dama ucraniana, Olena Zelenska, denunciou hoje junto da Organização Mundial de Saúde (OMS) os "horrores" causados pelas forças russas na Ucrânia, enquanto Moscovo denunciou uma "politização" desta organização.

"Morreu nas minhas mãos". Jovem recorda morte da mãe durante ataque russo

Daniela Filipe | há 1 mês

Viacheslav, de 18 anos, recordou os últimos momentos da vida da sua mãe, antes de ser vítima de um ataque russo que atingiu a sua casa, em Donetsk.

"A minha mãe morreu. Morreu nas minhas mãos", disse o jovem, em declarações ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Entre lágrimas, o adolescente relatou que a bomba caiu a metros de si, sendo que, quando abriu os olhos, viu a mãe "deitada de lado".

"As suas últimas palavras foram - estou bem."

Viacheslav quer, agora, que os quatro irmãos tenham uma vida melhor, assegurando que tudo fará para isso aconteça.

"O povo da Ucrânia tem um líder digno da sua coragem e resiliência"

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, teceu esta segunda-feira vários elogios ao seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky. Num texto, publicado na revista TIME no âmbito da eleição do presidente ucraniano como uma das 100 pessoas mais influentes de 2022, Biden sublinhou que “o povo da Ucrânia tem um líder digno da sua coragem e resiliência” e que ouve na voz de Zelensky “a determinação implacável de um homem que acredita profundamente no seu dever para com o seu povo”.

20 países concordam em novo pacote de ajuda para a segurança da Ucrânia

Daniela Filipe | há 1 mês

O secretário de Defesa dos Estados Unidos da América (EUA), Lloyd Austin, revelou que cerca de 20 países concordaram em enviar novos pacotes de ajuda para a segurança da Ucrânia, no âmbito de uma reunião com os oficiais de defesa de 44 nações.

Entre os países que aceitaram ajudar estão a Itália, a Dinamarca, a Grécia, a Noruega e a Polónia, cita a Reuters.

Futuro da Ucrânia? "Com tal vizinho, pode haver guerra. Pode repetir-se"

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, defendeu, esta segunda-feira, que devem ser criadas “condições para que as pessoas e empresas” não tenham receio de se estabelecer no país, mas que devem também ser estabelecidas “prioridades de segurança concretas”, uma vez que a “guerra pode ser repetida” por iniciativa da vizinha Rússia.

Outros 48 russos serão julgados por crimes de guerra, diz Ucrânia

Daniela Filipe | há 1 mês

A procuradora-geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, revelou, esta segunda-feira, que mais 48 soldados russos serão julgados por crimes de guerra em solo ucraniano, à semelhança do que sucedeu com o combatente de 21 anos Vadim Shishimarin, hoje condenado a prisão perpétua pelo assassinato de Oleksandr Shelipov, de 62 anos.

Outros 48 russos serão julgados por crimes de guerra, diz Ucrânia

O país está também a investigar cerca de 13 mil crimes de guerra cometidos pelas forças russas.

Notícias ao Minuto | 18:28 - 23/05/2022

Navalny diz que Putin é "louco malvado" com armas nucleares e veto na ONU

Daniela Filipe | há 1 mês

O líder de oposição russa, Alexei Navalny, chamou ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, "louco malvado" com armas nucleares e direito de veto na ONU, num artigo publicado hoje na revista norte-americana Time.

Lituânia anuncia retirada do seu embaixador na Rússia a partir de junho

Daniela Filipe | há 1 mês

A Lituânia anunciou, esta segunda-feira, a retirada do seu embaixador na Rússia, já a partir do dia 1 de junho, diz a Reuters.

Não terá sido apontado um substituto, adianta a agência noticiosa.

Recorde-se que, a 4 de abril, o governo lituano expulsou o embaixador da Rússia naquele país, alegando que o objetivo seria reduzir o nível de representação diplomática entre os dois países.

Ucrânia está a investigar cerca de 13 mil crimes de guerra

Daniela Filipe | há 1 mês

A procuradora-geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, revelou, esta segunda-feira, que o país está a investigar cerca de 13 mil crimes de guerra cometidos pelas forças russas durante a invasão, relata a Reuters.

Recorde-se que, apesar das alegações, a Rússia continua a negar estar a levar a cabo crimes de guerra na Ucrânia.

Rússia mantém controlo de barragem estratégica para a Crimeia

Daniela Filipe | há 1 mês

A Rússia mantém o controlo de uma central hidráulica estratégica, apreendida em final de fevereiro, assegurando o fornecimento de água à região anexada da Crimeia, constatou a agência France-Presse.

Crise alimentar pode piorar se continuar bloqueio a exportações

Daniela Filipe | há 1 mês

Os alimentos vão ficar ainda mais caros nos próximos meses, caso continue o bloqueio do escoamento marítimo de cereais da Ucrânia, alertaram hoje especialistas e governantes no Fórum Económico Mundial, em Davos.

Segundo o chefe do Programa Alimentar Mundial (PAM), David Beasley, se os carregamentos dos cereais e de outros produtos agrícolas não forem retomados a partir do porto de Odessa na Ucrânia, "estaremos perante um problema complexo porque os armazéns podem estar cheios, mas sem navios para os transportar poderemos assistir a situações de fome em todo o mundo", previu.

Miranda do Corvo promove "bolsa de habitação" para refugiados da guerra

Daniela Filipe | há 1 mês

O município de Miranda do Corvo está a promover a criação de uma "bolsa de habitação" para acolher refugiados da Ucrânia, tendo reiterado hoje o apelo aos proprietários do concelho que possam ceder casas para o efeito.

Turquia quer "passos concretos" para aceitar Suécia e Finlândia na NATO

Daniela Filipe | há 1 mês

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fez hoje depender o levantamento do seu veto à adesão da Suécia e da Finlândia à NATO de medidas concretas, mas sem as especificar.

"Queremos ver passos concretos em vez de declarações diplomáticas inconclusivas", disse Erdogan durante uma visita ao estaleiro naval Golcuk, na Turquia ocidental, citado pela agência espanhola EFE.

EUA reforçam compromisso de apoiar militarmente Kyiv "até ao fim"

Daniela Filipe | há 1 mês

O secretário de Defesa dos Estados Unidos da América (EUA), Lloyd Austin, reforçou hoje o compromisso do país em ajudar militarmente a Ucrânia "até ao fim".

Austin destacou o compromisso, no seu discurso virtual, durante a reunião de hoje com os oficiais de defesa de 44 países, para coordenar a assistência militar à Ucrânia.

"Temos muito que fazer juntos, e é assim que avançaremos, juntos", afirmou Austin aos membros do grupo que realizaram há um mês um primeiro encontro em Ramstein, Alemanha, e agora voltaram a reunir-se, com a presença de mais cinco países - Áustria, Bósnia-Herzegovina, Colômbia, Irlanda e Kosovo.

Rússia retira candidatura de Moscovo à Expo 2030

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Rússia retirou hoje a candidatura de Moscovo à Exposição Mundial de 2030, em que um dos concorrentes é a cidade ucraniana de Odessa, alegando que será prejudicada pela "campanha antirrussa" do Ocidente.

Starbucks sai definitivamente da Rússia na sequência da guerra na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Starbucks anunciou hoje que vai sair, definitivamente, da Rússia, depois de ter fechado temporariamente os seus 130 cafés naquele país, mas vai manter o pagamento do salário de cerca de 2.000 trabalhadores por seis meses.

Reino Unido assina declaração conjunta de defesa com a Lituânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Reino Unido e a Lituânia assinaram uma declaração conjunta que procura construir laços bilaterais de defesa e comércio, segundo um comunicado do ministério dos negócios estrangeiros do Reino Unido, citado pelo jornal The Guardian.

No comunicado a MNE britânica, Liz Truss, esclarece: "o Reino Unido e a Lituânia são dois países que acreditam na liberdade e na soberania e se levantam contra regimes autoritários na Europa e no mundo inteiro". Assim, "estamos juntos com a Ucrânia diante da guerra ilegal e bárbara da Rússia".

A Lituânia faz fronteira com a Bielorrússia, cujo presidente, Alexander Lukashenko, mantém uma relação próxima com o homónimo Vladimir Putin. Esta declaração vai basear-se na atual cooperação em defesa que os dois países partilham como aliados da NATO e aumentará a resistência a ameaças, inclusive da Rússia e da China, de acordo com a tutela britânica.

Autoridades ucranianas inauguram exposição sobre crimes de guerra russos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A 'Casa dos Crimes da Rússia' é uma exposição de fotos, mapas, vídeos e depoimentos das vítimas civis dos ataques russos - tanto testemunhas, quanto sobreviventes - e foi instalada no mesmo local que foi por muitos anos a "Casa da Rússia", um espaço de promoção económica financiado por empresas russas e onde também se realizavam festas e 'cocktails'.

A inauguração coincidiu com a intervenção por videoconferência no Fórum de Davos do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, cuja mensagem aos líderes mundiais foi cuidadosamente seguida pelos inúmeros visitantes da "Casa dos Crimes da Rússia", onde serão organizadas até à próxima quinta-feira várias reuniões para discutir a guerra e as suas consequências.

Notícias ao Minuto ['Casa dos Crimes da Rússia', em Davos]© Reuters  

Lukashenko pede a Guterres e à ONU que impeçam guerra mundial

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, enviou uma carta ao secretário-geral da ONU, António Guterres, na qual apelou à união da comunidade internacional para evitar que o conflito na Ucrânia conduza a uma nova guerra mundial, foi hoje divulgado.

"A Bielorrússia exorta os países do mundo a unirem-se para evitar que o conflito regional na Europa se transforme numa guerra mundial em larga escala", escreveu Lukashenko na missiva, citada pela agência de notícias estatal Belta.

Alto Comissariado para as Migrações mantém "contacto" com associações

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Alto Comissariado para as Migrações (ACM) afirmou hoje que mantém um "contacto regular" com as associações de imigrantes envolvidas no apoio e integração de refugiados ucranianos, indicando que existe um acompanhamento da ajuda financeira dada a estas estruturas.

Estão três ucranianos entre as 100 pessoas mais influentes da TIME

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente ucraniano  Volodymyr Zelensky e o comandante Valerii Zaluzhnyi foram selecionados para a categoria 'Líderes', e o editor-chefe do meio de comunicação ucraniano Ukrainska Pravda, Sevgil Musaieva, está entre os 'Inovadores'.

Advogado do soldado russo condenado a prisão perpétua anuncia recurso

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O advogado do soldado russo Vadim Shishimarin, julgado na Ucrânia por crimes de guerra e hoje condenado a prisão perpétua por ter matado um civil ucraniano desarmado, anunciou que vai recorrer da sentença.

"É a sentença mais severa e qualquer pessoa sensata apresentaria um recurso", disse o advogado do soldado, Viktor Ovsiannikov.

"Vou pedir que o veredicto seja anulado", acrescentou citado pelas agências internacionais.

Refugiados na Alemanha vão poder trocar dinheiro ucraniano por euros

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os refugiados ucranianos que cheguem à Alemanha vão poder trocar dinheiro ucraniano por euros a partir de amanhã. Esta é medida coordenada pelo governo e pelas instituições financeiras alemãs e ucranianas e entra em vigor partir de amanhã sendo que vai estar ativa durante os próximos três meses.

Segundo o canal britânico BBC, cada ucraniano que entrar na Alemanha vai poder trocar até 10 mil hryvnias ucranianas, menos de 320 euros em bancos alemães participantes nas taxas de câmbio atuais.

Serão aceites notas de 100, 200, 500 e 1.000 hryvnias ucranianas.

A Bielorrússia diz que está a verificar o equipamento do exército

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Em comunicado, citado pela agência Reuters, o ministério da defesa bielorrusso, informou que o exército estava a realizar verificações aos equipamentos em armazenamento de longo prazo. “A inspeção determinará a condição do equipamento e sua prontidão para realizar as suas tarefas”, afirmou também

Lembra-se que tropas russas estavam estacionadas na Bielorrússia, que fica ao norte da Ucrânia, para exercícios militares antes de usá-la como plataforma de lançamento para incursões em direção a Kyiv no início da invasão.

Rússia sugere que comboios com armas regressem à Polónia com cereais

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Rússia negou hoje ter causado uma crise alimentar no mundo e sugeriu que a Ucrânia use os comboios que chegam com armas ao país para continuar a exportar cereais através da Polónia.

"A Rússia tem sido sempre um exportador de cereais fiável. A Ucrânia era também um exportador de cereais bastante fiável. E, agora, o lado russo não está de modo algum a impedir a Ucrânia de exportar cereais para a Polónia por via ferroviária", afirmou o porta-voz do Kremlin.

Dmitri Peskov disse ainda que os cereais ucranianos podem ser exportados nos mesmos "comboios com armas" que chegam à Ucrânia a partir da Polónia.

Quatro países pedem que bens congelados financiem reconstrução da Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Lituânia, Eslováquia, Letónia e Estónia pedirão que os bens russos congelados pela UE sejam para financiar a reconstrução da Ucrânia , numa uma carta conjunta dos quatro países citada pela agência Reuters.

A carta, que será apresentada aos ministros das finanças da UE amanhã, diz: "Uma parte substancial dos custos de reconstrução da Ucrânia, incluindo a compensação das vítimas da agressão militar russa, deve ser coberta pela Rússia. (...) Em última análise, se a Rússia não interromper a agressão militar contra a Ucrânia, não deve haver nenhum vínculo económico entre a UE e a Rússia – garantindo que nenhum de nossos recursos financeiros, produtos ou serviços contribua para a máquina de guerra da Rússia", referem.

Acrescentam ainda que "nos casos em que as formas legais de confiscar os ativos não forem identificadas, este deve ser usado como alavanca e liberado apenas quando a Rússia compensar a Ucrânia por todos os danos causados".

Rússia recorda neutralidade da Moldova após Londres propor envio de armas

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Rússia lembrou hoje à Moldova o seu estatuto de neutralidade, depois de a chefe da diplomacia britânica, Liz Truss, ter afirmado que quer entregar armas modernas a este país e que admite a sua adesão à NATO.

Portugal atribuiu mais de 38 mil proteções temporárias

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Portugal atribuiu até hoje mais de 38.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia, dos quais cerca de um terço foram a menores, segundo a última atualização feita pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Ex-ministra austríaca também deixa administração da russa Rosneft

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A ex-ministra dos Negócios Estrangeiros austríaca Karin Kneissl, que teve o Presidente russo, Vladimir Putin, como convidado no seu casamento em 2018, deixou a administração da petrolífera russa Rosneft, decisão que segue a de um antigo chanceler alemão.

Líder bielorrusso acusa Ocidente de tentar 'desmembrar' a Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, disse estar preocupado com os movimentos do Ocidente para "desmembrar" a Ucrânia.

Numa conferência de imprensa na cidade russa de Sochi, ao lado de Putin, o presidente bielorrusso disse que Kyiv vai acabar por precisar da ajuda de Minsk e de Moscovo, para que a suposta ameaça ocidental não se concretize.

O líder também acusou a Polónia de tentar tomar a parte ocidental da Ucrânia tendo em conta o decurso da guerra que está a acontecer neste momento.

Putin sofreu uma tentativa de assassinato no início da invasão

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo um alto funcionário de segurança ucraniana entrevistado pelo meio ucraniano Ukrayinska Pravda, foi feita uma tentativa de assassinar o presidente russo, Vladimir Putin, logo depois do início da invasão.

Zelensky diz que 87 pessoas morreram em bombardeamento russo no norte

Beatriz Cavaca | há 1 mês

"Hoje, sob os escombros em Desna, há 87 vítimas. Oitenta e sete cadáveres, vítimas que foram mortas", declarou Zelensky, no discurso que realizou por videoconferência na reunião anual do Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça.

O ataque teve como alvo esta vila que abriga uma base militar, localizada a cerca de 60 quilómetros a norte de Kyiv.

Conselheiro da Rússia na ONU renuncia por causa da guerra na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O conselheiro da Rússia nas Nações Unidas em Genebra, Boris Bondarev, renunciou ao cargo, segundo uma carta partilhada nas redes sociais pelo advogado internacional Hillel Neuer e citada pela SkyNews.

Na carta, o conselheiro  diz "nunca senti tanta vergonha do meu país desde 24 de fevereiro", e afirma que esta invasão é "o crime mais grave contra o povo da Rússia".

Acrescenta ainda que aqueles que conceberam a guerra queriam apenas uma coisa - "permanecer no poder para sempre" - e chamou ao ministro dos negócios estrangeiros russo, Sergei Lavrov, uma "boa ilustração da degradação deste sistema". 

Kremlin preocupado com o destino do soldado russo condenado

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo as as afirmações do porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov citadas pela agência Interfax: "Estamos preocupados com o destino do nosso cidadão. Infelizmente, não temos forma de defender os seus interesses, pois a operação das nossas instituições [na Ucrânia] praticamente parou".

Acrescentou ainda que "isso não significa que não consideraremos continuar com tentativas através de outros canais" sendo que "o destino de todos os cidadãos russos é de extrema importância para nós", disse.

"Situação sem precedentes" justifica regras orçamentais suspensas

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O vice-presidente executivo da Comissão Europeia Valdis Dombrovskis considerou hoje que a "situação sem precedentes" na União Europeia (UE) criada pela guerra da Ucrânia, justifica a suspensão de regras orçamentais também em 2023, embora apele à "prudência orçamental".

Ivanka Trump viaja até à Polónia para visitar refugiados ucranianos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Ivanka Trump esteve recentemente na Polónia onde se encontrou com refugiados ucranianos e distribuiu comida pelos mesmos.

"Grata por ter passado os últimos dias em Cracóvia e Varsóvia para encontrar-me com líderes religiosos ucranianos e polacos que demonstraram tanta compaixão e amor pelas famílias ucranianas necessitadas e pela oportunidade de ser testemunha do amor e resiliência de cada uma destas famílias", escreveu a filha mais velha de Donald Trump nas redes sociais, partilhando também uma série de fotos do momento.

Notícias ao Minuto [Ivanka Trump na Polónia com refugiados ucranianos]© Facebook/Ivanka Trump

Polónia rescinde contrato de gás com a Rússia antes do previsto

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O contrato, assinado em 1993 era válido até ao final de 2022, avança o jornal The Kyiv Independent, mas a Polónia decidiu rescindi-lo mais cedo devido à guerra entre a Rússia e a Ucrânia, segundo anunciou a ministra polaca para o Clima e Meio Ambiente, Anna Moskwa.

Zelensky pede "sanções máximas" contra a Rússia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou hoje no Fórum Económico Mundial para "sanções máximas" contra Moscovo, incluindo a suspensão de relações comerciais, e convidou as empresas estrangeiras a mudarem-se da Rússia para a Ucrânia.

Veja as fotografias do primeiro julgamento por crimes de guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Vadim Shishimarin, foi acusado de ter morto um civil desarmado de 62 anos à beira de uma estrada numa vila na região de Sumy, foi condenado a prisão perpétua. É o primeiro soldado russo a ser condenado por crimes de guerra na Ucrânia.

Veja aqui as fotografias do dia da leitura de sentença de Shishimarin:

Ucrânia condena primeiro soldado russo por crimes de guerra

Vadim Shishimarin, de 21 anos, foi considerado culpado da morte de um civil desarmado de 62 anos. Foi condenado a prisão perpétua.

Tomásia Sousa | 11:50 - 23/05/2022

Dmitry Peskov, culpa o Ocidente por desencadear crise alimentar

Beatriz Cavaca | há 1 mês

"A Rússia sempre foi um exportador de grãos bastante confiável. Não somos a fonte do problema. A fonte do problema que leva à fome no mundo são aqueles que nos impuseram sanções e as próprias sanções", disse esta segunda-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, citado pelo jornal The Guardian.

Rússia pede informações à Cruz Vermelha sobre prisioneiros de guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A Rússia pediu informações ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) sobre os prisioneiros de guerra russos na Ucrânia e ajuda para que possam ser visitados, anunciou hoje a Provedora de Justiça russa, Tatiana Moskalkova.

Autoridades ucranianas recuperam 150 corpos de escombros em Kharkiv

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Os corpos de 150 pessoas foram recuperados dos escombros de 98 locais na região de Kharkiv, no leste da Ucrânia, uma das zonas mais bombardeadas pelas forças russas desde o início da invasão, indicaram hoje as autoridades locais.

Vadim Shishimarin considerado culpado por crimes de guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O jovem de 21 anos, Vadim Shishimarin foi condenado a prisão perpétua por ter morto um civil desarmado na região de Sumy, segundo o correspondente da BBC na Ucrânia, James Waterhouse.

O tribunal alegou que os testemunhos e materiais recolhidos permitiram mostrar que o soldado disparou sobre um civil de 62 anos, que não estava armado e que o fez de propósito, embora a vítima não tenha demonstrado qualquer agressividade.

 
 

Zelensky promulga lei que confisca bens a quem apoia a invasão

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo o jornal The Kyiv Independent, esta lei visa ajudar a financiar o orçamento ucraniano.

 
 

"Não podemos deixar a força bruta dominar o mundo", diz Zelensky

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky abriu o seu discurso no Fórum Económico Mundial a pedir aos participantes que considerassem o significado do tema deste ano: a história num ponto de viragem.

De seguida, refere que este ano, o tema deve ser mais do que retórica, mas sim um símbolo de uma guerra que está a acontecer "agora".

Referiu ainda, que o mundo não pode ser dominado pela "força bruta" e referiu que a Ucrânia montou no local do evento uma instalação de artistas chamada a "Casa de Crimes de Guerra da Rússia" montada perto do evento em Davos como evidência de que o estado está "cheio de criminosos de guerra".

Zelensky discursa no Fórum Económico Mundial

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Volodymyr Zelensky está a falar no Fórum Económico Mundial por videochamada. Acompanhe aqui:

Combatentes de Azovstal vão ser julgados em Donetsk

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Todos os prisioneiros ucranianos que se renderam em Azovstal estão detidos no território da República Popular de Donetsk, segundo comunicou o chefe da república Denis Pushilin à agência Interfax.

O governante disse ainda à agência internacional que "está planeado ser organizado no território da república um tribunal internacional".

"Rússia apresenta condições que a Ucrânia considera inaceitáveis"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Numa altura em que a Rússia tenta voltar à mesa de negociações para discutir um cessar-fogo na Ucrânia e uma cedência de territórios no Donbass, o comentador e especialista José Milhazes afirmou, esta segunda-feira, que não acredita que existam condições para umas negociações com sucesso.

"As partes no conflito não conseguem encontrar a plataforma que possa levar ao êxito destas conversações", disse.

Rússia poderia ter "acabado com Ucrânia em horas, se quisesse"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Margarita Simonyan, uma editora da rede de televisão estatal russa RT e uma das porta-vozes mais conhecidas do Kremlin, afirmou num programa de televisão que a Rússia poderia ter "acabado com a Ucrânia em horas" se quisesse. "Certamente que poderíamos, se assim quiséssemos, acabar com a Ucrânia, não numa questão de dias mas de horas", afirmou.

Parlamento da Ucrânia proibiu símbolos de guerra russos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo uma notícia avançada pelo jornal The Kyiv Independent, o parlamento ucraniano baniu os símbolos “Z” e “V”, que foram usados pela Rússia para promover esta guerra.

No entanto, o presidente Volodymyr Zelensky pediu que estes sejam permitidos para fins educacionais ou históricos.

Forças russas iniciam operação de desminagem na fábrica Azovstal

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Equipas de sapadores de engenharia militar estão a levar a cabo operações de desminagem do extenso perímetro da fábrica Azovstal, na cidade ucraniana de Mariupol, disse hoje o Ministério da Defesa da Rússia.

OMS diz que foram feitos mais 30 ataques russos a unidades de saúde

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), até 23 de maio foram contabilizados 248 ataques a unidades de saúde ucranianas, que causaram 75 mortos e 59 feridos.

Bebé de dois meses comparece no funeral do pai na Ucrânia

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Um bebé de dois meses foi fotografado no funeral do pai depois deste falecer na região de Zaporizhzhia.

O piloto de um avião caça Serhiy Parkhomenko, de 25 anos, era um soldado da região de Vinnytsia e estava em missão de combate quando foi morto pelas tropas russas.

Veja aqui este momento comovente:

Nova Zelândia envia tropas ao Reino Unido para treinar soldados ucraniano

Beatriz Cavaca | há 1 mês

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou que o seu país vai enviar 30 militares da força de defesa ao Reino Unido para ajudar a treinar soldados ucranianos na operação de armas de campo leves L119.

Segundo a primeira-ministra, citada pela SkyNews as tropas ficarão no Reino Unido até ao final de julho e vão treinar 230 ucranianos.

Após 3 meses, "Europa continua a enviar mil milhões por dia à Rússia"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Mykhailo Podolyak, o conselheiro do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, fez através do Twitter um rescaldo de três meses de guerra na Ucrânia.

"O terceiro mês da invasão russa à Ucrânia está prestes a continuar. A Europa continua a enviar mil milhões de euros por dia para Moscovo para comprar petróleo e gás", começa por dizer Mykhailo Podolyak, naquela que é uma crítica ao Ocidente.

O diplomata prossegue lembrando que a "Rússia continua a matar crianças, a violar mulheres e a destruir casas", enquanto a Ucrânia se mantém firme na defesa " das fronteiras europeias e da civilização democrática".

"Tirem conclusões", desafia, por fim na publicação feira desta manhã.

Biden diz que recessão económica nos EUA não é inevitável

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente norte-americano, Joe Biden, disse hoje não acreditar que uma recessão económica no país seja inevitável, apesar da inflação recorde e da escassez de fornecimento de bens, em parte causadas pela invasão russa da Ucrânia.
  

Será hoje dado o primeiro veredicto de um julgamento desta guerra

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Será hoje conhecido o veredicto do primeiro julgamento de crimes de guerra deste conflito. O acusado é Vadim Shishimarin, um jovem de 21 anos da Sibéria que admitiu ter morto um civil desarmado de 62 anos nos primeiros dias da da invasão.

Apesar de se declarar culpado, o jovem admitiu em tribunal que foi pressionado a eliminar este civil e que é um ato pelo qual esta “verdadeiramente arrependido”.

“Eu estava nervoso com o que estava a acontecer. Eu não queria matar”, disse durante o julgamento esta sexta-feira. Acrescentou ainda "aceitarei todas as medidas que me forem atribuídas”.

Cruz Vermelha vai verificar as condições dos soldados Azovstal presos

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) vai verificar as condições e o tratamento recebido pelos soldados ucranianos que se renderam na siderúrgica Azovstal, na cidade costeira de Mariupol, no sul da Ucrânia.

O porta-voz da organização, Mirella Hodeib, disse hoje que a prioridade do CICV é verificar as condições de detenção e tratamento dos prisioneiros de guerra, evitar que desapareçam e manter contacto com as suas famílias, informou a agência local Ukrinform.

 

A Rússia sofreu número de mortos semelhante ao da URSS no Afeganistão

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Segundo a última atualização do ministério da defesa do Reino Unido sobre o conflito na Ucrânia, nos três meses da sua "operação militar especial", a Rússia provavelmente sofreu um número de mortos semelhante ao experimentado pela União Soviética (URSS) durante a sua guerra de nove anos no Afeganistão.

Uma combinação de táticas de baixo nível pobres, cobertura aérea limitada, falta de flexibilidade e uma abordagem de comando preparada para reforçar falhas e erros repetidos levou a essa alta taxa de baixas, regista ainda tutela britânica.

O ministério afirma ainda que a "insatisfação pública" com a guerra pode crescer na Rússia à medida que o número de baixas na Ucrânia continua a aumentar.

Bombardeamentos russos causam cinco mortos e 11 feridos em Donetsk

Beatriz Cavaca | há 1 mês

As autoridades da região de Donetsk, no leste da Ucrânia, anunciaram hoje que cinco civis morreram e 11 ficaram feridos, no domingo, na sequência de bombardeamentos russos.

"Os russos mataram cinco civis na região de Donetsk: dois em Lyman, um em Dachne, um em Klynove e um em Avdivka. Onze outras pessoas ficaram feridas", disse o chefe do governo da região de Donetsk, Pavlo Kirilenko, na plataforma Telegram.

Nova lei dará a ucranianos na Polónia "mesmas oportunidades"

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O Presidente da Ucrânia anunciou, no domingo, que o governo da Polónia está a preparar uma proposta de lei que dará aos ucranianos residentes na Polónia os mesmo direitos que os polacos.
  

Guerra impulsiona recorde de deslocados para 100 milhões de pessoas

Beatriz Cavaca | há 1 mês

O número de pessoas deslocadas de suas casas devido a conflitos em todo o mundo atingiu um recorde de 100 milhões, impulsionado pela guerra na Ucrânia, anunciou hoje o alto-comissário da ONU para os Refugiados.

Bom dia!

Beatriz Cavaca | há 1 mês

Damos aqui início a mais um acompanhamento AO MINUTO da invasão russa na Ucrânia. Poderá recordar os acontecimento deste domingo no registo abaixo.

AO MINUTO: Zelensky com esperança para UE; Rússia "pronta" para conversar

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:26 - 22/05/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório