Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

EUA lançam plano para financiar projetos de captura de dióxido de carbono

O governo do EUA lançou na quinta-feira um plano para investir 3,5 mil milhões de dólares para projetos de captura de dióxido de carbono (CO2) do ar, tecnologia recente considerada eventual solução na luta contra as alterações climáticas.

EUA lançam plano para financiar projetos de captura de dióxido de carbono
Notícias ao Minuto

08:35 - 20/05/22 por Lusa

Mundo Clima

O dinheiro está destinado a financiar quatro grandes programas, que cobrem diversos projetos, com a especificidade de capturar o CO2 no ar ambiente e não apenas à saída das chaminés de fábricas e de centrais elétricas, e depois armazená-lo, avançou o Departamento da Energia, em comunicado.

O financiamento está incluído no grande plano de infraestruturas promulgado pelo presidente Joe Biden, no final de 2021, no montante total de 1,2 biliões (milhã de milhões) de dólares.

O Departamento divulgou hoje uma nota de intenção, preparando o terreno para um apelo à apresentação de candidaturas.

No seu último relatório de referência, a ONU afirmou que o mundo deve recorrer à captura e armazenagem do CO2 do ar e dos oceanos, qualquer que seja o ritmo que se consiga de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

Vistos como marginais e como um estratagema da indústria para evitar reduzir as suas emissões, as medidas de eliminação do CO2 são agora um instrumento necessário, segundo o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas.

Tecnologia mais recente neste domínio, a captura direta do CO2 no ar e o seu armazenamento, atiça os interesses, mesmo que o potencial para os projetos de envergadura esteja por provar.

Os quatro projetos que o Departamento da Energia prevê financiar podem capturar, e armazenar, pelo menos um milhão de toneladas de CO2 por ano.

O governo já tinha anunciado no início de maio ter lançado uma nota de intenção para o financiamento até 2,25 mil milhões de projetos para armazenar CO2, um montante igualmente previsto no plano mencionado.

Os conglomerados norte-americanos de petróleo ExxonMobil e Chevron, instados a fazer mais por lutar contra as alterações climáticas, apostam designadamente nas tecnologias de captura e de armazenagem de CO2 para reduzir o seu impacto no ambiente.

Leia Também: EUA. Senadores apresentam projeto para "proteger" democracia nas Américas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório