Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Rússia diz que armas a laser testadas podem destruir drones em 5 segundos

Vice-primeiro-ministro russo revelou que protótipo foi testado na terça-feira.

Rússia diz que armas a laser testadas podem destruir drones em 5 segundos
Notícias ao Minuto

09:49 - 19/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O vice-primeiro-ministro russo Yury Borisov revelou na quarta-feira, dia 18 de maio, que a Rússia começou a testar armas a laser e que estas serão capazes de destruir drones em cinco segundos.  

Segundo declarações à agência russa TASS, a arma é capaz de atingir um alvo a 5 quilómetros de distância. 

Segundo Moscovo, o laser é capaz de 'apagar' satélites a 1.500 quilómetros de distância.

A Peresvet, como esta arma foi batizada em homenagem a Alexander Peresvet (monge ortodoxo russo morto em duelo contra o guerreiro tártaro Temir-Murza na Batalha de Kulikovo), é capaz também de destruir "termicamente" o alvo, segundo Borisov. 

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reagiu ontem com ironia a este anúncio e comparou-as às "armas milagrosas" que a Alemanha nazi implantou no final da II Guerra Mundial mediante a perspetiva de derrota. 

O chefe de Estado afirma que o recurso a estas novas armas revela "a completa falha da invasão [russa]". 

Refira-se que a Rússia iniciou a sua "ofensiva militar especial", conforme chama à invasão à Ucrânia, na madrugada de dia 24 de fevereiro. Desde então devastou e ocupou várias cidades na Ucrânia, mas não esperava a resistência do povo ucraniano estando a invasão a demorar mais do que o presidente russo, Vladimir Putin, esperava inicialmente. 

Na segunda-feira Isidro Pereira, major-general que já foi representante militar na NATO, assumiu que, a "manter-se a atual situação, a Ucrânia é bem capaz de ganhar a guerra". De acordo com o especialista militar, "os últimos dias não têm sido felizes para a Rússia como um todo" e isso leva-o a acreditar que o país invasor da Ucrânia "começa a perder a guerra nas diversas frentes". 

Leia Também: Rússia já disparou mais de 2 mil mísseis durante a guerra, diz Zelensky

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório