Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Pyongyang prepara teste de míssil antes da viagem de Biden à região

O presidente norte-americano visita a Coreia do Sul no sábado, e o regime do Norte poderá tentar fazer uma demonstração de força antes da sua chegada à península coreana.

Pyongyang prepara teste de míssil antes da viagem de Biden à região
Notícias ao Minuto

20:50 - 18/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Coreia do Norte

A inteligência norte-americana anunciou esta quarta-feira que a Coreia do Norte parece estar a preparar um novo teste militar, desta vez de um míssil balístico intercontinental, que será testado nos próximos dois a quatro dias. A acontecer, o exercício militar coincidirá com a visita do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, à Coreia do Sul e ao Japão.

Segundo avança a CNN Internacional, citando fontes no Pentágono, os departamentos de inteligência estão a notar movimentos característicos de um teste militar, através de imagens de satélite, como gruas, materiais de construção e material bélico.

O míssil testado poderá ser o novo ICBM (mísseis balísticos intercontinentais, em inglês), que está a ser desenvolvido pelo regime e já foi testado em exercícios nos dias 26 de fevereiro e 4 de março. No entanto, nestes testes não foi demostrado o alcance dos novos ICBM.

Este ano, Pyongyan já fez vários testes à medida que as tensões diplomáticas com os vizinhos democráticos do sul pioram. O último, a 12 de maio, surgiu pouco depois de o regime ter admitido os primeiros casos de Covid-19 dentro do país.

Além disso, o Pentágono acredita que a Coreia do Norte poderá estar a preparar o primeiro teste nuclear subterrâneo em quase cinco anos. Este teste, que estará a ser preparado em Punggye-ri, pode acontecer já no final deste mês, mas ainda não é claro se os materiais para os exercícios nucleares estarão a ser movidos para o local acompanhado pelos satélites norte-americanos.

Apesar da ameaça, o conselheiro norte-coreano para a segurança, Kim Tae-hyo, disse numa conferência de imprensa, citado pela CNN, que a probabilidade dos norte-coreanos fazerem um teste nuclear é "baixa". Mas, adverte, um teste aos novos ICBM estará "iminente".

"Na eventualidade de uma provocação norte-coreana durante a cimeira EUA-Coreia do Sul, dependendo da natureza da provocação, um plano B foi preparado para que os dois líderes possam começar a liderar o sistema de controlo de uma defesa combinada", garantiu o governo do Sul.

O presidente norte-americano viaja no próximo fim de semana para o continente asiático, onde irá reunir no sábado com o recém-eleito presidente sul coreano, Yoon Suk Yeol. Depois, no domingo, Biden voa para o Japão, onde reunirá com os líderes japoneses, australianos e indianos. 

Leia Também: Coreia do Norte realizou novo teste com mísseis balísticos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório