Meteorologia

  • 01 JULHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 27º

Negociações para libertar soldados estão "difíceis", diz negociador

"As negociações são muito difíceis porque a vida das pessoas está em jogo", revelou Mykhailo Podolyak à Rádio NV da Ucrânia.

Negociações para libertar soldados estão "difíceis", diz negociador

A retirada dos soldados que defendiam o complexo de Azovstal em Mariupol continua. No entanto, as negociações em andamento sobre a libertação dos soldados são "muito difíceis", segundo confessou esta quarta-feira o negociador ucraniano Mykhailo Podolyak à Rádio NV da Ucrânia, citada pela BBC.

Em declarações a esta rádio, o responsável informa que "as negociações são muito difíceis porque a vida das pessoas está em jogo".

Acrescentou ainda que "todos os defensores de Mariupol são muito simbólicos, e para a Rússia também, de forma negativa".

O responsável pediu também que as pessoas que comentam sobre as evacuações sejam cautelosas, e disse que as declarações na imprensa russa foram "muito agressivas... então vamos tratar este assunto com cuidado".

Recorde-se que, desde segunda-feira, quase 1.000 combatentes ucranianos deixaram a siderúrgica de Azovstal - o último reduto ucraniano em Mariupol - e foram levados para território controlado pela Rússia, segundo o Ministério da Defesa da Rússia.

Leia Também: Rússia mostra soldados de Azovstal no hospital

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório