Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Acumulam-se homenagens a médico "herói" morto em tiroteio na Califórnia

John Cheng, médico de 52 anos, morreu após ter sido baleado no ataque a uma igreja presbiteriana em Laguna Woods, nos Estados Unidos.

Notícias ao Minuto

08:18 - 18/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Estados Unidos

A igreja presbiteriana de Genebra, na comunidade norte-americana de Laguna Woods, tem sido palco de diversas homenagens a John Cheng, de 52 anos, o médico “herói” que tentou desarmar o atirador e ajudou a colocar um ponto final ao ataque que provocou quatro feridos graves. Cheng, um conhecido médico de Laguna Niguel, acabaria por morrer no local.

Foram várias as pessoas que deixaram flores e mensagens dirigidas a Cheng, no local onde acabaria por morrer, vítima de um tiroteio durante um almoço de boas-vindas ao antigo pastor Billy Chang, que teria recentemente regressado aos EUA, depois de dois anos em Taiwan.

David Chou, um cidadão norte-americano que terá crescido em Taiwan, foi motivado pelo ódio ao povo taiwanês, segundo as autoridades da Califórnia.

Com 68 anos, o homem foi acusado de homicídio, enfrentando ainda cinco acusações de tentativa de homicídio, revelou o Departamento do Xerife do Condado de Orange, através da rede social Twitter.

De acordo com o Procurador Distrital do Condado, Todd Spitzer, o suspeito é elegível para prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional, ou até mesmo a pena de morte.

Veja as imagens.

Leia Também: "Absoluto herói". Homem morto em tiroteio na Califórnia "salvou vidas"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório