Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Covid-19. Retorno de restrições na Austrália? Morrison descarta opção

Embora o primeiro-ministro Scott Morrison defenda que não deverá existir mais nenhum confinamento, o líder da oposição, Anthony Albanese, não descarta a possibilidade do retorno de penalidades a quem não respeite as medidas contra a Covid-19.

Covid-19. Retorno de restrições na Austrália? Morrison descarta opção

O líder da oposição na Austrália, Anthony Albanese, adverte a  população a permanecer vigilante contra a Covid-19, já que o primeiro-ministro Scott Morrison promete não impor mais restrições.

Albanese não descarta o retorno de restrições rigorosas para conter a propagação da Covid-19, tendo como exemplo um estado que introduziu penalidades severas para quem não cumprir as medidas sanitárias, entre as quais a possibilidade de prisão e multas - que podem ir até aos 71 mil euros.

O líder trabalhista explicou à Sky News que entrará em vigor uma estratégia nacional após realização de um "briefing abrangente", já na próxima semana. Segundo Albanese, o plano nacional incluirá um esclarecimento sobre a importância da dose de reforço e como minimizar o impacto do vírus.

"Precisamos de intensificar a estratégia nacional. Precisamos de olhar não apenas para o número de mortes, mas também para o número de pessoas que estão no hospital e o número de infeções", reiterou Albanese, acrescentando: "Devido às pessoas que estão vacinadas, o impacto em muitas pessoas é menor do que teria sido se as pessoas não fossem vacinadas. Mas ainda é uma questão importante".

“Precisamos de continuar vigilantes e reconhecer que esta pandemia ainda está a ter um impacto humano real", recordou.

De referir que o primeiro-ministro Scott Morrison afirmou anteriormente que era inevitável o aumento do número de mortes assim como de casos e que nem todas as vítimas mortais morreram necessariamente devido ao coronavírus.

"O que se vê quando temos um número elevado de casos é que as pessoas quando morrem por muitas outras causas, as suas mortes são registadas como mortes por Covid, mas isso não significa necessariamente que faleceram por causa da Covid". Como tal, Morrison prometeu que não iria impor mais confinamentos futuros se for eleito no sábado.

Leia Também: Emissário da ONU espera prolongamento do cessar-fogo no Iémen

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório