Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

As imagens da celebração do 'Dia da Vitória' em Moscovo

Nas imagens da galeria abaixo pode ver-se as paradas militares e a chegada de vários representantes.

A Rússia celebra esta segunda-feira o 'Dia da Vitória' e na Praça Vermelha já se iniciaram as celebrações que contam com desfiles militares e presença das grandes figuras governamentais russas.

Nas imagens da galeria pode ver-se as paradas militares e a chegada de vários representantes, nomeadamente Sergey Lavrov, ministro dos negócios estrangeiros russo e Dmitry Peskov, porta-voz do Kremilin. 

Este dia marca 77.º aniversário da vitória da Rússia em 1945 sobre a Alemanha nazi, sendo  o feriado mais importante da Rússia e motivo de orgulho nacional para o país.

O dia iniciou-se por volta das 8h00 (de Lisboa) com um desfile militar que começou na Praça Vermelha e o discurso de Putin. De seguida, às 9h00 (de Lisboa) o presidente colocou uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido. 

Ás 13h00, milhares de pessoas vão participar numa marcha memorial no centro de Moscovo, segurando retratos de parentes que lutaram na Segunda Guerra Mundial.

A festa vai estender-se durante toda a tarde e o seu encerramento, por volta das 20h00 vai contar com o espetáculo de fogo de artifício na capital.

No discurso inicial dado por Vladimir Putin na manhã desta segunda-feira, já se pode ouvir a que: "A decisão da Rússia [em relação à Ucrânia] foi a mais correta".

"Vimos como a estrutura militar se estava a desenvolver e como estruturas estrangeiras estavam a ajudar e a aumentar o perigo todos os dias", disse o governante. "A NATO constituía um perigo para a Rússia", salientou.

Acrescentou ainda, sobre o conflito, que "hoje, os nossos guerreiros de diferentes etnias estão a lutar juntos na batalha. Protegem-se mutuamente de balas, fragmentos e estilhaços, realmente como irmãos, e esta é a força da Rússia. A força imbatível da nossa nação multiétnica".

Já a terminar a intervenção, destacou também que as perdas militares russas "são uma tragédia para todos nós" e uma perda irreparável para as suas famílias" e referiu que os homens que estão na linha da frente estão a lutar para defender o seu país da ameaça e lembrou que "ninguém pode esquecer as lições da II Guerra Mundial, pelo que não haverá lugar no mundo para nazis".

Veja na galeria as imagens do início destas celebrações em Moscovo.

Leia Também: Redes de televisão na Rússia sofrem ataques informáticos durante desfile

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório