Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

DeSantis cumpre promessa à Trump e cria polícia para vigiar eleições

A ideia foi lançada pelo antigo presidente republicano enquanto propagava a mentira de que a eleição de 2020 fora roubada.

DeSantis cumpre promessa à Trump e cria polícia para vigiar eleições

O governador republicano da Flórida, Ron DeSantis, tomou mais uma decisão altamente controversa em ano de eleições intercalares, assinando o projeto-lei que cria uma força policial cujo único objetivo será escrutinar acusações de fraude eleitoral e crimes eleitorais.

A iniciativa surge depois de, no final do seu mandato, o anterior presidente norte-americano, Donald Trump, ter lançado a ideia enquanto mentia repetidamente sobre a hipótese de uma fraude eleitoral de grande escala ter roubado as eleições a favor de Joe Biden - algo que foi desmentido, várias vezes, por entidades oficiais e órgãos de comunicação social.

Ainda assim, e com o Partido Republicano ainda em modo de rescaldo após as eleições de 2020 e a insurreição no Capitólio, em janeiro de 2021, DeSantis procura acrescentar mais um obstáculo ao voto em ano de sufrágio. Em novembro, há eleições intercalares para os Congressos estatais e nacional, e o governador procurará ser reeleito.

O republicano tem criado uma série de medidas que procura tornar o voto mais difícil, depois do estado da Flórida ter quase caído para Joe Biden, nas eleições de 2020.

Por exemplo, estado tentou limitar o número de zonas de voto e aumentar os requisitos legais para votar (até um juiz a vetar) - uma medida semelhante foi tomada na Geórgia, que reduziu intencionalmente os locais de voto em áreas predominantemente afro-americanas, tornando ainda mais difícil o exercer do direito ao voto por uma camada da população que tende a votar nos democratas.

Em termos práticos, a lei agora assinada cria o Escritório dos Crimes Eleitorais, sob a jurisdição do Departamento de Estado da Flórida. O governador vai ter de apontar autoridades especiais a partir do departamento policial para vigiar atividades eleitorais e investigar potenciais crimes e fraude eleitoral.

DeSantis é apontado como um potencial candidato republicano à Casa Branca, e a sua aproximação a Donald Trump, tanto pessoal como política, tem-no ajudado a ganhar uma forte base de apoiantes na esfera conservadora norte-americana.

Apesar dos conservadores virarem as suas atenções para situações de fraude eleitoral, nomeadamente através da estação televisiva conservadora Fox News, a verdade é que, aponta a NBC e New York Times, as situações de fraude eleitoral são extremamente raras, isoladas e são facilmente detetáveis.

Segundo a Associated Press, houve apenas 475 potenciais casos de fraude eleitoral em 25,5 milhões de boletins, nos seis estados que Trump contestou nas eleições presidenciais de 2020.

Além de questões eleitorais, o governador tem virado a sua agenda para questões sociais, nomeadamente os direitos das comunidades LGBTQ+ e o racismo, aplicando leis que limitam a expressão e abordagem destes assuntos em salas de aula e materiais escolares.

Leia Também: Flórida proíbe 54 livros de matemática por alegadas críticas ao racismo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório