Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 28º

EUA. Vídeo mostra momento em que polícia baleia afro-americano na cabeça

Patrick Lyoya chegou aos Estados Unidos em 2014, como refugiado da República Democrática do Congo, e foi abordado na semana passada pela polícia por suspeitas de conduzir um carro com matrícula falsa. O caso está a ser investigado. Alertamos que as imagens, mais abaixo no texto, poderão ferir suscetibilidades.

EUA. Vídeo mostra momento em que polícia baleia afro-americano na cabeça
Notícias ao Minuto

10:22 - 14/04/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Estados Unidos da América

A polícia do Estado norte-americano do Michigan abriu uma investigação para determinar as circunstâncias da morte de um homem de 26 anos, baleado na cabeça por um polícia. O incidente ocorreu no passado dia 4 de abril, na cidade de Gran Rapids, e um vídeo do momento foi divulgado uma semana depois, na quarta-feira.

Segundo a BBC, a vítima, Patrick Lyoya, chegou aos Estados Unidos da América (EUA), em 2014, oriundo da República Democrática do Congo. Foi abordado pelas autoridades durante uma operação de trânsito por suspeitas de conduzir um veículo com uma matrícula falsa

O vídeo da ‘bodycam’ do polícia mostra o momento em que Lyoya é abordado e sai do veículo, antes de receber uma nova ordem para voltar a entrar no carro. Ao recusar, o polícia pergunta-lhe se fala inglês e pede-lhe a carta de condução. A perseguição começa após Lyoya se afastar.

Os dois envolvem-se numa luta e a vítima tenta alcançar o ‘taser’ do polícia. Segundo a autoridade local, neste momento, o polícia desliga “acidentalmente” a sua ‘bodycam’,

Contudo, um vídeo filmado por uma pessoa que seguia no carro mostra os momentos finais da luta, na qual o polícia está ajoelhado em cima de Lyoya e dispara sobre a sua cabeça.

Alertamos que as imagens poderão ferir suscetibilidades.

Segundo a governadora do Michigan, Gretchen Whitmer, a vítima tinha duas filhas menores e cinco irmãos. “Ele chegou aos Estados Unidos como refugiado com a sua família para fugir da violência. Tinha toda a sua vida pela frente”, afirmou a democrata. 

Já o chefe da polícia de Michigan, Eric Winstrom, descreveu o incidente como “uma tragédia”. “Do meu ponto de vista sobre o vídeo, o teaser foi usado duas vezes, mas sem fazer contacto [com a vítima]. Lyoya foi baleado na cabeça. Essa é a única informação que tenho”, frisou.

O polícia, cuja identidade não foi revelada, foi afastado das funções que exerce há sete anos enquanto decorre a investigação. 

Leia Também: Ex-polícias condenados por violação de direitos no assassínio de Floyd

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório