Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Ucrânia: Governo diz que 11 dirigentes locais continuam em cativeiro

A vice-primeira-ministra ucraniana disse hoje que 11 dirigentes locais permanecem em cativeiro, após terem sido sequestrados pelas tropas russas.

Ucrânia: Governo diz que 11 dirigentes locais continuam em cativeiro
Notícias ao Minuto

12:02 - 03/04/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Até hoje, 11 chefes das administrações locais das regiões de Kyiv, Kherson, Kharkiv, Zaporozhye, Mykolaiv e Donetsk estão em cativeiro", referiu Iryna Verechtchouk, através de um vídeo publicado no Telegram, adiantando que as organizações internacionais já foram informadas.

A governante notou ainda que a responsável da aldeia de Motyzhin, no Oeste de Kyiv, Olga Soukhenko, "foi morta em cativeiro" pelas tropas russas.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que matou pelo menos 1.325 civis, incluindo 120 crianças, e feriu 2.017, entre os quais 168 menores, segundo os mais recentes dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real de vítimas civis ser muito maior.

A guerra provocou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas, incluindo mais de 4,1 milhões de refugiados em países vizinhos e cerca de 6,5 milhões de deslocados internos.

A ONU estima que cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Leia Também: Ucrânia: Presidente do Conselho Europeu denuncia "atrocidades" em Bucha

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório