Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Ucraniana de 13 anos sobrevive a estilhaço no cérebro após explosão

Jovem demorou três semanas a chegar a um hospital em Kyiv.

Ucraniana de 13 anos sobrevive a estilhaço no cérebro após explosão
Notícias ao Minuto

09:18 - 03/04/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia

Uma ucraniana de 13 anos sobreviveu, milagrosamente a uma explosão na aldeia onde vive, no sul da Ucrânia, no mês passado.

Sophie ficou um um estilhaço do tamanho de um amendoim preso no cérebro, mas estará a recuperar num hospital na capital do país, em Kyiv.

De acordo com a Sky News, a menina tem a cabeça ligada e um tubo na cabeça, que a ajuda a drenar o líquido do cérebro.

"Eu estava ao lado da minha mãe e ouvi uma explosão", recorda a jovem, sobre o incidente que a 5 de março mudou a sua vida. "Corri, apenas três passos, e depois ouvi outra explosão e perdi a consciência", completa.

Os pais da menina terão arrastado a filha até um abrigo, tendo a mãe pensado que o estado da filha não era grave e que teria apenas sofrido alguns ferimentos. Quando Liudmila , de 48 anos, se apercebeu que a situação era mais grave levou a filha ao hospital de Mikolaiv. Aqui, os médicos conseguiram inserir-lhe um tubo para drenar o cérebro, mas não existiam meios necessários para proceder à remoção do estilhaço.  Sophie teve de ser transferida para a capital, numa viagem que demorou três semanas.

O médico que recebeu Sophie afirma que a jovem sobreviveu por "milagre" e que se o estilhaço estivesse um centímetro mais para baixo ou para o lado, este iria atingir uma parte vital do cérebro que a podia ter matado.

Um dos melhores neurocirurgiões do país ficou a cargo do caso e  decidiu remover o estilhaço, para evitar o risco de infeção. Terminada a delicada cirurgia, o homem revela à SkyNews que foi uma sensação de alívio e felicidade por ter cumprido a sua missão. A jovem estará ainda a recuperar e tudo indica que terá de aprender a andar novamente. Mas o facto de estar viva, é suficiente para não ter perdido o sorriso.

Leia Também: Kyiv afirma que Moscovo aceitou "oralmente" propostas ucranianas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório