Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
27º
MIN 15º MÁX 27º

Vice-presidentes dos EUA e de Taiwan têm "breve diálogo" nas Honduras

Os vice-presidentes de Taiwan e dos Estados Unidos "falaram brevemente" durante a posse do novo presidente das Honduras, informou hoje a agência de notícias de Taiwan, um encontro que deve aumentar as tensões entre Pequim e Washington.

Vice-presidentes dos EUA e de Taiwan têm "breve diálogo" nas Honduras

William Lai e Kamala Harris trocaram uma "simples saudação" e "falaram brevemente", na quinta-feira, durante a cerimónia de tomada de posse da presidente hondurenha, Xiomara Castro, segundo a Agência Central de Notícias (CNA) de Taiwan.

Lai disse que agradeceu aos Estados Unidos o "apoio sólido" prestado à ilha, segundo a CNA.

Trata-se da primeira troca pública entre vice-presidentes dos Estados Unidos e Taiwan desde 1979, quando Washington estabeleceu relações diplomáticas com Pequim, de acordo com Fan Shih-ping, analista político da Universidade Nacional Normal de Taiwan.

A troca provavelmente foi uma "interação natural como parte de um acordo tácito entre Taipé e Washington para evitar abalar demais a China", disse o analista, citado pela agência France Presse.

"Isto também revela o apoio dos EUA a Taiwan e aos laços diplomáticos [entre a ilha] e as Honduras, já que a China ataca cada vez mais ativamente os aliados diplomáticos de Taiwan", disse.

O governo dos EUA não reconhece oficialmente Taiwan, mas o território tem amplo apoio entre congressistas norte-americanos de diferentes fações políticas.

Desde 1979, o Congresso norte-americano exige que os Estados Unidos forneçam armas à ilha para garantir a sua defesa.

A visita de Lai às Honduras ocorre numa altura em que a China intensifica os seus esforços para isolar Taiwan do cenário internacional.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Zhao Lijian, reiterou hoje a firme oposição de Pequim a "qualquer forma de interação oficial entre os Estados Unidos e Taiwan".

"Taiwan é apenas uma província da China, então não há nenhum vice-presidente de uma província", disse, em conferência de imprensa.

Os Estados Unidos devem "levar a sério a posição e as preocupações da China, cessar todas as formas de contacto oficial com Taiwan e não enviar o sinal errado às forças pró-independência de Taiwan", acrescentou.

Apenas 14 países, incluindo as Honduras, ainda reconhecem Taiwan diplomaticamente.

China e Taiwan vivem como dois territórios autónomos desde 1949, altura em que o antigo governo nacionalista chinês se refugiou na ilha, após a derrota na guerra civil frente aos comunistas.

No entanto, Pequim considera Taiwan parte do seu território, e não uma entidade política soberana.

Leia Também: Biden anuncia que se recandidata em 2024 com Kamala Harris como vice

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório