Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 25º

Pedidos de asilo em novembro na UE+ com 2.º valor mais alto desde 2016

A União Europeia, Noruega e Suíça (UE+) registaram em novembro de 2021 cerca de 71.400 pedidos de asilo, o segundo valor mais alto desde 2016, segundo dados hoje divulgados pela Agência Europeia para o Asilo (AEA).

Pedidos de asilo em novembro na UE+ com 2.º valor mais alto desde 2016

De acordo com os dados da AEA, o número de pedidos de asilo registados em novembro subiu 9% face a outubro, o segundo maior desde a chamada crise de refugiados, em 2015.

Os afegãos continuam a ser os principais requerentes de asilo e apresentaram, em novembro de 2021, cerca de 13 mil candidaturas o segundo maior número em cinco anos, só ultrapassado pelo recente pico em setembro, depois de em agosto os talibãs terem recuperado o poder em Cabul.

Os sírios (11.500) apresentaram o maior número de candidaturas desde 2016, tendo sido registado ainda um aumento de pedidos de proteção internacional por iraquianos, com 4.300, mais 30% do que em outubro, venezuelanos (3.300, mais 32%), paquistaneses (2.800, mais 22%) e colombianos (2.500, mais 41%).

O número de pedidos de asilo de menores não acompanhados foi de 3.200 em novembro.

Leia Também: Autoridades egípcias deportaram dezenas de requerentes de asilo eritreus

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório