Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

"Povo judeu nunca mais estará indefeso como estava no Holocausto"

O primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, afirmou hoje que os judeus nunca mais voltarão a estar indefesos, num ato por ocasião do Dia em Memória das Vítimas do Holocausto.

"Povo judeu nunca mais estará indefeso como estava no Holocausto"
Notícias ao Minuto

15:53 - 27/01/22 por Lusa

Mundo Israel

"O povo judeu nunca mais estará indefeso como estava no Holocausto", disse o chefe do governo num evento em Jerusalém com o corpo de embaixadores acreditados em Israel, onde vivem cerca de 165.800 sobreviventes do genocídio em massa de judeus durante a II Guerra Mundial.

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto é assinalado a 27 de janeiro para celebrar a libertação do campo de extermínio de Auschwitz, construído pelo regime nazi da Alemanha em território polaco, nesse dia do ano de 1945.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros israelita, Yair Lapid, viajou para a Áustria para participar hoje num evento em Mauthausen, o campo onde o seu avô morreu, enquanto o presidente do Knesset (parlamento israelita), Mickey Levy, se deslocou a Berlim para fazer um discurso invulgar, em hebraico e visivelmente emocionado, no Bundestag (parlamento alemão).

Israel acolhe atualmente cerca de 165.800 sobreviventes do Holocausto, segundo dados divulgados esta semana pelo governo, com uma idade média de 85 anos e dos quais 60% são mulheres.

Há 950 sobreviventes que têm mais de 100 anos e cerca de 19% do total têm mais de 90 anos.

Cerca de 40% dos sobreviventes emigraram para Israel em 1951, e mais de um terço na última vaga de imigração na década de 90, provenientes sobretudo da antiga URSS.

A Fundação para o Bem-Estar dos Sobreviventes do Holocausto divulgou hoje um relatório que assinala que um quarto deles vive na pobreza, alguns mesmo em total miséria, apesar de o Governo israelita lhes conceder anualmente cerca de 1,28 milhões de dólares (quase 1,15 milhões de euros) em benefícios diretos e subsídios.

Leia Também: Israel alarga quarta dose a todos os adultos com doenças associadas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório