Meteorologia

  • 30 JUNHO 2022
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 24º

Kiev acusa Rússia de fomentar vaga de falsos alertas de bomba

As autoridades ucranianas acusaram hoje a Rússia de envolvimento em centenas de falsos alertas de bomba destinados a "semear o pânico" no país, num período de fortes tensões entre os dois países vizinhos.

Kiev acusa Rússia de fomentar vaga de falsos alertas de bomba
Notícias ao Minuto

21:26 - 21/01/22 por Lusa

Mundo Ucrânia

"O objetivo dos serviços de informações do país agressor é evidente: reforçar a pressão sobre a Ucrânia, semear a ansiedade e o pânico na sociedade", asseguraram em comunicado os serviços de segurança ucranianos (SBU).

Segundo esta fonte, desde o início de janeiro foram registados mais de 300 alertas de bomba, todos falsos, contra 1.100 registados durante 2021.

O SBU indicou que esta operação se insere numa estratégia de "guerra híbrida moderna" contra a Ucrânia.

A quase totalidade destes alertas foram enviados por correio eletrónico e são provenientes dos territórios controlados pelos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia ou a partir da Rússia, indicou por seu turno em comunicado a polícia nacional.

Os alertas visam em particular escolas -- designadamente a totalidade dos estabelecimentos de Kiev no dia de hoje --, mas ainda estações de metro, centros comerciais, aeroportos e inclusive a presidência.

Neste contexto, diversas cidades ucranianas optaram por estabelecer o ensino escolar à distância.

Estes incidentes surgem num contexto de tensões com Moscovo, com a Rússia a ser acusada de ter concentrado dezenas de milhares de soldados em regiões próximas da fronteira para um eventual ataque, que o Kremlin desmente.

O chefe da diplomacia ucraniana Dmytro Kubela acusou esta semana a Rússia de procurar desestabilizar a Ucrânia a partir do interior.

"A Rússia não nos ameaça apenas com as suas armas, mas em paralelo faz aumentar o pânico e tenta perturbar a sociedade e a economia ucranianas", indicou na quinta-feira, apelando à calma da população.

Nos últimos anos, a Rússia também tem sido vítima de diversas vagas massivas de falsos alertas de bomba.

Leia Também: Presidente polaco apoia Kiev e reitera oposição a gasoduto Nord Stream 2

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório