Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
26º
MIN 14º MÁX 26º

Coreia do Sul doa cerca de 200 mil dólares em medicamentos a São Tomé

O embaixador da Coreia do Sul para São Tomé e Príncipe, Ryu Chang Soo, entregou hoje um lote de medicamentos estimados em cerca de 200 mil dólares para ajudar no combate a covid-19 e outras doenças no arquipélago são-tomense.

Coreia do Sul doa cerca de 200 mil dólares em medicamentos a São Tomé
Notícias ao Minuto

21:24 - 19/01/22 por Lusa

Mundo Apoio

Após a cerimónia de entrega, que decorreu no Ministério dos Negócios Estrangeiros, o ministro da Saúde, Edgar Neves, explicou que "este lote de medicamentos e produtos médicos vai ajudar imenso o serviço nacional de saúde" no combate a pandemia da covid-19 e outras doenças.

"O que trataremos de fazer é gerir da melhor forma para que o beneficiário principal, que são as nossas populações venham de facto a aproveitar da melhor forma todo este produto que é um esforço do povo sul coreano," afirmou Edgar Neves.

A entrega acontece 24 horas depois de os sindicados dos profissionais de saúde são-tomenses terem afirmado que estão "ainda mais distantes" do ministro da Saúde, Edgar Neves, após este ter admitido que há desvios de medicamentos no país, alegadamente, acusado a classe de "incompetência e negligência". 

"Este caminho elegido pelo senhor ministro da Saúde em acusar-nos de ladrões, negligentes e incompetentes, só vem ainda mais distanciar-nos de si e do ministério, sendo nós o corpo que dá a vida a este nosso sistema de saúde," referiu, na terça-feira, Benvinda Vera Cruz, enquanto porta-voz dos sindicatos dos médicos, enfermeiros, técnicos, administrativos e auxiliares de ação médica de São Tomé e Príncipe.

Na sexta-feira estes sindicatos alertaram que a falta de medicamentos e consumíveis em São Tomé e Príncipe chegou a um nível "gritante" e ameaça a vida dos doentes, tendo sublinhado o descontentamento dos profissionais face ao incumprimento pelo Governo do compromisso assinado em novembro para o abastecimento regular do sistema de saúde.

A ministra dos Negócios Estrangeiros, Edite Ten Jua, assinalou a importância do donativo feito pela Coreia do Sul e destacou que os medicamentos serão utilizados exclusivamente para o tratamento dos doentes.

"Gostaríamos de assegurar a Correia do Sul, enquanto um parceiro importante a nível da cooperação bilateral, o nosso compromisso na utilização destes medicamentos para o tratamento exclusivo dos nossos pacientes e mais uma vez reiterar e reforçar a vontade de São Tomé e Príncipe em reforçar os laços de cooperação com a Correia do Sul," disse, Edite Ten Jua.

Leia Também: Coreia do Norte dispara mais dois mísseis, quarto lançamento este mês

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório