Meteorologia

  • 30 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

Biden nomeia apoiantes como embaixadores no Reino Unido e no Brasil

O Presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou hoje a sua intenção de nomear a proeminente angariadora de fundos Jane Hartley como embaixadora no Reino Unido e na Irlanda do Norte e Elizabeth Bagley no Brasil.

Biden nomeia apoiantes como embaixadores no Reino Unido e no Brasil
Notícias ao Minuto

18:39 - 19/01/22 por Lusa

Mundo Biden

Elizabeth Bagley - que foi embaixadora dos EUA em Portugal, no mandato do ex-Presidente Bill Clinton -- vai ser a futura embaixadora no Brasil e a Casa Branca anunciou ainda a nomeação do diplomata de carreira Alexander Laskaris para o Chade e de Alan Leventhal para a Dinamarca.

Em julho, os 'media' norte-americanos já tinham noticiado que Jane artley seria a escolha de Biden para o importante posto no Reino Unido, depois de ter servido como embaixadora em França e no Mónaco durante o mandato do ex-Presidente Barack Obama.

Hartley foi uma importante angariadora de fundos para a corrida presidencial de Biden em 2020 e tem sido uma forte apoiante dos candidatos democratas ao longo dos anos.

Hartley pertence ainda ao conselho de curadores do Carnegie Endowment for International Peace e é membro do conselho de supervisores do Memorial Sloan Kettering Cancer Centre, presidindo ainda ao conselho de administração da Sesame Workshop, uma organização sem fins lucrativos.

O futuro embaixador norte-americano na Dinamarca, Alan Leventhal, é o presidente e CEO da Beacon Capital, uma importante empresa no mercado de arrendamento de escritórios nos EUA, e esteve no grupo dos principais angariadores de fundos para a campanha presidencial de Biden.

Por tradição, os presidentes recompensam os doadores e os principais apoiantes com cargos de embaixadores.

Cerca de 44% das nomeações de embaixadores de Donald Trump foram por indicação política, em comparação com 31% de Barack Obama e 32% de George W. Bush, segundo a American Foreign Service Association.

Biden espera manter as nomeações políticas para embaixadores abaixo da fasquia de 30%, de acordo com um funcionário do Governo norte-americano.

A futura embaixadora no Brasil, Elizabeth Bagley, uma advogada, ocupou cargos diplomáticos nos governos de Clinton e de Obama, tendo sido conselheira sénior dos secretários de Estado John Kerry, Hillary Clinton e Madeline Albright.

Laskaris é atualmente um conselheiro sénior no Gabinete de Assuntos Africanos, no Departamento de Estado, depois de ter ocupado os cargos de embaixador na República da Guiné e de vice-chefe de missão na Embaixada dos EUA no Burundi.

Leia Também: Biden: Primeiro ano na Presidência dos EUA em 26 frases marcantes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório