Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
14º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Casal condenado no Reino Unido por prender filho autista no sótão

A mãe e o padrasto foram hoje considerados culpados por causar ferimentos graves a um adulto vulnerável.

Casal condenado no Reino Unido por prender filho autista no sótão

Lorna Hewitt, de 43 anos, e o seu marido Craig Hewitt, de 42, naturais de Sheffield, no Reino Unido, foram condenados por maltratar o filho de Lorna,  que tem autismo, aprisionando-o no sótão em condições desumanas.

O tribunal de Sheffield Crown teve conhecimento de que a vítima tinha sido negligenciada durante algum tempo. De acordo com um relatório da polícia, a vítima pesava apenas seis quilos, apesar de medir um metro e oitenta, estando tão desnutrido que era possível ver-lhe os ossos.

A Sky News revelou que a vítima estava trancada num sótão sem casa de banho e o chão estava coberto de lixo e excrementos humanos. O rapaz tinha o cabelo comprido e despenteado, vários hematomas, os dentes cobertos com uma placa laranja e as unhas eram tão compridas que lhe causavam dor.

A sargento Susannah Taylor, membro da Equipa de Proteção de Pessoas Vulneráveis afirmou que "este foi um caso horrível em que a vítima poderia ter perdido a vida”, explicando que “teve que fazer terapia intensiva porque correu risco de vida”.

"A investigação foi longa e complexa, mas ambos foram levados à justiça e terão tempo na prisão para considerar as consequências das suas ações", concluiu.

As autoridades ficaram a saber da situação quando uma ambulância foi chamada ao local onde o casal vivia em junho do ano passado, após a vítima ter desmaiado. Assim que chegou ao hospital foi direto para os cuidados intensivos, tendo recuperado na totalidade.

Leia Também: Mulher com queimaduras graves em acidente de trabalho em Reguengos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório