Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 32º

Lukashenko agradece a Putin apoio perante sanções ocidentais

O Presidente da Bielorrússia, Alexandr Lukashenko, agradeceu hoje ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, o apoio prestado perante as sanções ocidentais, que permitiu que a economia bielorrussa continuasse a crescer "em tempos difíceis".

Lukashenko agradece a Putin apoio perante sanções ocidentais

"Estou muito grato, em primeiro lugar, a si pessoalmente, por tudo o que fez pela Bielorrússia", disse Lukashenko a Putin numa reunião entre ambos em São Petersburgo.

Acrescentou que, graças ao apoio das empresas e dos bancos russos nestes "tempos difíceis", a economia do país continua a crescer.

"Já foram impostos cinco pacotes de sanções e está a falar-se de um sexto -- umas sanções completamente estúpidas, que não são precisas para nada", comentou, sobre as restrições dos países ocidentais.

Putin, por sua vez, afirmou que, segundo os especialistas russos, "a economia da Bielorrússia encontra-se em bom estado".

"Haverá inclusive um superavit, creio", disse o líder russo no início do encontro com o seu homólogo bielorrusso.

Ambos os chefes de Estado confirmaram também a intenção de continuar a estreitar as suas relações em diferentes áreas, incluindo a cooperação militar.

Nesse sentido, Putin anunciou que as manobras militares conjuntas da Rússia e da Bielorrússia agendadas para o próximo ano se realizarão "em fevereiro ou em março".

Putin e Lukashenko tencionam debater hoje a cooperação entre os respetivos países no âmbito da União Estadual e rever a aplicação dos 28 acordos de integração assinados em novembro passado.

Esta é a sexta reunião dos dois dirigentes este ano. O seu anterior encontro presencial decorreu a 09 de setembro.

A Rússia e a Bielorrússia trabalham desde 1996 na criação da União Estadual, mas só nos últimos três anos é que as partes conseguiram ultrapassar as suas divergências e começaram a avançar para acordos mutuamente benéficos.

Leia Também: Putin pondera opções se Ocidente recusar garantias sobre Ucrânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório